occluded artery trial oat n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Occluded Artery Trial (OAT) PowerPoint Presentation
Download Presentation
Occluded Artery Trial (OAT)

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 24

Occluded Artery Trial (OAT) - PowerPoint PPT Presentation


  • 79 Views
  • Uploaded on

OAT Trial. Occluded Artery Trial (OAT). Apresentado durante a Sessão Científica do American Heart Association 2006. OBJETIVO. OBJETIVO.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Occluded Artery Trial (OAT)' - cybil


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
occluded artery trial oat

OAT Trial

Occluded Artery Trial (OAT)

Apresentado durante a

Sessão Científica do

American Heart Association 2006

slide3

OBJETIVO

Comparar o tratamentoclínicootimizado com a angioplastiatransluminalcoronária (ATC) tardiadaartériarelacionadaaoinfarto do miocárdio (IM), empacientesestáveis, porém de alto risco, com oclusão total persistentedaartériacoronária.

slide4

HIPÓTESE-ARTÉRIA ABERTA

  • Esseestudoavaliou a hipótesedaartériaaberta, ouseja, a recanalizaçãodaartériarelacionadaao IM por ATC realizada entre 3 e 28 diasapós o eventoreduziria a ocorrênciada meta composta de morte, reinfarto e insuficiênciacardíaca (IC) CF IV (NYHA) comparada à abordagemclínicaconservadora.
slide5

OAT Trial: Desenho do Estudo

2166 pacientessubmetidos a angiografia entre 3-28 diasapósIM, evidenciandooclusão total daartériarelacionadaao IM e fluxoanterógrado TIMI 0 ou 1, com critérios de alto risco, definidospor:

fração de ejeção <50%, oclusão proximal de artériacoronária principal com áreaextensa de riscoouambas

SEGUIMENTO – 3 ANOS

Tratamento Clínico

n=1084

ATC com stent

n=1082

end point prim rio

END POINT PRIMÁRIO

MORTE

REINFARTO DO MIOCÁRDIO

ICC CF IV (NYHA)

crit rios de alto risco
CRITÉRIOS DE ALTO RISCO
  • FEVE < 50% (avaliada pelo ecocardiograma, ventriculografia radioisotópica ou ventriculografia contrastada).
  • Oclusão proximal de um vaso epicárdico maior ou com grande área em risco (ou ambas).
crit rios de exclus o
CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO
  • ICC CF III ou IV;
  • choque cardiogênico;
  • creatinina sérica > 2,5mg/dl;
  • angina de repouso;
  • lesão grave de TCE ou triarteriais;
  • isquemia severa em testes indutores  solicitados se a área de infarto não estivesse acinética ou discinética.
m todos
MÉTODOS
  • Todos pacientes receberam terapia medicamentosa otimizada, incluindo: IECA, Bbloq, estatina, AAS, anticoagulantes (se necessário).
  • tienopiridínico foi iniciado antes da ACTP e continuado por 2 a 4 semanas em pctes submetidos a implante de stent.
  • Após o estudo CURE, o tienopiridínico foi recomendado por 1 ano após IAM, em ambos os grupos.
metodos
METODOS
  • Pacientes do grupo ACTP, foram angioplastados em até 24 h após randomização.
  • O uso de Inibidores IIb/IIIa foi fortemente recomendado.
  • Stent foi recomendado sempre que tecnicamente factível.
  • Angioplastia nas artérias não relacionadas ao IAM, foi permitida em ambos os grupos.
sucesso do procedimento
SUCESSO DO PROCEDIMENTO
  • Estenose residual < 50% e fluxo TIMI 2 ou 3.
  • Se fluxo TIMI 1, este deveria ser exclusivamente decorrente de obstrução da microvasculatura (no reflow), com ótimo resultado no vaso subepicárdico.
slide14

OAT Trial: Meta Primária

Meta Primária: Morte, reinfarto, ICC CF IV (NYHA)

(% pacientes)

Hazard Ratio 1.16, p=0.20

  • A meta primária (morte, reinfarto, ICC CF IV (NYHA) ocorreu em 17.2% dos pacientes submetidos a ATC e 15.6% do grupo sob tratamento clínico ([HR] 1.16, p=0.20).
slide15

OAT Trial: Componentes da Meta Primária

Componentes da Meta primária

(% pacientes)

p<0.001

p=0.83

p=0.13

p=0.08

p=0.92

%

Reinfarto Total

Reinfarto Não-fatal

Elevação de Marcadores Cardíacos

Morte

ICC CF IV (NYHA)

slide16

OAT Trial: Componentes da Meta Primária

  • As taxas de reinfartonão fatal mostrouumatendência a ser maior no grupo ACTP ( p = 0,08 )  infartosverdadeiros com supradesnível do segmento ST queaconteceramdurante o período de seguimentoembolização do conteúdodaobstruçãodurante o procedimentobloqueando a circulaçãocolateralpara a região ?????
  • Elevações dos marcadorescardíacosdentro das primeiras 48 horas de randomizaçãoforamsignificativamentemaisfreqüentes no gruposubmetido a angioplastia (10.0% vs. 3.3%, p<0.001).
  • Nãohouvediferenças entre oscomponentesindividuaisda meta compostaincluindomorte (9.1% na ATC vs. 9.4% naotratamentoclínico, p=0.83) ou ICC CF IV (NYHA) (4.4% vs. 4.5%, p=0.92) entre osgrupos.
outros resultados
OUTROS RESULTADOS

GRUPO INTERVENÇÃO:

  • ACTP com sucesso de 87%
  • 82% alcançaram fluxo TIMI 3
  • 87% receberam apenas 01 stent
  • 8% receberam stent farmacológico

GRUPO TMO:

  • 3% de crossover para ICP em 30 dias e 6% após 30 dias
slide18

Recentemente foi publicada uma análise de segmento tardio do estudo OAT:

A mediana do seguimento foi de 5,8 anos e não foram evidenciadas diferenças significativas entre os grupos qto ao endpoint primário (HR, 1,04; 95% IC, 0,86 –1,27; P=0.68). As taxas de reinfarto se mostraram igualmente equivalentes entre os grupos.

As taxas de angina se mostraram reduzidas no grupo ICP ao longo do primeiro ano; contudo, essa diferença deixou de ser significativa após o período, mantendo-se apenas uma tendência.

Finalmente, o tipo de stent utilizado (farmacológico ou não-farmacológico) não exerceu influência nos desfechos.

slide20

OAT Trial: Conclusões

  • Empacientesestáveis de alto risco com oclusão total persistentedaartériacoronáriarelacionadaaoeventoprimário, a realização de angioplastia entre 3 e 28 diasapós o IM não se mostrouassociada a diferençasnaocorrênciada meta composta de morte, reinfartoou ICC CF IV (NYHA) comparadaaotratamentoconservadorem um seguimento de 3 anos. (maisrecentemente, 6 anos).
  • A despeito de não se observardiferençasna meta primária, a realização de ATC associou-se a umatendênciamaior de reinfartocomparadaaotratamentoconservador, porémmantendosemsignificânciaestatísticaem 6 anos.
slide21

CONCLUSÕES

  • O objetivoprimário de reperfusão do IM com supradesnível do segmento ST não é indicadoempacientesadmitidostardiamente e com oclusão total e persistentedaartériacoronária.
  • O estudo OAT, maiorestudorandomizadonessetipo de população contra-indica o uso de ATC tardiaparadesobstrução de coronárias com oclusãopersistente.
  • A despeito dos resultadosdesfavoráveisdesseestudo, a presença de oclusãopersistentedaartériacoronária continua sendo um problemaparauma boa parte dos pacientes. Aindanãohánenhumtratamentoadequadoparaessacondição.
diretrizes de interven es coron rias percut neas da sbhci 2008
DIRETRIZES DE INTERVENÇÕES CORONÁRIAS PERCUTÂNEAS DA SBHCI-2008
  • Intervenção coronária percutânea de vaso coronário ocluído com retardo > 24h após ocorrência de IAM, em pacientes assintomáticos, uni ou biarteriais, hemodinamicamente estáveis e sem evidências de isquemia miocárdica IIIB
diretrizes de interven o percut nea acc aha scai 2011
DIRETRIZES DE INTERVENÇÃO PERCUTÂNEA : ACC/AHA/SCAI - 2011
  • CLASSE III  angioplastia em artéria totalmente ocluida > 24h após IAM com supra-sts em pacientes hemodinamicamente estáveis, assintomáticos, sem evidências de isquemia severa.
slide24

MESMO CONTRA-INDICADA PELAS PRINCIPAIS DIRETRIZES, A INTERVENÇÃO CORONÁRIA PERCUTÂNEA, NESTAS SITUAÇÕES, CONTINUA SENDO AMPLAMENTE REALIZADA, INCLUSIVE NOS EUA.