Novo mundo - Descobrimento e Dominação O Sistema Colonial - PowerPoint PPT Presentation

emmly
novo mundo descobrimento e domina o o sistema colonial n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Novo mundo - Descobrimento e Dominação O Sistema Colonial PowerPoint Presentation
Download Presentation
Novo mundo - Descobrimento e Dominação O Sistema Colonial

play fullscreen
1 / 24
Download Presentation
Novo mundo - Descobrimento e Dominação O Sistema Colonial
126 Views
Download Presentation

Novo mundo - Descobrimento e Dominação O Sistema Colonial

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Novo mundo - Descobrimento e DominaçãoO Sistema Colonial História Avançada 06

  2. descobrimentos Visão do Paraíso • Entre o apreço e o desconhecimento • Representações do paraíso • Etnocentrismo Grandes Navegações e Descobrimentos • Motivos para o pioneirismo de Portugal e Espanha • O medo do desconhecido – Cabo do Bojador e Cabo da Boa Esperança X Os Avanços Científicos • Ruptura com as antigas representações do espaço • Descobrimento ou Conquista? • Motivos – comerciais, religiosos e o “Espírito Aventureiro” (Boris Fausto) Monarquias Ibéricas e a Expansão Marítima • Quais os motivos do pioneirismo de Espanha e Portugal no processo de expansão marítima?

  3. Levin Hulsius, Kurtze Wunderbare Beschreibung Dess Goldreichen Königsreichs Guianae in America, Nuremberga, 1603

  4. Tratados de Limites (Acordos diplomáticos entre os reinos Ibéricos)

  5. O sistema colonial América Portuguesa: • Sistema de Feitorias (1500-130) • Capitanias Hereditárias (1530-1548) • Carta de Doação e Foral • Divisão em 15 capitanias • Implementação do Sistema de produção açucareiro. • Plantation • Governo Geral (1548 – 1808) América Hispânica: Divisão Administrativa: • Vice Reinos • Capitanias Órgãos Administrativos: • Casa de Contratação • Conselho Supremo das Índias • Audiências (judicial) • Cabildos (órgãos locais) PACTO COLONIAL !!!! Processo inserido no contexto do capitalismo mercantil.

  6. AméricaHispânica

  7. Atividades econômicas América Portuguesa: • Pau Brasil - Escambo com as populações indígenas • Cana de Açúcar – Plantation • Mineração • O Mito das Bandeiras • Intensificação do Pacto Colonial • Regimento de Terras • Impostos • Casas de Fundição • Revoltas - Guerra dos Emboabas (1708), Revolta de Vila Rica (1720) e Inconfidência Mineira • Outras Atividades Econômicas – tropeirismo, drogas do sertão (norte), pecuária (Sul) América Hispânica: • Mineração - Encomienda • Lavoura de gêneros tropicais nas ilhas – Trabalho escravo de origem africana

  8. A Sugar Mill, Brazil, 1816. Henry Koster, Travels in Brazil (London, 1816).

  9. Jean BaptisteDebret

  10. A Igreja e a questão indígena América Portuguesa: • Companhia de Jesus • Missões e Aldeamentos Jesuítas • Guerra Justa • A ação da catequese • Distinção entre bons e maus indígenas Impactos: • Preservação de aspectos da cultura – idioma • Aculturação e Sincretismo América Hispânica: • Trabalho em troca da catequese • Crítica aos abusos dos colonizadores – Bartolomeu de Las Casas

  11. Theodore de Bry, Cena de Canibalismo.

  12. escravidão Escravidão na África e Escravidão na colônia • A escravidão como uma prática comum a diversos povos, em diversos contextos históricos • África – escravidão como uma prática anterior ao contato com os europeus – escravidão do inimigo, do estrangeiro, o escravo como um elemento do kompound (unidade de produção) • Colônia – processo que se insere na lógica do capitalismo mercantil • O contato com o europeu alterou a lógica da escravidão – incentivo à guerras, uso de tabaco, cachaça e armamentos nas trocas. • Estabelecimento de um lucrativo sistema de tráfico de escravos. • Resistência à escravidão – Fugas, Sabotagem, Formação de Quilombos • Diáspora Negra

  13. Sociedade colonial • Sociedade hierarquizada, baseada no local de origem, na matriz étnica e na posse ou não da liberdade. • Distinção entre Chapetones e Criollos • Distinção entre “Homens bons” (homens maiores de 25 anos, sem impurezas raciais, possuidores de terras) e Colonos • Miscigenação racial • Sociedades patriarcais

  14. Jean BaptisteDebre, Um jantar brasileiro, 1827

  15. Cultura • Constituição de uma cultura hibrida, marcada por aspectos indígenas,africanos e europeus. • Dimensões da cultura: o que é cultura? “Cultura é ordinária” (Raymond Willians) • Hábitos (alimentares, comportamentais), tradições (festas, jogos, religião)

  16. Mulher, você vai gostar:Tô levando uns amigos pra conversar.Eles vão com uma fomeQue nem me contem;Eles vão com uma sede de anteontem.Salta a cerveja estupidamenteGelada pr'um batalhãoE vamos botar água no feijão. Mulher, não vá se afobar;Não tem que pôr a mesa, nem dá lugar.Ponha os pratos no chão e o chão tá postoE prepare as linguiças pro tira gosto.Uca, açúcar, cumbuca de gelo, limãoE vamos botar água no feijão. Mulher, você vai fritarUm montão de torresmo pra acompanhar:Arroz branco, farofa e a malagueta;A laranja-bahia ou da seleta.Joga o paio, carne seca,Toucinho no caldeirãoE vamos botar água no feijão. Mulher, depois de salgarFaça um bom refogado,Que é pra engrossar.Aproveite a gordura da frigideiraPra melhor temperar a couve mineira.Diz que tá dura, penduraA fatura no nosso irmãoE vamos botar água no feijão. (Chico Buarque – Feijoada Completa)