comit brasileiro de certifica o em engenharia cl nica n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
COMITÊ BRASILEIRO DE CERTIFICAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA PowerPoint Presentation
Download Presentation
COMITÊ BRASILEIRO DE CERTIFICAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 22
eshe

COMITÊ BRASILEIRO DE CERTIFICAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA - PowerPoint PPT Presentation

131 Views
Download Presentation
COMITÊ BRASILEIRO DE CERTIFICAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA
An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. COMITÊ BRASILEIRO DE CERTIFICAÇÃO EM ENGENHARIA CLÍNICA CBCEC 2001

  2. O que é a Certificação em Engenharia Clínica? • A certificação em engenharia clínica é o processo através do qual um profissional da área recebe um reconhecimento formal pela sua competência profissional. CBCEC 2001

  3. O que é a Certificação em Engenharia Clínica? • A certificação em engenharia clínica é o processo através do qual um profissional da área recebe um reconhecimento formal pela sua competência profissional. • Este processo é conduzido pelo CBCEC e consiste em um teste, uma prova escrita e um exame oral, os quais avaliam os conhecimentos teóricos e práticos dos candidatos. CBCEC 2001

  4. O que é a Certificação em Engenharia Clínica? • O profissional que teve a sua competência verificada por este processo recebe o título de “Engenheiro Clínico Certificado" ("Certified Clinical Engineer" - CCE). CBCEC 2001

  5. O que é a Certificação em Engenharia Clínica? • O profissional que teve a sua competência verificada por este processo recebe o título de “Engenheiro Clínico Certificado" ("Certified Clinical Engineer" - CCE). • Este título é reconhecido internacionalmente porque o CBCEC faz parte da Comissão Internacional de Certificação (ICC). CBCEC 2001

  6. Porque Certificar? • A certificação funciona como um “selo de qualidade mínima”, garantindo que o profissional possui conhecimentos e habilidades específicas para atuar na área. CBCEC 2001

  7. Porque Certificar? • A certificação funciona como um “selo de qualidade mínima”, garantindo que o profissional possui conhecimentos e habilidades específicas para atuar na área. • Apesar da certificação ser um reconhecimento formal, ela não é um registro ou licença profissional. CBCEC 2001

  8. Porque Certificar? • A certificação funciona como um “selo de qualidade mínima”, garantindo que o profissional possui conhecimentos e habilidades específicas para atuar na área. • Apesar da certificação ser um reconhecimento formal, ela não é um registro ou licença profissional. • A certificação demonstra que o indivíduo possui conhecimentos suficientes para assegurar o funcionamento confiável do ambiente hospitalar.

  9. Porque Certificar? • Como o processo de certificação é muito rígido e envolve não só a formação acadêmica mas também sua trajetória profissional, o profissional certificado pode afirmar aos empregadores e clientes prospectivos que a sua competência foi avaliada e confirmada por outros profissionais da área. CBCEC 2001

  10. Porque Certificar? • Como o processo de certificação é muito rígido e envolve não só a formação acadêmica mas também sua trajetória profissional, o profissional certificado pode afirmar aos empregadores e clientes prospectivos que a sua competência foi avaliada e confirmada por outros profissionais da área. • A certificação é, acima de tudo, um investimento na carreira e no futuro do profissional. CBCEC 2001

  11. Porque Certificar? • Desta forma, o engenheiro clínico certificado já parte com uma vantagem em relação aos seus colegas não certificados ao se candidatar às vagas no mercado de trabalho, onde o número de profissionais realmente capacitados na área é muito pequeno e a demanda vem crescendo continuamente. CBCEC 2001

  12. Critérios de Elegibilidade para a Certificação • Ser graduado(a) em engenharia por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (ou equivalente no Exterior) e ter experiência profissional de pelo menos três anos em Engenharia Clínica; CBCEC 2001

  13. Critérios de Elegibilidade para a Certificação • Ser graduado(a) em engenharia por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (ou equivalente no Exterior) e ter experiência profissional de pelo menos três anos em Engenharia Clínica; • Ser graduado em um curso relacionado (ex: física, química e áreas de saúde), e ter experiência profissional de pelo menos cinco anos em Engenharia Clínica; CBCEC 2001

  14. Critérios de Elegibilidade para a Certificação • Ter uma posição profissional reconhecida em engenharia clínica e estar atuando na área prática há pelo menos 15 anos, dos quais pelo menos 6 anos como responsável. CBCEC 2001

  15. O Processo da Certificação • Preencher a ficha de inscrição fornecida pelo CBCEC; CBCEC 2001

  16. O Processo da Certificação • Preencher a ficha de inscrição fornecida pelo CBCEC; • Pagar uma taxa de R$ 200,00 ao CBCEC, referente à cobertura dos custos do processo de aplicação, determinação de elegibilidade, das provas, registro da certificação e do certificado. CBCEC 2001

  17. O Processo da Certificação • Preencher a ficha de inscrição fornecida pelo CBCEC; • Pagar uma taxa de R$ 200,00 ao CBCEC, referente à cobertura dos custos do processo de aplicação, determinação de elegibilidade, das provas, registro da certificação e do certificado. • Estudantes podem participar da primeira fase da certificação (múltipla escolha) e se aprovados, podem continuar o processo após adquirir experiência profissional e/ou ter concluído sua formação acadêmica. Nestes caso, a taxa de certificação é de R$ 100,00.

  18. O Processo da Certificação • Fase I - Teste de Múltipla EscolhaEste teste é composto de 150 questões divididas em: • 50 questões de ciências médicas; • 50 questões de engenharia clínica e instrumentação biomédica; • 50 questões de engenharia (eletrônica, mecânica, etc.). CBCEC 2001

  19. O Processo da Certificação • Fase II - Prova EscritaCinco questões dissertativas selecionadas pelo candidato dentro de um total de 12, sobre temas relacionados à prática de engenharia clínica. CBCEC 2001

  20. O Processo da Certificação • Fase II - Prova EscritaCinco questões dissertativas selecionadas pelo candidato dentro de um total de 12, sobre temas relacionados à prática de engenharia clínica. • Fase III - EntrevistaA entrevista tem por objetivo avaliar a profundidade do conhecimento do candidato em engenharia clínica. Nesta entrevista é dada atenção especial às questões das Fases I e II nas quais o candidato não demonstrou conhecimento suficiente.

  21. A Composição Atual do CBCEC • Prof. Dr. Sérgio Santos Mühlen, CCE - Depto. Eng. Biomédica - UNICAMP (presidente); • Eng. José Carlos Cunha, CCE - Hospital das Clínicas - UFPr (presidente eleito); • Eng. Lúcio Flávio de Magalhães Brito, CCE - Engenharia Clínica Ltda. (secretário/tesoureiro); • Eng. Paulo Palombo Camargo, CCE - Hospital Alemão Oswaldo Cruz, São Paulo; • Dr. Wang Binseng, CCE - MEDIQ, Pennsauken - NJ, USA. CBCEC 2001

  22. OBRIGADO! www.expressparts-usa.com/cbcec.htm CBCEC 2001