FILO ECHINODERMATA - PowerPoint PPT Presentation

emerald-roach
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
FILO ECHINODERMATA PowerPoint Presentation
Download Presentation
FILO ECHINODERMATA

play fullscreen
1 / 18
Download Presentation
FILO ECHINODERMATA
182 Views
Download Presentation

FILO ECHINODERMATA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. FILO ECHINODERMATA

  2. TECIDO CONJUNTIVO MUTÁVEL ou catch • endoesqueleto localizado sob epiderme e composto por: tecido conjuntivo colagenoso (derme) e ossículos calcários; • presença ossículos aumenta a rigidez do esqueleto; • rigidez variável • ouriço-do-mar ossículos se fundem; • pepino-do-mar ossículos microscópicos dispersos na derme;

  3. alteração voluntária e rápida da rigidez do tecido conjuntivo – exclusiva equinodermas • resposta voluntária às circunstâncias encaradas; • amolecimento do tecido - estrela-do-mar – descartar o braço; • pepino-do-mar liberação das vísceras – evisceração – regeneração partes perdidas; • endurecimento – ouriço-do-mar – espinhos ondulam para proteção entram em fendas de rochas endurecendo a base dos espinhos; • estrela-do-mar para alimentar de marisco sua derme enrijece e corpo torna-se andaime rígido, pés ambulacrais se estendem e abrem as valvas.

  4. Derme é constituída de células nervosas, musculares e outras, porém é a matriz extracelularque se altera quanto há rigidez e os nervos são encontrados terminando na matriz. • Controle fisiológico – aumento concentração de Ca²⁺ enrijece a matriz e redução Ca²⁺ amolece-a. REPRESENTANTES DOS EQUINODERMAS • Brasil 329 sp e mundo 7000 sp; • invertebrados exclusivamente; • habitam fundo do mar; • tamanho variado – maioria grandes;

  5. Simetria radial pentameral – corpo dividido em 5 partes similares dispostas ao redor do eixo central; • Simetria radial evoluiu entre os equinodermas como uma autapomorfia. • Esqueleto interno com ossículos calcários e porta espinhos ou tubérculos salientes – aparência verrugosa ou espinhosa – nome equinodermo = pele espinhosa; Ossículos elevados - pápulas Ossículos esquéticos

  6. SISTEMA HIDROVASCULAR: • característica distintiva dos equinodermas; • sistema exclusivo de 5 canais celômicos e pés ambulacrais locomotores hidráulicos ; • revestidos com epitélio ciliado e preenchidos com fluido; • FUNÇÃO : • locomotora, • trocas gasosas; • eliminação de excretas; • captura alimento

  7. Canais internos: • Canal anelar = • 5 pares bolsas os corpos de Tiedemann(remove e destrói bactérias e partículas); • região interradial - 1 a 5 sacos musculares as vesículas polianas(controlar pressão do sistema ambulacral) • Canal lateral termina em uma ampola e um pé ambulacral. • canal anelar parte canal radial no interior dos braços canaislaterais; • Madreporito (aboral) + canal pétreo liga-se ao canal anelar;

  8. PÉ AMBULACRAL – curta projeção externa tubular da parede corporal localizada no sulco ambulacral, com ponta achatada formando uma ventosa; • dispostos em 2 fileiras; • sistema hidrovascular preenchido por fluido (proteína e potássio) sendo preenchido por água marinha –(osmose).

  9. LOCOMOÇÃO • Ampolase contrai valva canal lateral se fecha  água forçada para interior do pé ambulacral - pé alonga-se e em contato com substrato a ventosa se adere  produção de secreção; • contração músculos longitudinais e encurtamento do pé ambulacral fluído volta para ampola.

  10. NUTRIÇÃO • Sistema digestivo radial – estende-se entre os lado oral e aboral; • Boca central esôfago curto  estômago cardíaco com glândulas (câmara oral) estômago pilórico (câmara aboral) com cecos pilóricos  intestino curto tubular ânus

  11. Classe Echinoidea • Lanterna de Aristóteles – formada por ossículos e músculos responsáveis pela ingestão e trituração do alimento (presente algumas espécies de ouriço-do-mar, pouco funcional na bolacha-do-mar) Lanterna de Aristóteles

  12. TRANSPORTE INTERNO • circulação celômica – transporte gases internos e nutrientes; • sistema hemal é rudimentar embora possa atuar no transporte de nutrientes; • Composto por 3 conjuntos de vasos radiais interligados, cada conjunto consistindo em anel hemal circum-entérico dentro do disco e cinco vasos radiais. • Do oral para aboral – anel hemal hiponeural, gástrico e genital – os 3 anéis são interligados dentro do disco por um vaso hemal axial vertical que se abre para o coração.

  13. EXCREÇÃO – • Excretam nitrogênio na forma de amônia por difusão através áreas finas da superifície corporal – • PÉS AMBULACRAIS E PÁPULAS. TROCAS GASOSAS pápulas , pés ambulacrais, brânquias (ouriço-do-mar) associadas ao funcionamento da lanterna de Aristóteles, árvores respiratórias (pepino-do-mar)

  14. SISTEMA NERVOSO • intimamente associado à epiderme; • anel nervoso ao redor da boca (circum-oral) e prolongamento de 5 cordões nervosos e uma rede subepidérmica • ÓRGÃOS SENSORIAIS • manchas oculares nas pontas dos braços – recepção de luz, contato e estímulos químicos.

  15. REPRODUÇÃO • dióicos • poucos apresentam dimorfismo sexual (ouriços - papilas genitais machos e fêmeas diferentes) • gônodasgonóporos • alguns hermafroditas óvulos e espermatozóides liberados na água – fecundação externa. • algumas espécies retém gametas femininos após fertilizados são incubados (parte internas ou externa do corpo)

  16. com estágio larval – larva bipinária