apresenta o de arm n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Apresentação de ARM PowerPoint Presentation
Download Presentation
Apresentação de ARM

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 16

Apresentação de ARM - PowerPoint PPT Presentation


  • 66 Views
  • Uploaded on

Apresentação de ARM. Páginas 38 à 53 Alexandre Jansen 07/43534 Larissa Carvalho 07/48731 Marcos Oliveira 07/35761 Marcos Ribeiro 07/35744 Pablo Hirafuji 07/50883 Ramon Costamilan 07/51561. Just in Time ( doravante JIT). Visa atender a demanda instantaneamente;. Propósito do JIT.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Apresentação de ARM' - cwen


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
apresenta o de arm

Apresentação de ARM

Páginas 38 à 53

Alexandre Jansen 07/43534Larissa Carvalho 07/48731Marcos Oliveira 07/35761Marcos Ribeiro 07/35744Pablo Hirafuji 07/50883Ramon Costamilan 07/51561

just in time doravante jit
Just in Time (doravante JIT)
  • Visa atender a demanda instantaneamente;
prop sito do jit
Propósito do JIT
  • Make to order(sob encomenda)

Sistema tradicional

Just in time

ponto de reposi o
Ponto de Reposição
  • Inicia o processo de ressuprimento com tempo suficiente para não ocorrer falta de material.
  • Ponto de reposição = Consumo previsto no período x Tempo de ressuprimento.
  • Lote de compra ou de reposição é definido visando o menor custo possível, equilibrando custos de manutenção e de aquisição.
reposi o peri dica
Reposição periódica
  • Define o nível máximo de estoque e, em períodos fixos, faz pedidos com base na diferença entre o nível máximo e o atual de estoque.
curva abc
Curva ABC
  • A curva ABC baseia-se no raciocínio do Diagrama de Pareto, em que nem todos os itens têm a mesma importância e a atenção deve ser dada para os mais significativos.
  • 80 - 20
    • A lógica é que 20% dos produtos em estoque são responsáveis por 80% do valor em estoque; 20% dos clientes são responsáveis por 80% das vendas realizadas.
  • Cálculo
    • Consumo anual de cada item X custo do item
    • Listar em ordem decrescente de valor
    • Calcular o percentual relativo de cada item em relação ao custo total (100%)
  • Dessa forma é definido os grupos A-B-C de importância do estoque. Pode ser definido uma separação 20-30-50% dos itens em estoque que representam 80-15-5% do valor do estoque.
  • Vantagens: redução do capital total empatado em estoque.
balanceamento de capacidade
Balanceamento de Capacidade
  • Balanceamento da capacidade é uma situação em que todos os recursos têm a mesma medida de produção e estão sendo utilizados.
  • No entanto, a capacidade balanceada não é possível.
    • Dois fatores: flutuações estatísticas e eventos dependentes.
    • A flutuação estatística da primeira operação acumula e limita a capacidade de produção da segunda operação.
    • O estoque do processo cresce.
slide12

Teoria da Restrição

Uma fábrica sempre terá um recurso com capacidade menor que as demais. Para tirarmos a máximo dela, precisamos certificar de que todos os seus recursos tenham uma quantidade mínima de capacidade a mais que o recurso com menor capacidade.

    • Capacidade Produtiva: capacidade que a empresa irá efetivamente usar do recurso para produção.
    • Capacidade Protetora: capacidade a mais que é necessária nos recurso não-restrição, para que eles não interrompam o fluxo produtivo e não parem a restrição.
      • Depende da qualidade do processo e da quantidade de estoque em processo
    • Capacidade Ociosa: diferença entre capacidade disponível e as capacidades produtiva e protetora.

Para melhor controle sobre a produção e o estoque em processo uma parte dos recursos deve ficar ociosa de tempos em tempos.

fluxo cont nuo de material
Fluxo Contínuo de Material
  • Descendente do JIT e também conhecido como método de puxar estoques pull.
  • A produção ocorre contra a demanda real, em ciclos de produção curtos e rápidos.
    • Pedido do cliente é transmitido onlinepara a fábrica produzido despachado para o cliente (direto pro cliente ou pelo estoque regulatório)
slide14

O estoque é evitado quanto possível. É mantido apenas um pequeno estoque regulador (terminais) para facilitar o transporte e reduzir custo.

  • O fluxo de informação é em série e, por conta do modelo, flui mais rapidamente.
  • A relação com os fornecedores passam a tomar a forma de parcerias. São relações de longo prazo com poucos fornecedores.
fluxo sincr nico de material
Fluxo Sincrônico de Material
  • No fluxo sincrônico de materiais a produção e distribuição se tornam integradas por meio da tecnologia da informação.
  • O fluxo do material é balanceado de uma só vez ao longo do processo de compra/produção/distribuição por um sistema automatizado que atualiza simultânea e instantaneamente todas as partes envolvidas (fornecedores, fábricas, estoque regulador e distribuição).
  • A demanda real do cliente dá início ao processo, porém a informação sobre a necessidade de material flui paralelamente para todos os envolvidos.
slide16

Esse enfoque demanda a denominada relação simbiótica entre cliente-fornecedor. São relações de longo período e entre poucos fornecedores.