slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Introdução PowerPoint Presentation
Download Presentation
Introdução

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 55

Introdução - PowerPoint PPT Presentation


  • 131 Views
  • Uploaded on

Introdução. Espíritas! Amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. Conceito. O passe espírita é uma transfusão de energias anímicas e espirituais que alteram o campo celular.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Introdução' - dolph


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
introdu o
Introdução

Espíritas! Amai-vos, este o

primeiro ensinamento;

instruí-vos, este

o segundo.

conceito
Conceito
  • O passe espírita é uma transfusão de energias anímicas e espirituais que alteram o campo celular.
  • Não foi inventado pelo Espiritismo, mas foi estudado por ele e incorporado às práticas espíritas.
hist rico
Histórico
  • Os Sacerdotes no antigo Egito
  • Na Grécia antiga utilizavam práticas hipnóticas
  • Na Idade Média pessoas morriam quando eram descobertas utilizando o magnetismo
hist rico1
Histórico

Os cristãos da Antigüidade difundiram com muita freqüência as práticas magnéticas

hist rico2
Histórico
  • Paracelso, no século XV, surgiu como grande teórico do magnetismo
  • Mesmer foi quem despertou a atenção pública surgindo assim o “Mesmerismo”.
hist rico3
Histórico

Com o Espiritismo, a prática magnética ressurge através do passe espírita.

classifica o
Classificação

Magnético ou Anímico

Mediúnico

Medianímico

Espiritual

passe an mico
Passe Anímico
  • É aquele transmitido pelo indivíduo
  • Utiliza as forças da própria alma
  • Se transfere do corpo do magnetizador para o corpo do enfermo
passe medi nico
Passe Mediúnico
  • É aquele transmitido por passividade do médium
  • Deve-se ter o cuidado tanto do médium imprevidente, como de espíritos zombeteiros
passe median mico
PasseMediAnímico
  • Os espíritos se utilizam dos passistas para atuar nos enfermos
  • Potencializam as forças magnéticas do passista
passe espiritual
PasseEspiritual
  • Os espíritos aplicam o passe diretamente aos enfermos
  • Potencializam as forças anímicas dos médiuns nas reuniões mediúnicas
perisp rito1
Perispírito
  • O laço que une o corpo e o espírito
  • É uma espécie de envoltório semi-material
  • A morte é a destruição do corpo material apenas
perisp rito2
Perispírito
  • O espírito conserva o perispírito depois da morte que constitui para ele um corpo sutil
  • Composição molecular está muito além da avaliação humana
propriedades do perisp rito
Propriedades do perispírito
  • Sensível ao pensamento do seu dono
  • Registra tudo que se passa 360º
  • Sob o comando da vontade é capaz de irradiar-se ou irradiar energias
propriedades do perisp rito1
Propriedades do perispírito
  • Como esponja, absorve as energias que lhe são afins
  • O pensamento é o instrumento da sua manisfestação
  • É onde estão localizados os centros de força
centros de for a
Centros de força
  • Coronário
  • Cerebral
  • Laríngeo
  • Cardíaco
  • Esplênico
  • Gástrico
  • Genésico
fluido
fluido
  • É efeito do Fluido Universal
  • É a matéria tornada invisível, imponderável, que se encontra sob formas cada vez mais sutis
  • Entendido atualmente como “campo energético” e “campo de força”
fluido espiritual
Fluido espiritual
  • Os Espíritos atuam sobre os fluidos espirituais, não manipulando-os como os homens manipulam os gases, mas empregando o pensamento e a vontade.
fluido espiritual1
Fluido espiritual
  • Pelo pensamento, eles imprimem àqueles fluidos tal ou qual direção, os aglomeram, combinam ou dispersam, organizam com eles conjuntos que apresentam uma aparência, uma forma, uma coloração determinada;
fluido vital
Fluido vital
  • É efeito do Fluido Cósmico Universal
  • Localiza-se no Duplo Etérico
  • Fluido mais grosseiro, responsável pela dinâmica da vida orgânica
  • Doamos ou recebemos este fluido
fluido vital1
Fluido vital
  • O pensamento e a vontade são os instrumentos que aceleram a emissão desse fluido, que seguem o trajeto dos condutores naturais, os braços, as mãos e os dedos
  • A expansão desse fluido resulta na nossa aura
campo celular
Campo celular

André Luiz ensina que funciona na intimidade da célula uma espécie de ponto de encontro de matéria e Espírito, indicando o citoplasma como fronteira avançada do ser espiritual e o núcleo como a presença da matéria.

transmiss o e recep o
Transmissão e recepção
  • Como esponja que se embebe de um líquido, o perispírito dos encarnados os assimila facilmente
  • Por sua irradiação e expansão fluídica o perispírito penetra e é penetrado com facilidade
transmiss o e recep o1
Transmissão e recepção
  • O fluido tanto pode ser emitido pelo passista como atraído pelo desejo ardente do paciente de se curar e também por sua FÉ
  • O passista sente a corrente do fluido que o penetra e ao qual serve de condutor
o passista
O Passista
  • O Espiritismo liberta a criatura, através do seu estudo, de pesquisas e experimentações sérias
  • Pontualidade significa responsabilidade e a regularidade facilita a sintonia com o grupo e com os objetivos da tarefa
o passista1
O Passista
  • O verdadeiro médium curador é aquele em que a personalidade se apaga completamente ante a ação espiritual
  • A saúde do passista é uma das condições para a realização do trabalho
o passista2
O Passista
  • A prece representa elemento indispensável para que a alma do passista estabeleça comunhão direta com as forças do bem
  • O asseio mental lhes ensejará autoridade moral, auxiliando o despertar do enfermo para aderir ao processo de auxílio e reagir
higiene pessoal
Higiene pessoal
  • Os desequilíbrios a que submetemos o corpo físico são refletidos no perispírito
  • Alguns odores desarticulam a capacidade de concentração do receptor alguns cheiros também
vestu rio
Vestuário
  • Boa parcela dos encarnados ainda enfrenta problemas relacionados à área da sexualidade
  • E os pinduricários prejudicam a concentração do receptor
alimenta o
Alimentação
  • É permitido ao homem que se alimente de tudo que não prejudique a saúde
  • Observe-se sabendo que todo excesso e também a escassez alimentar é prejudicial ao passe
adoentado
adoentado
  • Vigiai e orai, para que não caia em tentação
  • Avalie junto ao seu grupo de tarefeiros se é melhor você aplicar ou receber o passe
slide38
fumo
  • Os resíduos do fumo no organismo desarmonizam o campo vibratório e lesionam o perispírito do passista
  • A responsabilidade do passista o leva a reduzir ao máximo seu vício
atmosfera flu dica
Atmosferafluídica
  • É um dos elementos principais da saúde do passista
  • Por isso deve buscar a sua melhoria sempre
  • O estudo, o trabalho no bem, a vigilância e a prece são ferramentas de purificação
slide41
sexo
  • A vida sexual a nível mental influencia o desempenho do passista, pois o pensamento atrai energias e companhias positivas e negativas
agita o
agitação
  • Abraçando mais tarefas do que pode dar conta, alguma tarefa ficará prejudicada
  • É preferível não contar com o passista do que raramente contar com ele
a prece
A prece
  • Em síntese, a prece é onda mental acionando os fluidos, fazendo-os envolver a própria pessoa e também beneficiar aos necessitados.
o pensamento
O pensamento
  • No momento em que pensamos, os fluidos à nossa volta se transformam, adquirindo características conforme o tipo de pensamento. É a partir daí que se tornam bons ou maus fluidos, conforme a destinação que lhes damos.
a vontade
A vontade
  • É eficaz para imprimir aos fluidos uma boa direção e uma energia maior. No homem mole e distraído a emissão é fraca. No homem de vontade enérgica a corrente produz o efeito de uma ducha.
passe a dist ncia
Passe a distância
  • Desde que haja sintonia entre aquele que o administra e aquele que recebe. Nesse caso os amigos espirituais se ajustam no trabalho de auxílio.
vamos praticar
Vamos praticar?

Agora chega de teoria apenas, vamos fazer algumas simulações de uma reunião de passe.

vamos praticar1
Vamos praticar?
  • Construir uma sala de passe
  • Criar as tarefas e distribuir para cada pessoa
  • Quem será o passista e quem será o receptor?
vamos praticar2
Vamos praticar?
  • Como deve ser o passe?
  • Dar passe de olho aberto ou fechado?
  • O que devo pensar na hora do passe, como passista e como receptor?
vamos praticar3
Vamos praticar?
  • Como devo movimentar as mãos?
  • Como devo respirar?
  • Posso tocar no receptor?
  • Quanto tempo deve ser cada passe?
vamos praticar4
Vamos praticar?
  • Como devo agir com quem dá passividade?
  • Como devo agir com quem desmaia?
  • O que devo observar na hora do passe?
vamos praticar5
Vamos praticar?
  • Posso conversar com o receptor sobre as minhas percepções sobre seu estado físico ou espiritual?
  • Como agir se percebo que existe um receptor que toda vez que toma passe escolhe o assento à minha frente?
vamos praticar6
Vamos praticar?
  • Como agir com a mãe ou pai que traz criança ao colo?
  • Como agir com a criança inquieta?
  • Como agir se outro passista dá passividade?
vamos praticar7
Vamos praticar?
  • O que fazer se não conseguimos nos concentrar na tarefa?
  • O que podemos mais observar durante o passe?
continuando
Continuando...

Faze portanto, a “imposição das mãos”, com o amor e a “fé que remove montanhas”, em benefício do teu próximo, conforme gostarás que ele faça contigo, quando for a tua vez de necessidade.