diretrizes curriculares estaduais l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA NRE-TOLEDO PowerPoint Presentation
Download Presentation
DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA NRE-TOLEDO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 39

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA NRE-TOLEDO - PowerPoint PPT Presentation


  • 101 Views
  • Uploaded on

DIRETRIZES CURRICULARES ESTADUAIS. DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA NRE-TOLEDO. POLÍTICA E CURRÍCULO. Nova Orientação político-econômica Novo projeto de sociedade Re-orientação curricular. DÉCADA DE 1970.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA NRE-TOLEDO' - donny


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
pol tica e curr culo
POLÍTICA E CURRÍCULO

Nova Orientação político-econômica

Novo projeto de sociedade

Re-orientação curricular

d cada de 1970
DÉCADA DE 1970

Lei nº. 5.692/71- “...com o fim das humanidades acabou também, em grande parte, o pensamento crítico, o que significou o fim de toda uma prática de reflexão questionadora que, bem ou mal, tinha-se iniciado nos anos 60”

( ROUANET 1987, p.307).

d cada de 1980
Década de 1980

Na década de 1980, com a consolidação da abertura política e o desenvolvimento da Pedagogia Histórico-Crítica, ganham força as discussões sobre o currículo escolar e o papel da educação na transformação social, política e econômica da sociedade brasileira.

curr culo b sico
Currículo Básico

No Estado do Paraná, o resultado desse processo está materializado no documento denominado Currículo Básico, construído por professores da escola pública.

Objetivo:

Instrumentalizar os trabalhadores com – Trabalho – Ciência – Cultura.

ldb 9 394 96
LDB 9.394/96

No Estado do Paraná, após o lançamento dos PCN, em 1998, a Secretaria de Estado da Educação adota uma política de esvaziamento do conteúdo das disciplinas com a

slide7

ausência de reflexão sistematizada sobre a prática educativa que ali ocorria, com um processo de formação continuada, cujo foco fugia da especificidade do trabalho educativo, e estava situado em programas motivacionais e de sensibilização (...). Pouco se propôs em relação às discussões de conteúdos curriculares e, quando havia algo neste sentido, este era marcado pela divulgação dos Parâmetros Curriculares Nacionais. A formulação e execução de projetos eram individualizados, por professores ou por escola (Arco-Verde, 2006, p.4).

slide8

POLÍTICAS NEOLIBERAIS: O EIXO DO CURRÍCULO

PERSPECTIVA DE SUPERAÇÃO DE BASE MECANICISTA

POSITIVISTA

CURRÍCULO LINEAR

SUPERAR O TRADICIONAL CARTESIANO

FORMAÇÃO SISTÊMICA

CURRÍCULO EM REDE

AMBIENTALISTA

DESENVOLVIMENTO

SUSTENTÁVEL

HOLISMO

EQUILÍBRIO/HARMONIA

AUTO-ESTIMA

POLÍTICA DE FORMAÇÃO

CONTINUADA

slide9

SUPERAÇÃO DA DISCIPLINARIDADE

MULTIDISCIPLINARIDADE

TRANSDISCIPLINARIDADE

PLURIDISCIPLINARIDADE

INTERDISCIPLINARIDADE

POLIDISCIPLINARIDADE

RECONFIGURAÇÃO DO CAPITAL, DO TRABALHO E DO SETOR PRODUTIVO.

TRABALHADOR POLIVALENTE

OUTRA FORMAÇÃO:

PROFESSOR FACILITADOR E ALUNO COMPETENTE

ENSINO SUBMETIDO AOS INTERESSES DO MERCADO DE TRABALHO

slide10

IMPACTO NO CURRÍCULO

A ESCOLA APROPRIA-SE DO DISCURSO E DAS PRÁTICAS

DA PARTICIPAÇÃO, ADAPTAÇÃO, FORMAÇÃO DE VALORES MORAIS,

NOVAS TECNOLOGIAS, SOLIDARIEDADE,

E AÇÕES AFIRMATIVAS.

4 PILARES DA EDUCAÇÃO

PEDAGOGIA DE PROJETOS

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS

QUALIDADE TOTAL NA EDUCAÇÃO

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE

TEMAS TRANSVERSAIS

diretrizes curriculares
DIRETRIZES CURRICULARES

2003 – DIAGNÓSTICO.

2004 – 2005 – EVENTOS E ENCONTROS DESCENTRALIZADOS PARA DISCUSSÃO COLETIVA E SISTEMATIZAÇÃO DO TEXTO.

2006 – DISCUSSÃO COLETIVO SEED REESTRUTURAÇÃO DO TEXTO E EDITORAÇÃO.

diretrizes curriculares12
DIRETRIZES CURRICULARES

2007 – PRIMEIRO SEMESTRE

REVISÃO e EDITORAÇÃO DOS TEXTOS DE DIRETRIZES DOS NÍVEIS E MODALIDADES.

LEITURA CRÍTICA DAS DIRETRIZES CURRICULARES DAS DISCIPLINAS – REVISÃO.

diretrizes curriculares13
DIRETRIZES CURRICULARES

2007 – SEGUNDO SEMESTRE

Encontros presenciais: equipes disciplinares, leitores críticos e secretário de Estado da Educação.

Editoração da versão definitiva das Diretrizes Curriculares – Divulgação fevereiro de 2008.

dce formato
DCE - FORMATO

HISTÓRICO

FUNDAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS

CONTEÚDOS ESTRUTURANTES

ENCAMINHAMENTOS METODOLÓGICOS

AVALIAÇÃO

hist rico
HISTÓRICO

Revisão da História da Disciplina e da ciência de referência;

Identificar os campos de estudo que identificam essa disciplina escolar;

Selecionar entre esses campos de estudo os considerados relevantes para compreender o mundo no atual período histórico;

Seleção – é uma escolha político pedagógica

fundamentos te rico metodol gicos
FUNDAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS

Apresentam a linha teórica à qual as Diretrizes estão vinculadas;

Indicam o por quê essa opção teórica é considerada mais adequada para a formação de um aluno crítico;

Vinculam essa teoria a metodologias de ensino afins.

conte dos estruturantes
CONTEÚDOS ESTRUTURANTES

São datados e interessados;

Têm características diferentes nas diversas disciplinas escolares;

Podem ser conceitos, práticas ou campos de estudo;

conte dos estruturantes18
CONTEÚDOS ESTRUTURANTES

São os conteúdos fundamentais que identificam a disciplina como campo do conhecimento historicamente constituído e socialmente validado;

conte dos estruturantes19
CONTEÚDOS ESTRUTURANTES

Estão vinculados à abordagem teórico-metodológica explicitada nas Diretrizes da disciplina;

Em geral não devem ser seriados. Estabelecem inter relações constantes;

A partir da concepção de Conteúdos Estruturantes, estabelecem-se os conteúdos específicos.

slide20
ARTE

ELEMENTOS FORMAIS

COMPOSIÇÃO

MOVIMENTOS E PERÍODOS

TEMPO E ESPAÇO

biologia
BIOLOGIA

ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS

MECANISMOS BIOLÓGICOS

BIODIVERSIDADE

IMPLICAÇÕES DOS AVANÇOS BIOLÓGICOS NO FENÔMENO VIDA

educa o f sica
EDUCAÇÃO FÍSICA

ESPORTE

GINÁSTICA

DANÇA

JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

LUTAS

ensino religioso
ENSINO RELIGIOSO

PAISAGENS SAGRADAS

TEXTOS SAGRADOS

SÍMBOLOS SAGRADOS

filosofia
FILOSOFIA

MITO E FILOSOFIA

TEORIA DO CONHECIMENTO

ÉTICA

FILOSOFIA POLÍTICA

FILOSOFIA DA CIÊNCIA

ESTÉTICA

f sica
FÍSICA

MOVIMENTO

TERMODINÂMICA

ELETROMAGNESTISMO

geografia
GEOGRAFIA

GEOPOLÍTICA

DIMENSÃO ECONÔMICA DA PRODUÇÃO DO/NO ESPAÇO

DIMENSÃO CULTURAL E DEMOGRÁFICA

DIMENSÃO SOCIOAMBIENTAL

hist ria
HISTÓRIA

ENSINO FUNDAMENTAL

DIMENSÃO CULTURAL

DIMENSÃO POLÍTICA

DIMENSÃO ECONÔMICO-SOCIAL

ENSINO MÉDIO

RELAÇÕES CULTURAIS

RELAÇÕES DE PODER

RELAÇÕES DE TRABALHO

l ngua portuguesa literatura
LÍNGUA PORTUGUESA/LITERATURA

DISCURSO COMO PRÁTICA SOCIAL

matem tica
MATEMÁTICA

MÚMEROS E ALGEBRA

GEOMETRIAS

FUNÇÕES

TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO

qu mica
QUÍMICA

MATÉRIA E SUA NATUREZA

BIOGEOQUÍMICA

QUÍMICA SINTÉTICA

sociologia
SOCIOLOGIA

PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO E AS INSTITUIÇÕES SOCIAIS

TRABALHO, PRODUÇÃO E CLASSES SOCIAIS

MOVIMENTOS SOCIAIS, DIREITOS E CIDADANIA

PODER, POLÍTICA E IDEOLOGIA

CULTURA E INDÚSTRIA CULTURAL

encaminhamento metodol gico
ENCAMINHAMENTO METODOLÓGICO

Sugestões de metodologias de ensino;

Discussão sobre os vínculos que tais metodologias estabelecem com os fundamentos teóricos das disciplinas;

Sugestões de seqüência de conteúdos específicos – Ensino Fundamental e Médio.

avalia o
AVALIAÇÃO

Breve discussão sobre concepção de avaliação;

Especificidades sobre concepção, critérios e instrumentos de avaliação na disciplina;

dce implementa o
DCE – IMPLEMENTAÇÃO

2007:

SEMANA PEDAGÓGICA – PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR E PLANO DE TRABALHO DOCENTE

REUNIÃO TÉCNICA NRE – MARÇO: DISCUSSÃO INICIAL SEED/NRE SOBRE CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

DEB ITINERANTE: IMPLEMENTAÇÃO DAS DCE – VIA DISCUSSÃO DOS CONTEÚDOS ESPECÍFICOS

equipe pedag gica
EQUIPE PEDAGÓGICA

PAPEL FUNDAMENTAL - APOIO AOS PROFESSORES:

ORGANIZAÇÃO DAS PROPOSTAS PEDAGÓGICAS CURRICULARES CONSIDERANDO OS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES DAS DISCIPLINAS.

ORGANIZAÇÃO DO PLANO DE TRABALHO DOCENTE – RELAÇÃO DOS CONTEÚDOS ESTRUTURANTES COM OS CONTEÚDOS ESPECÍFICOS.

dire o
DIREÇÃO

PAPEL FUNDAMENTAL – APOIO À EQUIPE PEDAGÓGICA E AOS PROFESSORES:

INCENTIVO E COBRANÇA DE COERÊNCIA PEDAGÓGICA ENTRE AS DCE E A PRÁTICA DOCENTE;

INCENTIVO PARA USO E DISPONIBILIZAÇÃO DOS ESPAÇOS ESCOLARES PARA PESQUISA E ESTUDO.

slide38

Marco (ato) Situacional

Marco (ato) Conceitual

Marco (ato) operacional

P

L

A

N

E

J

A

M

E

N

T

O

PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO

Apresenta as propostas e linhas de ação, enfrentamentos e organização da escola

Identifica, explicita e analisa os problemas, necessidades e avanços presentes na realidade social, política, econômica, cultural, educacional e suas influências nas práticas educativas da escola

Expressa a opção e os fundamentos teórico-metodológicos da escola

DIRETRIZES CURRICULARES

PLANO DE AÇÃO DA ESCOLA

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR

Considerando o plano como um documento discutido coletivamente, ele organiza e articula ações necessárias para a efetivação do PPP, também construído de forma coletiva

O QUÊ? Conteúdos

COMO? Metodologia e avaliação

POR QUÊ? Fundamentos teóricos

PARA QUÊ? Objetivos

PARA QUEM? Educandos da escola pública

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

- Partindo da Proposta Pedagógica Curricular

- Organiza o ensino e aprendizagem em sala de aula

slide39

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

DIRETRIZES CURRICULARES

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR

CONSIDERANDO NÍVEL E MODALIDADE

O QUÊ? Conteúdos

COMO? Metodologia e avaliação

POR QUÊ? Fundamentos teóricos

PARA QUÊ? Justificativa

PARA QUEM? Educandos da escola pública

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

  • Organiza os conteúdos específicos por bimestre ou semestre – de acordo com o sistema de avaliação da escola.
  • Apresenta os encaminhamentos metodológicos a serem empregados.
  • Estabelece tempo para trabalhar os conteúdos.
  • Apresenta os recursos didáticos, pedagógicos e tecnológicos a serem empregados no processo.
  • Estabelece critérios e estratégias para avaliar o processo desenvolvido.