sebrae distrito federal n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
SEBRAE DISTRITO FEDERAL PowerPoint Presentation
Download Presentation
SEBRAE DISTRITO FEDERAL

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 42

SEBRAE DISTRITO FEDERAL - PowerPoint PPT Presentation


  • 98 Views
  • Uploaded on

SEBRAE DISTRITO FEDERAL. GRUPOSP. PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO GESTÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA Profª Arq . ASSUNTA VIOLA 1º SEM. 1012 Arq . Adilson D. V. Ruiz.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'SEBRAE DISTRITO FEDERAL' - devona


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide2

PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO

GESTÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA

ProfªArq. ASSUNTA VIOLA

1º SEM. 1012

Arq. Adilson D. V. Ruiz

slide3

Partindo de elementos francamente modernos, o projeto da sede do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, SebraeDF, de autoria dos arquitetos Álvaro Puntoni, Luciano Margotto Soares, João Sodré e Jonathan Davies, tem acumulado prêmios e reconhecimento da crítica, foi um dos vencedores do premio da APCA, foi selecionado através de concurso público, tendo a frente o escritório GRUPOSP.

Ficha técnicaLocal Brasília, DFInício do projeto2008Conclusão da obra 2010Área do terreno 10.000 m2Área construída 25.000 m2Arquitetura, interiores e comunicação visualÁlvaro Puntoni, Luciano Margotto Soares, João Sodré e Jonathan Davies (autores); Amanda Spadotto, Cristina Tosta, Camila Obniski, Daniela Pochetto, Fabiana Cyon, Flávio Castro, João Carlos Yamamoto, José Paulo Gouvêa, Juliana Braga, Luís Carlos Dias e Roberta Cevada (colaboradores); André Nunes, Júlia Valiengo, Júlia Caio, Isabel Nassif, Rafael Murolo, Rafael Neves e Raphael Souza (estagiários)Luminotécnica Ricardo HederEstrutura Kurkdjian & Fruchtengarten - Jorge ZavenKurkdjian e Julio FruchtengartenPaisagismo CAP - Fernando Magalhães Chacel e Sidney LinharesHidráulica e elétricaPHE - WangMouSuong, Ulisses Tavano e Roberto ChendesClimatização Thermoplan - EizoKosaiEcoeficiência Ambiental - Luís Carlos Chichierchio e Juliette Haase de AzevedoAutomação, segurança predial, áudio e vídeo Bettoni Automação e Segurança - Roberto Luigi Bettoni, Aires Craveiro e Victor VainerTransporte vertical Empro - Moacyr MottaImpermeabilização Proassp - Virgínia PezzoloContenções Engedat e ProjetoCaixilhos Dinaflex - André MehesOrçamento Nova Engenharia - Mauro ZaidanPainel artístico Ralph GehreMaquete GaúManzi, Fábio Gionco e José Paulo GouvêaConstrução Termoeste - Oranor Borges de Castro, Vinícius Freitas de Castro, Carlos Borges Guimarães, Rosângela Nunes de Almeida, Pedro Henrique de Oliveira, Fernando VahiaTerzella e Bruno Bessel Massouh

FotosNelson Kon

ALVARO PUNTONI

LUCIANO MARGOTO SOARES

JOÃO SODRÉ

JONATHAN DAVIES

local bras lia d f asa sul
LOCAL - BRASÍLIA D.F. ASA SUL

PLANO URBANÍSTICO 1957 - LÚCIO COSTA

congresso nacional lago parano
CONGRESSO NACIONAL LAGO PARANOÁ

CONGRESSO

LAGO PARANOÁ

slide8

O partido adotado no projeto responde a um só tempo às condicionantes urbanísticas de Brasília – incluindo as características topográficas do terreno – e ao caráter da arquitetura que se pretende para a nova sede do SEBRAE NACIONAL.

PROPOSTA

Ênfase na espacialidade interna, objetivando a integração dos usuários assim como da paisagem construída e natural;

Máxima flexibilidade para a organização dos escritórios;

Preocupação em se obter ótimo desempenho ambiental e econômico.

concursosdeprojeto org portal e revista eletr nica concursos de arquitetura e urbanismo refer ncia
concursosdeprojeto.org| portal e revista eletrônica | concursos de arquitetura e urbanismo |REFERÊNCIA

O PÁTIO

Todo o conjunto se desenvolve a partir de uma espacialidade interior. Desenvolvido em planta, o vazio adquire grande presença no interior do conjunto, na forma de pátio onde se localizam as atividades mais públicas. Ao redor desta praça interna, no térreo inferior encontra-se o espaço de formação e treinamento, salas multiuso, auditório, biblioteca e a cafeteria, enquanto no térreo superior estão os principais acessos do conjunto, com varandas abertas à cidade e ao lago.

A TOPOGRAFIA E O SENTIDO ESPACIAL: O TÉRREO MULTIPLICADO

São dois os térreos. Optou-se por abrir um plano construído abaixo do nível da soleira, integrando-o verticalmente ao nível dos acessos, como térreos multiplicados, iluminados e ventilados pelo espaço livre que os circunscrevem, o que lhes concede expressão arquitetônica. O chão do edifício, público, é construído, portanto, distinto do terreno natural que o circunda, destinado às áreas verdes permeáveis.

slide10

DISTRIBUIÇÃO DO PROGRAMA

O arranjo do programa está diretamente ligado com a disposição das peças edificadas no terreno. Na base do conjunto (térreo inferior e térreo superior) encontram-se as funções coletivas, as atividades que por vezes recebem colaboradores ou público externo. Estes espaços estão organizados e articulados pela Praça de Estar, marcada ainda pela presença do auditório. As funções administrativas e o corpo diretivo estão concentrados nos pavimentos superiores. Nos pavimentos inferiores está localizada a garagem e as atividades administrativas relacionadas à serviços e manutenção predial.

OS ESCRITÓRIOS: MODULARIDADE E FLEXIBILIDADE

O projeto dos espaços de trabalho admite alterações de arranjos, tanto para os espaços, quanto para os componentes de instalações prediais e de infra-estrutura – piso elevado, forro e ausência de pilares no meio dos pavimentos. A área disponível para os escritórios é, realmente, livre.

slide11

ACABAMENTO E EXPRESSÃO ARQUITETÔNICA

A expressão arquitetônica do conjunto arquitetônico proposto está estreitamente vinculada às decisões de projeto que concorrem no sentido de proporcionar uma obra organizada e eficiente com redução estratégica das ações construtivas. As estruturas serão tratadas e permanecerão aparentes, evidenciando-se a plasticidade do aço e concreto. Os painéis metálicos quebra-sóis garantem a integridade do conjunto. Em linhas gerais o edifício contrastará a cor natural dos materiais utilizados, o branco da estrutura metálica, o azul do céu e o verde da paisagem envoltória.

O conjunto edificado, com o térreo aberto permitirá visuais alongadas, sublinhando a possibilidade de extensão do chão público sem comprometer o gabarito que resguarda o céu de Brasília e que estará presente no grande espaço central conformado. Finalmente, a delicada curva do castelo de serviços na face norte, além de ceder parte do terreno para cidade marca a singularidade desta construção, nem pretensamente palácio nem isolada, mas superfície convergente e multiplicadora da urbe, sua história, sua vida.

slide12

ACESSO / OESTE

VISTA LAGOA / LESTE

slide13

LESTE/NORTE

LESTE

OESTE/ACESSO

NORTE/OESTE

slide14

ACESSO ESTACIONAMENTOS

ACESSO ESTACIONAMENTOS 1° / 2° SUBSOLO.

ESTACIONAMENTO 1° SUBSOLO.

ESTACIONAMENTO 2° SUBSOLO.

slide15

NORTE/AUDITÓRIO

OESTE/AUDITÓRIO/ARTICULAÇÃO

OESTE/VISTA/ARTICULAÇÃO

slide17

ACESSO

TÉRREO

TÉRREO INFERIOR

ACESSO /ESCADA/ELEVADOR

slide18

LADO SUL

ESPELHO DÁGUA/LADO OESTE

TÉRREO

slide21

Acesso à passarela (entre a esquadria e os brises) para o manuseio e manutenção , sistema em aço.