Download
qos ethernet e vlans n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
QoS Ethernet e VLANs PowerPoint Presentation
Download Presentation
QoS Ethernet e VLANs

QoS Ethernet e VLANs

158 Views Download Presentation
Download Presentation

QoS Ethernet e VLANs

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. QoS Ethernet e VLANs Redes de Computadores

  2. QoS Ethernet • A família Ethernet, padronizada pela série 802.3x tornou-se o modelo de LAN mais utilizado na atualidade, e sua utilização está se estendendo também a criação de enlaces WAN. • IEEE 802.1z (1 Gbe) e 10 Gbe (10 Gigabit Ethernet)

  3. QoS Ethernet • A importância do IEEE 802.3x motivou o IEEE a propor extensões do padrão original para suportar QoS: • IEEE 802.1Q: define o funcionamento de VLANs • Acrescenta dois campos no quadro: • Identificador de VLAN • Prioridade • IEEE 802.1p: define o uso do campo prioridade.

  4. Quadros Ethernet >= 1536 Ethernet I & II CRC (4 bytes) Dados (46 a 1500 bytes) MAC origem (6 bytes) MAC destino (6 bytes) Tipo Proto. (2 bytes) IEEE 802.3 < 1536 Tamanho (2 bytes) Dados (46 a 1500 bytes) CRC (4 bytes) MAC origem (6 bytes) MAC destino (6 bytes) IEEE 802.1Q MAC origem (6 bytes) MAC destino (6 bytes) Tipo Proto (2 bytes) VLAN id e prioridade (2 bytes) Dados (46 a 1500 bytes) CRC (4 bytes) Tipo 802.1Q = 0x8100 Prioridade (3 bits) + CF (1bit) + VLANID (12 bits)

  5. LANS Virtuais • SEGMENTO = Domínio de Colisão • Os computadores de um Hub estão no mesmo segmento físico. • VLAN = Domínio de Broadcast • O tráfego de broadcast pode passar de uma VLAN para outra apenas através de um roteador. FF.FF.FF.FF.FF.FF SWITCH B FF.FF.FF.FF.FF.FF FF.FF.FF.FF.FF.FF A,B,C: VLAN 1 D,E: VLAN 2 A C D E

  6. Interligação de Switches B C VLAN 2 VLAN 2 SWITCH SWITCH VLAN 1,2,3 VLAN 1 D A TRUNK ACCESS VLAN 3 VLAN 1,2,3 VLAN 1,2,3 Interface Trunk: Tráfego de Várias VLANs IEEE 802.1Q SWITCH VLAN 2 Interface de Acesso: Tráfego de uma única VLAN IEEE 802.3 E

  7. Modos das Portas de Switch • As portas de um switch pode trabalhar em dois modos: • Modo Access • Cada porta do switch pertence a uma única VLAN. • Quadros Ethernet: Formato Normal. • Modo Trunk • O tráfego de múltiplas VLANs é multiplexado em um único link físico. • Usualmente interconectam switches. • Quadros Ethernet: formato especial (VLAN). • Apenas computadores com placas especiais podem se conectar a essas portas.

  8. Protocolos Trunk • Os quadros nas interfaces Trunk são formatados em quadros especiais para identificar a quais LANs eles pertencem. • O IEEE 802.1Q é um protocolo para inteface Trunk. 2 Bytes 6 Bytes 6 Bytes 2 Bytes 4 Bytes Dados CRC Endereço Físico de Destino Endereço Físico de Origem Identificador de Tipo de VLAN Prioridade e VLAN ID Esses campos são removidos quando o quadro é enviado para uma interface do tipo access.

  9. Comandos para o Switch • 1) Configuração das portas dos computadores • set port vlan 11 1/1-2 • set port vlan 12 1/3-4 • set port level 1/1-2 0 • set port level 1/3-4 6 • 2) Configuração da porta trunk • set trunk 1/12 dot1q • set port vlan-binding-mode 1/12 bind-to-configured

  10. Exercício • Crie duas sub-interfaces para cada porta do roteador, e atribua o identificador de VLAN para cada uma delas. 1 2 rede 1 192.168.1.0/25 192.168.2.0/24 T rede 2 192.168.1.0/24 192.168.2.0/24 T 1 2

  11. Loops em Cascateamento de Switches • Os switches criam tabelas de encaminhamento escutando os endereços MAC de origem enviado para suas portas. C,D A,B A B C D

  12. Cascateamento de Switches C,D,E,F E,F A,B A B C D A,B,C,D E F

  13. Cascateamento de Switches A,B,C,D,E,F A,B,C,D,E,F A,B,C,D,E,F A,B,C,D,E,F A B C D A,B,C,D,E,F A,B,C,D,E,F E F

  14. Princípio do STP: Spanning-Tree • O STP é executado em cada switch da rede • Princípio: • Somente um caminho ativo pode existir entre 2 estações na rede • Bloquear as portas que impliquem em loops fechados. • A estratégia consiste em escolher um switch como Root, e construir uma árvore como o menor caminho até o Root.

  15. SPT • O STP utiliza um protocolo chamado BPDU: • Bridge Protocol Data Unit • Mensagens em Multicast (MAC) • DE: 0x0180C20000000 • ATÉ: 0x0180C20000010 • STP funciona continuamente, de maneira a refletir mudanças de topologia na rede. • Se SPT está ativo, os pacotes multicast são recebidos, mas não encaminhados. • Se SPT está desativo, os pacotes multicast são encaminhados como multicast desconhecido.

  16. Topologia STP As portas na direção oposta ao root são chamadas de designadas. A RP RP B C RP D As portas na direção do root são chamadas porta Root

  17. BPDU: Padrão IEEE 802.1D

  18. Comandos no Switch • show spantree [<mod_num>[/<port_num>]] • set spantree {enable|disable} • set port spantree {enable|disable}[module/port] • set port spantree priority [module/port] [value] • set port spantree cost [module/port] [value]

  19. Outros Comandos • Tabela MAC • clear cam • show cam [<mod_num>[/<port_num>]] • show cam mac <mac_addr> • Trunk • show trunk [<mod_num>[/<port_num>]] • Gerência por telnet • Set interface inband vlan ip mascara • set inband vlan 1