slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
O USO DAS TÉCNICAS CARTOGRÁFICAS COMO RECURSO DE ANÁLISE DO ESPAÇO GEOGRÁFICO PowerPoint Presentation
Download Presentation
O USO DAS TÉCNICAS CARTOGRÁFICAS COMO RECURSO DE ANÁLISE DO ESPAÇO GEOGRÁFICO

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 29

O USO DAS TÉCNICAS CARTOGRÁFICAS COMO RECURSO DE ANÁLISE DO ESPAÇO GEOGRÁFICO - PowerPoint PPT Presentation


  • 102 Views
  • Uploaded on

O USO DAS TÉCNICAS CARTOGRÁFICAS COMO RECURSO DE ANÁLISE DO ESPAÇO GEOGRÁFICO A Geografia e suas Tecnologias Espaço geográfico: razão e emoção Cartografia:

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'O USO DAS TÉCNICAS CARTOGRÁFICAS COMO RECURSO DE ANÁLISE DO ESPAÇO GEOGRÁFICO' - denim


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

O USO DAS TÉCNICAS CARTOGRÁFICAS COMO RECURSO DE ANÁLISE DO ESPAÇO GEOGRÁFICO

  • A Geografia e suas Tecnologias
  • Espaço geográfico: razão e emoção
  • Cartografia:
    • A necessidade de conhecer aonde habitamos, de forma que possamos nos localizar e, portanto navegar no meio em que vivemos, estimulou o surgimento e o desenvolvimento da Cartografia. Com a Cartografia somos capazes de documentar o conhecimento sobre a superfície terrestre.
    • Defini-se Cartografia como sendo:
    • “A arte de conceber, de levantar, de redigir e de divulgar os mapas.”
    • “ A arte, a ciência e tecnologia de mapeamento, juntamente com seus estudos como documentos científicos e trabalhos de arte.”
slide2

Desenvolvimento da Cartografia:

    • A Cartografia data da pré-história quando era usada para delimitar território de caça e pesca

http://augustocvp.files.wordpress.com/2010/03/pintura-rupestre.jpg ACESSADO EM 28-02-2011

slide3

O mapa mais antigo já encontrado foi confeccionado na Suméria, em uma pequena tábua de argila. Desenhado por volta de 2.300 a. C., medindo 7 cm, ele mostra o Rio Eufrates cercado por montanhas.

http://2.bp.blogspot.com/_RmjizkgwRV4/S4AkYNx7GpI/AAAAAAAAAsk/SEIcvEjAxqs/s1600-h/Ga-Sur.jpg- acessado em 28-02-2011

http://4.bp.blogspot.com/_RmjizkgwRV4/S4Akiov7zJI/AAAAAAAAAss/zgtl3aPFs1A/s1600-h/mapa_ga-sur3.jpg - acessado em 28-02-2011

slide4

As representações mais antigas do espaço não apresentavam os elementos essenciais exigidos pela Cartografia, sendo eles:

Elementos essenciais

na Cartografia

  • Título: identifica o assunto do mapa.
  • Legenda: identifica o significado das cores e símbolos usados no mapa.
  • -Orientação: permite direcionar corretamente o mapa em relação aos pontos cardeais, colaterais e subcolaterais (Rosa-dos-Ventos).
  • -Escala: estabelece a proporção entre o espaço real (Km, m) e sua representação no mapa em centímetros.
  • -Fonte: indica quem é o responsável pela elaboração do mapa.
slide5

A Grécia desenvolveu as bases científicas da observação.

    • A escola pitagórica e o sábio Aristóteles desenvolveram a idéia de esfericidade da Terra, medida por Eratóstenes.
    • Hiparco e a matemática idealizaram o sistema de coordenadas.
    • Ptolomeu lançou as bases da geografia matemática e da cartografia em seu trabalho clássico “Guia de Geografia”. Criou a Teoria Geocêntrica.

ERATÓSTENES E O CÁLCULO

DA CIRCUNFERÊNCIA DA TERRA

Fonte: http://www.somatematica.com.br/biograf/erat.php - acesso em 28-02-2011

Ao meio-dia de 22 de junho, a luz do sol brilhava diretamente até o fundo de um poço profundo em Syene e era refletida de volta para cima, em linha reta, mostrando, desta forma, que o sol estava diretamente acima. Usando geometria simples, Eratóstenes mostrou que existe um ângulo de 7,2º entre Alexandria e Syene, o que corresponde a 1/50 de um círculo. Viajava-se de Syene a Alexandria com freqüência e sabia-se que a distância media 5 mil estádios. Então, Eratóstenes calculou que a Terra tinha 50 x 5 mil estádios. O 50 foi encontrado dividindo os 360º da circunferência da Terra por 7,2º, ângulo formado pelos raios de Sol sobre Alexandria.

slide6

Essa imagem explica o raciocínio usado por Eratóstenes para calcular a circunferência da Terra.

slide7

Para Eratóstenes a sombra que os raios solares faziam sobre Alexandria provava que a Terra não era plana mas sim esférica. Ele defendia que se a Terra fosse plana os raios solares não formariam sombra em nenhuma parte da Terra.

Os povos antigos também defenderam que o fato de um navio vindo ao longe só ir sendo visto aos poucos provava que a Terra não era plana. Segundo essa teoria a curvatura da Terra esconderia o navio que ao se aproximar ia se tornando visível aos poucos, começando pelas suas partes mais altas.

slide8

Figura 1: Mapa-múndi de Ptolomeu. As bases desse mapa foram criadas em Alexandria, por isso os detalhes do Mediterrâneo Oriental são mais próximos da realidade. Há somente três continentes, Europa, Ásia e África; a Linha do Equador foi assinalada. As cabeças em torno do mapa representam os ventos. Fonte: http://greciantiga.org/img/index.asp?num=0026. Acesso em 16/02/2011.

slide9

Desenvolvimento da Cartografia:

    • Durante a Idade Média a Cartografia sofreu um período de estagnação e até retrocesso. A influência religiosa foi marcante em todo o período medieval e os mapas mais utilizados eram os de T em O.

Figura 2: Mapa-múndi TO, século XII. Fonte: http://geografiamb2.wordpress.com/2009/03/18/aula-cartografia-19032009-prof-andre/. Acesso em 16/02/2011.

Figura 3: Mapa-múndi TO. Fonte: http://www.quehistoriaeessa.com/. Acesso em 16/02/2011.

slide10

PLANISFÉRIO DE CANTINO: Alberto Cantino era um agente secreto italiano que se infiltrou na corte portuguesa para conseguir um planisfério com as últimas descobertas das explorações marítimas da época.

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/f/fc/Cantino_Planisphere.jpg/300px-Cantino_Planisphere.jpg - acessado em 28-02-2011

slide11

Desenvolvimento da Cartografia:

    • Nicolau Copérnico e a Teoria Heliocêntrica.
    • Galileu Galilei.
    • O ciclo das Grandes Navegações foi o responsável pela retomada do progresso na Cartografia e a introdução de novas áreas mapeadas e de novas técnicas de mapeamento.

Figura 4: Mapa-múndiTypvsOrbisVniversalis, 1561. Fonte: http://www.picasaweb.google.com . Acesso em 16/02/2011.

slide12

Desenvolvimento da Cartografia:

    • Nesse contexto surge a projeção desenvolvida por Gerard Mercator, própria para mapas náuticos, segundo a qual os meridianos são ângulos retos aos paralelos de latitude.

Figura 4: Projeção de Mercator, 1569. Fonte: http://www.territorioscuola.com/wikipedia/pt.wikipedia.php?title=Ficheiro:Mercator_1569.png. Acesso em 16/02/2011.

slide13

MAPA-MUNDI POLÍTICO

http://blogalize.net/wp-content/uploads/2009/11/mapa-mundi.jpg - ACESSADO EM 28-02-2011

slide14

Desenvolvimento da Cartografia:

    • Durante muito tempo, os mapas foram confeccionados a partir de observações diretas dos viajantes.
    • Atualmente, os mapas são confeccionados por meio do uso de tecnologias modernas de sensoriamento remoto (imagens aéreas e imagens de satélites).
    • Exemplos de satélites artificiais:
      • Landsat 5 e 7.
      • CBERS 2B.
      • NOAA.
      • Quickbird.
slide15

Imagens de Satélites

Figura 5: Imagem do NOAA. Fonte: INPE/CPTEC .

slide16

Imagens de Satélites

Figura 6: Imagem do Meteosat. Fonte: INPE/CPTEC .

slide17

Imagens de Satélites

Figura 7: Imagem do Landsat 7 na composição de bandas R5, G4, B3. Baixada Santista, SP, Brasil.

slide18

Imagens de Satélites

Figura 8: Imagem do Landsat 7 na composição de bandas R3, G2, B1. Baixada Santista, SP, Brasil.

slide19

Imagens de Satélites

Figura 9: Imagem da Esplanada dos Ministérios – Brasília, DF, Brasil.

slide20

Imagens de Satélites

Figura 10: Imagem do Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

slide21

Aerofotos

    • Aerofotogrametria ou foto-interpretação são técnicas ou sistemas de obtenção de informações e/ou dados quantitativos tendo como material base as fotografias aereas.

Figura 11: Linhas de voo. Fonte: CEFET/SC.

Figura 12: Recobrimento longitudinal e lateral. Fonte: CEFET/SC.

slide22

Aerofotos

Figura 13: Foto aérea do cerrado brasileiro. Fonte: IBGE.

slide23

ORIENTAÇÃO PELO SOL

http://www.tiobill.com.br/dicas/di_orientacao_pelo_sol.jpg - ACESSADO EM 28-02-2011

slide24

ORIENTAÇÃO PELO CRUZEIRO DO SUL

http://2.bp.blogspot.com/_taE-CTXOHPg/TI-qFS9_URI/AAAAAAAAAC0/Bu5--x_Nvng/s1600/Orienta%C3%A7%C3%A3o+pelo+Cruzeiro+do+Sul.jpg – ACESSADO EM 28-02-2011.

slide25

ORIENTAÇÃO PELA ESTRELA POLAR

http://geocities.ws/jacksonalexandre/Orientacao/Orientacao/Estrelas5.gif - ACESSADO EM 28-02-2011.

slide26

Orientação pelo Sol com o Relógio

HEMISFÉRIO NORTE

Para o Hemisfério Norte (onde se encontra Portugal) o método a usar é o seguinte: mantendo o relógio na horizontal, com o mostrador para cima, procura-se uma posição em que o ponteiro das horas esteja na direção do sol. A bissetriz do menor ângulo formado pelo ponteiro das horas e pela linha das 12h define a direção Norte-Sul.

HEMISFÉRIO SUL

No caso do Hemisfério Sul, o método é semelhante, só que, neste caso, é a linha das 12h que fica na direção do sol, fazendo-se depois do mesmo modo a bissetriz entre o ponteiro das horas e a linha das 12h.

http://grupoadventury.br.tripod.com/Materiais/Orientacao.htm - ACESSADO EM 28-02-2011

slide28

O USO DA BÚSSOLA

http://www.blogdajulieta.com.br/wp-content/uploads/2010/07/bussola.jpg - ACESSADO EM 01-03-2011

http://www.kalipedia.com/kalipediamedia/cienciasnaturales/media/200704/17/tierrayuniverso/20070417klpcnatun_40.Ees.SCO.png

slide29

SISTEMA GPS

http://www.vivasemfio.com/blog_images/satelites_terra.gif - ACESSADO EM 28-02-2011