DOMINGO- 08 de Janeiro FACILITADORA: Sandra Benetti - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
DOMINGO- 08 de Janeiro FACILITADORA: Sandra Benetti PowerPoint Presentation
Download Presentation
DOMINGO- 08 de Janeiro FACILITADORA: Sandra Benetti

play fullscreen
1 / 39
DOMINGO- 08 de Janeiro FACILITADORA: Sandra Benetti
135 Views
Download Presentation
durin
Download Presentation

DOMINGO- 08 de Janeiro FACILITADORA: Sandra Benetti

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. DOMINGO- 08 de Janeiro • FACILITADORA: Sandra Benetti • QUARTA-FEIRA- 11 de JaneiroFACILITADORA: Sandra Benetti

  2. Bem Vindos CURSO BÁSICO DE ESPIRITISMO COORDENADORA: ROSANA CARDOSOrosana.cardoso.2@hotmail.com

  3. O QUE É O ESPIRITISMO

  4. Roteiroda Aula • História do surgimento do Espiritismo • Espiritismo ou Doutrina Espírita: conceito e objeto • Fenômenos mediúnicos que antecedem a codificação - Hydesville e mesas girantes • Tríplice aspecto da Doutrina Espírita • Pontos principais da Doutrina Doutrina Espírita • Evolução do pensamento da humanidade sec. XIXPositivismo/Manifesto Comunista/Evolucionismo de Darwin. • Espiritismo como ponto de encontro Ciência/Filosofia/Religião

  5. Época do surgimento das ciências e do estudo da mente.

  6. ContextoHistórico do Século XIX O Espiritismo foi sistematizado a partir de 18 de abril de 1857, com a publicação de O Livro dos Espíritos, numa época de grandes transformações sociais, filosóficas e políticas. Desenvolveu-se em paralelo ao surgimento das ciências, e em meio aos novos estudos da mente, que despontavam à época, em decorrência do desenvolvimento do magnetismo, do hipnotismo e do próprio Espiritismo que se estudava antes da publicação do livro. “Conhecendo o Espiritismo” Adenauer Novaes

  7. ContextoHistórico do Século XIX • No Século XIX tivemos um grande número de Espíritos iluminadosque vieram efetuar profundas transformações na conjuntura política, social, científica, cultural e econômica daquela época. • O século XIX foi pródigo em grandes descobertas e no surgimento de novas idéias para a humanidade nos mais diversos campos da ciência, da filosofia, da moral e das artes.

  8. Século XIX – As GrandesTransformações Século XIX – “Século da razão” Foi pródigo em grandes descobertas e no surgimento de novas idéias para a humanidade nos mais diversos campos da ciência, da filosofia, da moral e das artes. Trouxe ao ser humano conhecimentos significativos acerca de sua origem, de sua constituição e de funcionamento de seu corpo.

  9. PensadoresIluministas and Enciclopedistas Voltaire Montesquieu

  10. Rousseau Quesnay

  11. Diderot D’Alembert

  12. Louis XVI Napoleão

  13. Emmanuel cita que estes Espíritos foram instrumentos ativos para a reforma que trouxe a idéia de liberdade. A Caminho da Luz

  14. PERSONAGENS IMPORTANTES DA POLÍTICA E DA LITERATURA Músicos Beethoven Wagner Bellini Rossini Chopin

  15. Pintores Manet Renoir Monet

  16. Escritores Lamartine Victor Hugo Stendhal Zola Goethe

  17. Cientistas Darwin Louis Pasteur Pierre e Marie Curie

  18. O SocialismoMarxista

  19. A humanidade que vivia sob o obscurantismo medieval, alcançou no sec. XIX, sua maioridade. A religião dogmática cedia lugar ao conhecimento firmado na razão e nas ciências para o entendimento espiritual.

  20. SURGIMENTO DO ESPIRITISMO

  21. Os Fenômenos de Hydesville (1848) A mesma época do lançamento do Manifesto Comunista e da efervecência das idéias positivistas e evolucionistas osEspíritos intensificaram suas manifestações, a chamada: “invasão organizada” ArthurConan Doyle (1926)

  22. As Irmãs Fox - 1848 Família Fox: John e Margareth Fox (pais) Kate Fox- 11 anos Margareth Fox- 14 anos Leah Fox- casada e não morava com os pais. Hydesville: vilarejo situado perto da cidade de Rochester-NY.

  23. Irmãs Fox – video (3m38s) • http://youtu.be/ZTk-G8d6klE

  24. Os Fenômenos das Mesas Girantes Em 1855, Sr. Fortier falou ao professorRivail sobre o fenômeno das mesas que giravam e respondiam a perguntas Convidado a assistir as sessões fez estudos e levantou questões aos Espíritos Começa,assim, sua trajetória como Codificador da Doutrina Espírita

  25. Allan Kardec, O Filme • Video (7m57s) • http://youtu.be/yEJjusrSIKY

  26. PentateucoEspírita • O Livro dos Espíritos- 1857- Contém os princípios da doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com o mundo material, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade. • O Livro dos Médiuns- 1861- Trata dos meios de comunicação com o mundo invisível e do desenvolvimento da mediunidade.

  27. O Evangelho Segundo o Espiritismo - 1864Explicação das máximas morais doCristo, a existência, a natureza do mundo espiritual e as relações com o mundo corpóreo. O Céu e o Inferno - 1865 Faz uma análise da Justiça Divina segundo o Espiritismo A Gênese - 1868 Explica os milagres e as predições deJesus. Analisa as origens do Universo e da Terra

  28. Conceito de Doutrina Conjunto de princípios de uma escola literária ou filosófica, de um sistema político, econômico, etc; ou dogmas de uma religião

  29. DoutrinaEspíritaouEspiritismo “Para designaremcoisas novas sãoprecisostermosnovos. Assim o exige a clarezadalinguagem, paraevitar a confusãoinerente à variedade de sentido das mesmaspalavras.” Allan Kardec O Livro dos Espíritos- Introdução

  30. O QUE É O ESPIRITISMO? “O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciênciaprática ele consiste nas relações que se estabelecem entre nós e os Espíritos; como filosofia compreende todas as consequências moraisque dimanam dessas mesmas relações. O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como suas relações com o mundo corporal.” O Que é o Espiritismo – (Allan Kardec ) preâmbulo

  31. Tríplice Aspecto da Doutrina • 1.Cientifico–Concernente as manifestações dos Espíritos. Método analítico ou indutivo. • 2.Filosófico- Trata dos princípios morais, em que se assenta a Doutrina. • L.E- capa: “Filosofia Espiritualista” • “Sua força está na sua filosofia, no apelo que dirige à razão, ao bom senso.” Allan Kardec- L.E- conclusão- VI • 3.Religioso- Relativo a aplicação desses princípios.

  32. O Espiritismo é uma doutrina científica e filosófica de efeitos religiosos, como qualquer filosofia espiritualista . Mas não é uma religião constituída, visto que não tem culto, nem rito, nem templos, nem sacerdotes. “No sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e nós o glorificamos por isso, porque é a doutrina que funda os elos da fraternidade e da comunhão de pensamentos.” Allan Kardec – Revista Espírita – dez 1968

  33. PrincípiosBásicos do Espiritismo

  34. O Espiritismo é a síntese do pensamento da humanidade, fruto do pensamento dos Espíritos e evolui com a evolução da humanidade. O Espiritismo é uma doutrina evolutiva, a qual se desenvolve com a própriahumanidade.

  35. CONCLUSÃO • Ser espírita deve levar o indivíduo a um estado de compreensão da vida que o tornerelativamente feliz consigo mesmo e com seu semelhante. • O Espiritismo possibilita um novo olhar do homem e da realidade à sua volta. • O Espiritismo é uma doutrina evolutiva, a qual se desenvolve com a própriahumanidade. É um saber que se consolida na medida que surgem novas capacidades humanas, e estas têm-se ampliado pela força das coisas, isto é, pela própria evolução natural, e pelos eventos humanos.

  36. CONCLUSÃO (cont.) • Princípioscomo a imortalidade da alma e a evolução espiritual, que antes eram entendidos como tendo alcance exclusivamente após a morte, passam a ter importância para o momento em que se vive. • O espírita deve ser alguém não só muito consciente e adaptado às adversidades da vida, inclusive superando-as, como também um modelo vivo da eficácia de sua crença. • Dizer-se espírita não basta, necessário é tornar-se espírita, o que lhe exigirá a conscientização daqueles princípios e não apenas o conhecimento deles.

  37. Conclusão (final) • Para evoluir não basta cumprir uma missão no campo da prática espírita. É preciso crescer como indivíduo nas dimensões: familiar, intelectual, emocional, sexual, filial, paternal ou maternal, profissional, afetiva, relacional, religiosa, política, etc.

  38. Bibliografia • O LIVRO DOS ESPÍRITOS - Allan Kardec • O QUE É O ESPIRITISMO - Allan Kardec • CONHECENDO O ESPIRITISMO - AdenáuerNovaes • A REVISTA ESPÍRITA- Dez. 1968 – Allan Kardec • A CAMINHO DA LUZ - Emmanuel • A HISTÓRIA DO ESPIRITISMO - Arthur Conan Doyle • SITES: espírito.org/ Portal Espírita

  39. Fim