OBJETIVOS DA PASTORAL DO TURISMO - PowerPoint PPT Presentation

darren
objetivos da pastoral do turismo n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
OBJETIVOS DA PASTORAL DO TURISMO PowerPoint Presentation
Download Presentation
OBJETIVOS DA PASTORAL DO TURISMO

play fullscreen
1 / 12
Download Presentation
OBJETIVOS DA PASTORAL DO TURISMO
65 Views
Download Presentation

OBJETIVOS DA PASTORAL DO TURISMO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. OBJETIVOS DA PASTORAL DO TURISMO ORIENTAÇÕES PARA AS DIOCESES

  2. Objetivos 1. Oferecer uma visão cristã do turismo: • Que conduza os fiéis a viverem esta realidade com um compromisso de fé e de testemunho e com uma atitude missionária; • Tal objetivo deve ser tido em conta na pregação, na catequese e nos meios de comunicação social. • Analogamente, procurar-se-á que nas escolas seja oferecida uma formação adequada para apreciar os valores do turismo em consonância com a dignidade e o desenvolvimento das pessoas singulares e dos povos.

  3. Objetivos 2. Formar operadores pastorais: • Que possam promover de modo específico o trabalho pastoral neste setor; • Quando as necessidades da diocese o exijam, oferecer-se-á a alguns sacerdotes e leigos idóneos a oportunidade de uma mais ampla formação específica.

  4. Objetivos 3. Estudar a realidade do turismo na diocese: • Formular os critérios pastorais; • Propor nos Conselhos Presbiterais e Pastorais as ações a promover; • Desenvolver a atenção religiosa aos turistas: • Integrada no programa diocesano de atividade pastoral; • Em termos adaptados à língua e cultura, sem dissabores para a comunidade local.

  5. Objetivos 4. Adotar medidas, nos períodos de maior afluência turística, para otimizar o serviço das paróquias mais visitadas, prevendo, se necessário: • A deslocação de sacerdotes de outras paróquias; • A colaboração de outras dioceses ou de outros países.

  6. Objetivos 5. Apresentar o acolhimento aos turistas, por parte da Igreja Diocesana: • Através de uma carta do Bispo Diocesano, especialmente nos períodos de uma mais intensa atividade turística; • Através de subsídios que facilitem a informação e a participação nas celebrações e na vida da Igreja local.

  7. Objetivos 6. Promover a formação de grupos e associações, assim como a colaboração de voluntários: • Para a gestão do património da Igreja, aberto aos visitantes; • Para o acolhimento aos turistas; • Permitindo oferecer-lhes horários de abertura suficientemente dilatados.

  8. Objetivos 7. Criar paróquias e centros comunitários mais adequados à pastoral do turismo: • Tendo em conta as novas realidades urbanísticas e sociais.

  9. Objetivos 8.Promover contactos com os responsáveis de outras confissões cristãs: • Com o objetivo de tomar medidas que possam contribuir para um melhor serviço religioso dos fiéis; • Seguindo os critérios e as normas estabelecidas pela Santa Sé e pelas Conferências Episcopais.

  10. Objetivos 9. Encorajar a colaboração com: • As autoridades públicas e administrativas locais; • Com as associações de operadores e trabalhadores do setor; • As demais organizações interessadas no turismo.

  11. Objetivos 10. Criar uma Comissão Diocesana de Pastoral do Turismo: • Que coordene e impulsione a pastoral do setor; • Constituída por especialistas das diversas categorias de pessoas do mundo do turismo.

  12. «O turismo é uma dimensão que a pastoral diocesana deve considerar como sua componente quotidiana e, como tal, figurar entre os setores que são objeto de atenção regular da parte do Ordinário do lugar e dos seus Conselhos Consultivos». In Pontifício Conselho para a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes – Orientações para a Pastoral do Turismo. Vaticano, 29 de Junho de 2001, nº 34 (Trad. de D. Manuel Quintas, Bispo do Algarve).