arte e realidade o belo e a quest o do gosto arte e t cnica a fun o social da arte n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ESTÉTICA PowerPoint Presentation
Download Presentation
ESTÉTICA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

ESTÉTICA - PowerPoint PPT Presentation


  • 175 Views
  • Uploaded on

Arte e realidade O belo e a questão do gosto Arte e Técnica A função social da arte. ESTÉTICA. É uma forma de o ser humano marcar sua presença no mundo, criando objetos (quadros, filmes, músicas, esculturas, vídeos e etc.) que oferecem uma interpretação da realidade tanto quanto uma frase. .

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'ESTÉTICA' - delling


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
arte e realidade o belo e a quest o do gosto arte e t cnica a fun o social da arte
FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Arte e realidade

O belo e a questão do gosto

Arte e Técnica

A função social da arte

ESTÉTICA

o que arte

É uma forma de o ser humano marcar sua presença no mundo, criando objetos (quadros, filmes, músicas, esculturas, vídeos e etc.) que oferecem uma interpretação da realidade tanto quanto uma frase.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

O que é Arte?
est tica

Filosofia da arte: ciência do belo e que estuda as leis gerais da crítica e do gosto, aplicada à avaliação e apreciação dos produtos da inteligência humana sob o ponto de vista artístico.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

ESTÉTICA
arte e realidade imita o e apresenta o

Arte naIdadeAntiga:

Platão: mímesis= Cópia / Mundo das Idéias.

O que é Mímesis?

É um conceito que provêem dos gregos, a fim de analisar o que seria o belo.

Aristóteles = Representação / Vê p/ representar.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Arte e realidade: imitação e apresentação
arte no humano

Imaginação + Realidade= Representação

  • Homem (sujeito) apresenta/representa o objeto pensado
  • Homem – Pensa o objeto
          • ARTE expressa o OBJETO

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Arte no humano
o belo e a quest o do gosto

Distinção entre juízos estéticos, morais e lógicos.

A estética é um ramo da filosofia que se ocupa das questões tradicionalmente ligadas à arte, como o belo, o feio, o gosto, os estilos e as teorias da criação e da percepção artísticas.

A palavra ESTÉTICA vem do grego aisthesis e significa “faculdade de sentir”,compreensão pelos sentidos”, percepção totalizante”.

Há três funções para a obra de arte, são elas: natural, formal e pragmática.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

O belo e a questão do gosto
diferen a de ju zos

Juízo de estético e juízo de gosto

Será que podemos definir o que é a beleza? Ou é um conceito relativo, que vai depender da época, do país, da pessoa, enfim?

  • BELEZA: é um valor objetivo, que pertence ao sujeito e que, portanto, poderá mudar de indivíduo para indivíduo?
  • FEIO: Colocações que são feitas sobre o belo.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Diferença de Juízos
ju zo de gosto

A questão do gosto não pode ser encarada como uma preferência arbitrária e imperiosa da nossa subjetividade.

Quando o gosto é assim entendido, nosso julgamento estético decide o que PREFERIMOS em função do que SOMOS.

GOSTO É PESSOAL ! E não SOCIAL!

Estética : Conhecer ≠ Preferir !!!

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Juízo de gosto
fun es da arte

Função Pragmática ou utilitária: a arte serve como meio para se alcançar um fim não artístico, não sendo valorizada por si mesmo, mas só pela sua finalidade.

Ex: Id. Antiga: Esculturas dos faraós.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Funções da Arte
fun es da arte1

Função Naturalista: o interesse está mais voltado para o conteúdo da obra do que para o seu modo de apresentação.

Ex: É o caso dos retratos feito por pintores.

Função Formalista: visa a forma de apresentação da obra, forma que contribui decisivamente para o significado da obra de arte.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Funções da Arte
arte e t cnica

Relação entre Arte e Técnica.

Para se fazer uma arte é fundamental a técnica de construção para chegar a obra, e cada técnica vai ser introduzida conforme o artista vislumbra a sua arte.

Distinguir as inovações tecnológicas e sua influência na arte.

Programas de computadores são arte? E o artista é quem? Como poderíamos definir uma figura do computador para uma feita pelo artista.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Arte e técnica
a fun o social da arte

Relação entre Arte e sociedade

A sociedade criou dois modelos de Arte: a arte da cultura erudita e arte da elite.

Arte de Elite: implica um esforço para captar o significado da existência humana; desenvolvimento da linguagem artística; exige do público uma mudança de vê o mundo.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

A função social da arte
o que a ind stria cultural

A cultura de massa, às vezes chamada de arte da massa, é constituída por aqueles produtos da indústria cultural que destinam à sociedade de consumo e que visam responder ao “gosto médio” da população de um país ou, do mundo.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

O que é a Indústria cultural?
industria cultural

CARACTERIZAÇÃO:

  • A cultura de massa caracteriza-se por:
  • Ser produzida por um grupo de profissionais que pertence a uma classe social diferente do público a que se destina;
  • Ser dirigida pela demanda, passando, portanto, por modismos;
  • Ser feita para um público semiculto e passivo; o “povo”, nesse caso, é só o alvo da produção, não sua origem;
  • Visar o divertimento como meio de passar o tempo.

FILOSOFIA Profa. Maísa C. Lopes

Industria Cultural