slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Dimorfismo sexual PowerPoint Presentation
Download Presentation
Dimorfismo sexual

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 69

Dimorfismo sexual - PowerPoint PPT Presentation


  • 116 Views
  • Uploaded on

Dimorfismo sexual. José Salomão Schwartzman Universidade Presbiteriana Mackenzie www.schwartzman.com.br josess@terra.com.br. Gêneros e diferenças. homens e mulheres compartilham quase todos os genes as diferenças entre seus cérebros são pequenas o nível de inteligência geral é similar

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Dimorfismo sexual' - emmly


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
dimorfismo sexual
Dimorfismo sexual

José Salomão Schwartzman

Universidade Presbiteriana Mackenzie

www.schwartzman.com.br

josess@terra.com.br

José Salomão Schwartzman

slide3

Gêneros e diferenças

  • homens e mulheres compartilham quase todos os genes
  • as diferenças entre seus cérebros são pequenas
  • o nível de inteligência geral é similar
  • utilizam a linguagem e pensam de forma muito semelhante
  • sentem as mesmas emoções básicas
  • porém algumas diferenças entre os sexos têm sido demonstradas

José Salomão Schwartzman

desenvolvimento g neros tanner 1978
Desenvolvimento / gêneros. Tanner 1978
  • diferenciação durante a infância
    • meninas crescem mais rapidamente do que meninos
    • atingem 50% da sua altura em média aos 1,75 anos em comparação com 2,0 anos nos meninos
  • esta diferença está presente desde o período fetal, uma vez que no meio da gestação o esqueleto das meninas se mostra 3 semanas mais avançado

José Salomão Schwartzman

slide5

Sequencialacquisition of toilet-trainingskills: a descriptive study of gender and ages differences in normal children Schum et al., 2002

  • estudo longitudinal de 126 meninas e 141 meninos
  • idade de inclusão no estudo: 15 a 40 meses
  • meninas controlaram esfíncteres mais cedo
  • crianças secas durante o dia:
    • meninas 32.5 meses (30,9 a 33,7)
    • meninos: 35,0 m (33,3 a 36,7)

José Salomão Schwartzman

slide6

Desenvolvimento / gênerosdiferenças anatômicas SNC

  • a maior diferença estrutural entre os cérebros de homens e mulheres é o tamanho: no homem são cerca de 10% a 15% mais pesados e maiores
  • quando se leva em conta o tamanho do corpo, ainda assim encontramos, nos homens, cerca de 100 gm a mais

José Salomão Schwartzman

slide7

Sexdifferences in braingray and whitematter in healthyyoungadults: correlations with cognitive performance. Gur et al., (1999)

  • foram estudados 80 voluntários, 40 de cada sexo, com idades entre 18 e 45 anos
  • procedimento: ressonância nuclear magnética com segmentação (via software):
    • substância cinzenta
    • substância branca
    • liquorcéfalo-raquídeo

José Salomão Schwartzman

slide8

ressonância nuclear magnética: imagem T2, próton e segmentada

José Salomão Schwartzman

slide9

Sex differences in braingrayandwhitematter in healthyyoungadults: correlationswithcognitive performance.

Guret al., (1999)

  • resultados:
    • mulheres apresentam maior porcentagem de substância cinzenta
    • homens tem maior porcentagem de substância branca e liquor céfalo-raquídeo
    • nos homens a porcentagem de substância cinzenta era maior no hemisfério esquerdo enquanto que a de liquor era maior no hemisfério direito
    • nas mulheres não foram observadas estas assimetrias

José Salomão Schwartzman

slide11

Desenvolvimento / gênerosdiferenças anatômicas SNC

molecular

I

granular externa

II

  • citoarquitetura do córtex temporal posterior:
    • 5 mulheres e 4 homens destros e saudáveis
      • mulheres apresentaram 11% a mais de neurônios
      • esta diferença ocorreu às custas das camadas II e IV

III

piramidal externa

granular interna

IV

piramidal interna

V

fusiforme

VI

camadas do córtex cerebral

José Salomão Schwartzman

gender differences in human cortical density allonso nanclares et al 2008
Gender differences in human cortical density. Allonso-Nanclares et al. 2008
  • estudo pela microscopia óptica e análise ultraestrutural
  • neocórtex temporal anterior
  • resultados
    • homens apresentam maior densidade sináptica em todas as camadas
    • a menor diferença: 18% observada na camada II
    • a maior diferença observada: 52% (678 milhões por mm³)

José Salomão Schwartzman

slide13

Desenvolvimento / gênerosdiferenças anatômicas SNC

  • hipotálamo:
    • é uma das regiões cerebrais onde se tem observado dimorfismo sexual
    • dois dos quatro núcleos intersticiais do hipotálamo anterior, são maiores nos homens

Allen et al., 1989

José Salomão Schwartzman

slide14

Desenvolvimento / gênerosdiferenças anatômicas SNC

  • o núcleo INAH-3 mostrava-se 2.8 vezes maior nos homens independentemente da idade
  • o núcleo INAH-2 mostrava-se 2 vezes maior nos homens

Allen et al., 1989

José Salomão Schwartzman

slide15

corpo caloso

joelho do

corpo caloso

esplênio do

corpo caloso

comissura

anterior

aderência

intertalâmica

o cérebroconexões inter-hemisféricas

José Salomão Schwartzman

sexual orientation and the size of the anterior commissure in the human brain allen and gorski 1992
Sexual orientation and the size of the anterior commissure in the human brainAllen and Gorski, 1992
  • estudo anatomopatológico de 90 encéfalos:
    • homens heterossexuais
    • mulheres heterossexuais
    • homens homossexuais
  • medida do plano medio-sagital da comissura anterior
  • resultados:
    • homens homossexuais: 18%>mulheres heterossexuais

34%>homens heterossexuais

José Salomão Schwartzman

slide17

27

24

21

18

15

área da CA em mm2

12

9

6

3

0

homens

homossexuais

homens

heterossexuais

mulheres

heterossexuais

José Salomão Schwartzman

slide18

Assimetrias hemisféricas

  • na espécie humana a assimetria do planum temporale é a regra, sendo mais desenvolvido na maioria das pessoas, no hemisfério esquerdo
  • alguns estudos sugerem que esta assimetria é menos consistente nas mulheres, como grupo
  • outra área cerebral, o planum parietale, mostra-se maior,em pessoas destras, à direita; este padrão parece ser menos evidente nas mulheres

José Salomão Schwartzman

symmetries in human brain language pathways correlate with verbal recall catani et al 2007
Symmetries in human brain language pathways correlate with verbal recall. Catani et al. 2007
  • dissecção virtual (RNM) dos tratos relacionados à linguagem (tratografia por diffusion tensor)
  • observadas diferenças inter-hemisféricas nas conexões diretas entre as áreas de Broca e de Wernick
  • evidente lateralização para a esquerda em mais de metade dos sujeitos

José Salomão Schwartzman

symmetries in human brain language pathways correlate with verbal recall catani et al 200720
Symmetries in human brain language pathways correlate with verbal recall. Catani et al. 2007

segmento longo direto: Wernick/Broca segmento indireto anterior: Broca/Geschwind

segmento indireto posterior:Wernick/Geschwind

José Salomão Schwartzman

symmetries in human brain language pathways correlate with verbal recall catani et al 200721
Symmetries in human brain language pathways correlate with verbal recall. Catani et al. 2007
  • distribuição bilateral simétrica em 17,5% dos sujeitos
    • estes sujeitos mostraram-se superiores em tarefa de memória verbal (semelhanças semânticas entre palavras apresentadas)
    • relação direta entre índice de lateralização e resultado da prova de memória verbal
  • as mulheres apresentaram, mais freqüentemente, padrão simétrico de conexões (vantagem memória verbal?)

José Salomão Schwartzman

slide22
Temporal lobe activation demonstrates sex-based differences during passive listening (Phillips et al, 2001)
  • 20 sujeitos destros
    • 10 homens
    • 10 mulheres
  • audição de um texto
  • ressonância magnética funcional

José Salomão Schwartzman

slide23
Temporal lobe activtion demonstrates sex-based differences during passive listening (Phillips et al, 2001)

padrão de ativação em homens (H) e em mulheres (M)

José Salomão Schwartzman

slide24

tarefa de audição passiva : padrão de ativação bilateral em uma mulher (Phillips, 2001)

José Salomão Schwartzman

slide25

respostas corretas: B, D e E

habilidades espaciais

teste (bi-dimensional) de rotação mental: o sujeito precisa

apontar todas as figuras que podem ser iguais à da esquerda,

após sofrer uma rotação

José Salomão Schwartzman

slide26

respostas corretas: 1 e 3

teste (tri-dimensional) de rotação mental: o sujeito precisa identificar

as duas figuras que são iguais à da esquerda após sofrer uma

rotação no espaço

José Salomão Schwartzman

slide27

resposta correta: D

exemplo do teste da figura escondida: o sujeito

tem que encontrar uma das cinco figuras de cima

no desenho de baixo

José Salomão Schwartzman

slide29

Habilidades espaciais

  • algumas das diferenças cognitivas descritas podem ser observadas em crianças
    • Rosser et al., 1984 rotação espacial, 4-5 anos
    • Johnson e Meade, 1987 testes espaciais, mais de 10 anos
    • Lunn, 1987 habilidade para atirar, 3- 4 anos
    • Kerns e Berenbaum, 1991 testes espaciais, 9-12 anos
    • Vederhus e Krekling, 1996 testes espaciais, 9 anos

José Salomão Schwartzman

ativa o cerebral durante tarefa de navega o diferen as entre os g neros gr n et al 2000
Ativação cerebral durante tarefa de navegação: diferenças entre os gêneros Grön et al., 2000
  • casuística: 24 sujeitos destros, 12 do sexo feminino
  • tarefa: desempenho em um labirinto virtual tridimensional utilizando 3 botões
  • ativação cerebral avaliada pela RNMf realizada durante a execução da tarefa

José Salomão Schwartzman

slide31

início

saída

José Salomão Schwartzman

ativa o cerebral durante tarefa de navega o diferen as entre os g neros gr n et al 200032
Ativação cerebral durante tarefa de navegação: diferenças entre os gêneros Grön et al., 2000
  • os homens foram mais rápidos do que as mulheres na realização da tarefa:
    • 141,8 +- 31,9 s contra 196,1 +- 26,6 s
  • houve grande superposição das áreas mais ativadas nos homens e nas mulheres: giro occipital medial bilateral, giro lingual, giro para-hipocampal, giro cíngulo posterior, colículo superior e lobos parietais na sua região látero-superior e hipocampo direito

José Salomão Schwartzman

slide33

algumas áreas foram ativadas de forma diversa: área fronto-temporal

direita nas mulheres e hipocampo esquerdo nos homens sugerindo

áreas gênero-específicas ativadas frente a uma tarefa de navegação

José Salomão Schwartzman

slide34

Habilidades espaciais

  • alguns estudos com roedores sugerem que a diferença quando às habilidades espaciais entre machos e fêmeas podem se originar de diferentes tipos de perfis hormonais durante as fases precoces da vida
  • ratos machos aprendem a se locomover em labirintos de braços radiais mais rapidamente e com menos erros do que as fêmeas

José Salomão Schwartzman

slide37

Habilidade motora digital

(Lopes & Schwartzman, 2003)

  • foram estudadas 100 crianças destras com 7 anos de idade
  • 50 meninos e 50 meninas
  • utilizamos o Teste de Destreza Digital de O’Connor

José Salomão Schwartzman

slide39

meninos x meninas

mão direita

segundos

meninos

meninas

José Salomão Schwartzman

slide40

meninos x meninas

mão esquerda

meninos x meninas

mão esquerda

segundos

segundos

meninos

meninas

José Salomão Schwartzman

slide41

meninos x meninas

desempenho geral

mão direita + mão esquerda

segundos

meninos

meninas

José Salomão Schwartzman

slide42
Desempenho de meninos e meninas em tarefa de cancelamento com lápis e papel. Storer e Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009
  • 50 meninas e 50 meninos com idades entre 9 anos
  • tarefa: cancelamento com lápis e papel (Weintraub e Mesulam. 1985)
  • variáveis estudadas:
    • tempo total para execução da tarefa
    • erros por omissão
    • erros por comissão

José Salomão Schwartzman

slide44
Desempenho de meninos e meninas em tarefa de cancelamento com lápis e papel. Storer e Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009
  • resultados:
    • as meninas apresentaram desempenho significativamente superior aos meninos, tanto no tempo despendido para execução da tarefa quanto ao número de erros por omissão
    • no grupo por nós estudado as meninas mostraram desempenho melhor do que os meninos em prova de atenção visual

José Salomão Schwartzman

slide45

Estudo do desempenho da habilidade espacial de homens e mulheres em um labirinto similar à “casinha da fumaça” do corpo de bombeiros de São Paulo (Burgani e Schwartzman, Temas sobre Desenvolvimento 2009)

  • estudados 40 sujeitos:
    • 10 homens
    • 10 mulheres
    • 10 homens bombeiros
    • 10 mulheres bombeiras
    • Tarefa:
      • tempo para percorrer o labirinto
      • cinco passagens consecutivas

José Salomão Schwartzman

slide46

Esquema do labirinto

José Salomão Schwartzman

slide47

saída

entrada

6,5 metros

8,5 metros

José Salomão Schwartzman

slide48

Tempo médio dos grupos x passagens

50

H

40

M

30

Tempo

20

HB

10

MB

0

T1

T2

T3

T4

T5

H – homens não bombeiros

M - mulheres não bombeiras

HB – homens bombeiros

MB – mulheres bombeiras

José Salomão Schwartzman

slide49

Desempenho de homens e mulheres na faixa etária de 17 a 30 anos em tarefas de empatia. Mecca, D’antino, Azevedo, Seabra, Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009

  • 79 estudantes
    • 25 homens
    • 54 mulheres
  • tarefas
    • questionário quociente de empatia (QE)
    • video 1
    • video 2

José Salomão Schwartzman

slide50

Desempenho de homens e mulheres na faixa etária de 17 a 30 anos em tarefas de empatia. Mecca, D’antino, Azevedo, Seabra, Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009

  • resultados:
    • maioria dos participantes apresentou QE médio
    • 7% mulheres e 20% homens apresentaram QE baixo
    • 13% grupo feminino apresentaram QE acima da média
    • 8% grupo masculino apresentaram QE acima da média
    • 4% grupo mulheres apresentaram QE muito alto
    • vídeos: homens e mulheres atribuíram mais características de interação e de humanização no segundo vídeo

José Salomão Schwartzman

slide51
Desempenho de meninos e meninas em ativdade práxica construtiva. Vieira e Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009
  • 28 meninos e 29 meninas com idades entre 8 e 9 anos
    • 52 destras e 6 canhotas
  • tarefa
    • construir uma casa igual ao modelo apresentado

José Salomão Schwartzman

atividade pr xica construtiva
Atividade práxica construtiva

modelo

casa semimontada

peças soltas

José Salomão Schwartzman

slide53
Desempenho de meninos e meninas em atividade práxica construtiva. Vieira e Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009
  • resultados:
    • 24% realizaram a tarefa corretamente
      • 50% de cada grupo
    • 64% realizaram a tarefa de modo incorreto
    • 12% desistiram
  • não houve diferenças significativas entre meninos e meninas

José Salomão Schwartzman

slide54
Desempenho de meninos e meninas em prova de estereognosia. Viana e Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009
  • 28 meninas e 25 meninos com idades entre 8 e 9 anos
    • todos destros
  • tarefa:
    • tarefa de estereognosia com ambas as mãos

José Salomão Schwartzman

slide55

objetos identificados com a mão direita

anteparo

objetos identificados com a mão esquerda

José Salomão Schwartzman

slide56
Desempenho de meninos e meninas em prova de estereognosia. Viana e Schwartzman. Temas sobre Desenvolvimento 2009
  • meninos e meninas tiveram maior número de acertos com a mão direita
  • não houve diferenças significativas entre os grupos

José Salomão Schwartzman

slide57
Evidence of gender differences in the ability to inhibit brain activation elicited by food stimulation. Wand et al. 2009
  • população: 23 sujeitos saudáveis em jejum
    • 13 mulheres
    • 10 homens
  • apresentação da comida preferida por cada um
  • PET scan
    • durante apresentação do estímulo
    • apresentação do estímulo com inibição voluntária da sensação de fome

José Salomão Schwartzman

slide58
Evidence of gender differences in the ability to inhibit brain activation elicited by food stimulation. Wand et al. 2009
  • resultados
    • homens e mulheres referiram diminuição da sensação de fome com a inibição voluntária
    • em homens e mulheres o PET demonstrou aumento do metabolismo encefálico global durante a estimulação pela comida
    • nos homens a diferença entre a situação estímulo e a inibição voluntária revelou diminuição da ativação na
      • ínsula direita
      • striatum direito
      • amigdala esquerda
      • hipotálamo esquerdo
      • cíngulo anterior esquerdo
      • córtex orbitofrontal esquerda
      • giro parahipocampal
      • cerebelo

José Salomão Schwartzman

slide59

mulheres

homens

diferenças entre

homens e mulheres

José Salomão Schwartzman

slide60

Hiperplasia adrenal congênita

  • meninas com HAC são descritas, freqüentemente, como tendo comportamentos mais próprios de meninos:
    • se dedicam mais aos esportes que envolvem forte contacto corporal
    • têm preferências por brinquedos que são, habitualmente, escolhidos por meninos (veículos e de construção)
    • a hipótese de que a preferência por um ou outro tipo de brinquedo decorre exclusivamente da educação parece não ser convincente, uma vez que pais de meninas com HAC as educam, habitualmente, como educariam qualquer outra menina
    • estas meninas demonstram, como os meninos, menor interesse em bebês de verdade do que meninas sem esta condição

José Salomão Schwartzman

slide61

meninas com hiperplasia adrenal congênita são

mais ativas do que suas irmãs não afetadas

irmãs não afetadas

preferência por

amigos meninos

diferença significativa

HAC

diferença não

significativa

tendência a

iniciar brigas

diferença significativa

atividade intensa

porcentagem

José Salomão Schwartzman

slide62

meninas com hiperplasia adrenal congênita são menos interessadas

em casamento e maternagem do que suas irmãs não afetadas

diferença significativa

desinteresse ou aversão

a cuidar de bebês

irmãs não afetadas

HAC

ausência ou desinteresse

em gravidez ou

maternagem

diferença significativa

pouca presença ou

ausência de casamento

nas brincadeiras ou

devaneios

diferença significativa

diferença não significativa

profissão mais importante

ou mesma importância

do que o casamento

diferença significativa

brinquedos: pouco ou

nenhum interesse

em bonecas

porcentagem

José Salomão Schwartzman

the essencial difference baron cohen 2003
The essencial difference. Baron-Cohen 2003
  • cérebro feminino: Empathizing (E)
    • propensão a identificar emoções de outras pessoas e pensamentos e a responder a elas com as emoções apropriadas
  • o cérebro masculino: Systemizing (S)
    • propensão a analisar, explorar e construir sistemas
    • autismo:uma forma extrema de cérebro masculino?

José Salomão Schwartzman

slide64

Autismo: teoria do cérebro masculino

Baron-Cohen

  • homens normais são superiores às mulheres em certas tarefas espaciais e indivíduos com autismo são ainda melhores
  • o autismo é bem mais freqüente em homensdo que em mulheres
  • homens normais são mais lentos no desenvolvimento da linguagem do que mulheres e crianças autistas são ainda mais lentas neste sentido

José Salomão Schwartzman

slide65

Autismo: teoria do cérebro masculino

Baron-Cohen

  • homens normais tem um desenvolvimento social mais lento do que mulheres e indivíduos autistas são ainda mais atrasadosneste sentido
  • mulheres normais são superiores aos homens em tarefas de ler mentes,pessoas com autismo são severamente comprometidosnestas tarefas
  • homens normais tem o corpo caloso menor do que mulheres e em indivíduos com autismo o corpo caloso mostra-se ainda mais reduzido

José Salomão Schwartzman

slide66

Freqüência de condições neuropsiquiátricas

desordem de ansiedade

dislexia

depressão e distimia

autismo infantil

demência Alzheimer

paralisia cerebral

deficiência mental

transtorno de déficit de atenção

com hiperatividade

dificuldades na aprendizagem escolar

José Salomão Schwartzman

sex differences in rhesus monkey toy preferences parallel those of children de beek et al 2009
Sex differences in rhesus monkey toy preferences parallel those of children. de Beek et al, 2009
  • estudaram a interação de 34 macacos rhesus com brinquedos humanos: com rodas e bichos de pelúcia
  • macacos machos (como meninos) mostraram preferência forte e consistente por brinquedos com rodas
  • as macacas (como meninas) mostraram maior variabilidade na escolha dos brinquedos mas com predominância dos bichos de pelúcia

José Salomão Schwartzman

slide68

500

masc.

femin

400

300

tempo brincando em segundos

200

100

14

masc. femin.

humanos

12

10

8

número de interações

6

4

2

masc. femin

macacos

José Salomão Schwartzman