Download
isbn international standard book number n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ISBN INTERNATIONAL STANDARD BOOK NUMBER PowerPoint Presentation
Download Presentation
ISBN INTERNATIONAL STANDARD BOOK NUMBER

ISBN INTERNATIONAL STANDARD BOOK NUMBER

76 Views Download Presentation
Download Presentation

ISBN INTERNATIONAL STANDARD BOOK NUMBER

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. ISBNINTERNATIONAL STANDARD BOOK NUMBER Fabiana P. Marson da Silva KelySimioni Rosenilda B. Godoi

  2. ISBN ISBN – International Standard Book Number É utilizado para identificar de forma numérica os livros segundo o título, o autor, o país e a editora, possibilitando inclusive a identificação por edição.

  3. ISBN • Este sistema foi criado em 1967 por editores ingleses • Foi oficializado, em 1972, como norma internacional pela InternationalOrganization for Standardization - ISO 2108 - 1972. • O sistema ISBN é controlado pela Agência Internacional do ISBN, ela está localizada em Londres. • Em cada pais existem as Agências Nacionais, no Brasil, a representante oficial chamada de Agência Brasileira do ISBN, é a Fundação Biblioteca Nacional desde 1978.

  4. ISBN Agência Internacional tem diversas atribuições e suas principais funções são: • Promover, coordenar e supervisionar a utilização mundial do sistema ISBN; • Aprovar a definição e a estrutura do grupo de agências; • Alocar identificadores de um grupo para agências; • Avisar sobre a criação e o funcionamento das agências do grupo; • Aconselhar as agências do grupo sobre a atribuição de identificadores editora internacional; • Publicar os números de grupo atribuída e prefixos de editores.

  5. ISBN O objetivo do ISBN é fazer a identificação de um livro e sua edição.

  6. ISBN Uma grande vantagem deste sistema de registro é a facilidade de interconexão em âmbito internacional, pois simplifica a busca e atualizações bibliográficas, promovendo uma melhor integração cultural. O ISBN é um identificador internacional único para publicações monográficas O ISBN permite a compilação e atualização dos catálogos do comércio livreiro e das bases de dados bibliográficas, tais como os catálogos de livros impressos. Encomendar e distribuir livros são tarefas executáveis com base no ISBN

  7. ISBN O ISBN é legível pelas máquinas através do código de máquinas EAN.UCC, de 13 dígitos O ISBN é necessário para a execução dos sistemas eletrônicos de pontos de venda, nas livrarias. A gestão de direitos é executada, sobretudo, com base no ISBN. A acumulação de dados sobre as vendas é levada a cabo através do ISBN A legislação nacional sobre bibliotecas e empréstimos, em alguns países, tem por base o ISBN.

  8. ISBN Existem agências nacionais subordinadas a uma Agência Internacional, de acordo com o manual do utilizador do ISBN, 166 países são membros do sistema ISBN.

  9. ISBN Fonte: Elaboração própria, com dados da Fundação Biblioteca Nacional, 2010.

  10. ISBN Fonte: Elaboração própria, com dados da Fundação Biblioteca Nacional, 2010.

  11. ESTRUTURA Prefixo; Identificador do grupo de registro; II Identificador do registrante; Elemento de edição; Dígito de controle.

  12. ISBN 978 85 387 0138 5 ISBN 9788501385

  13. CÁLCULO DO DÍGITO VERIFICADOR 1º Passo: Determinar a soma dos produtos IDENT. GRUPO IDENT. REGIST. SOMA PREFIXO ELEM. EDIÇÃO ISBN PONDERAÇÃO PRODUTO

  14. 2º Passo: divide-se a soma dos produtos por 10 135 10= 13 Resto 5 3º Passo: Diminui-se o resto de 10 10-5 = 5 Exceção: se o resto for 10 o dígito verificador será 0.

  15. Verificação pela Agência Internacional Fonte: http://www.isbn-international.org/ia/isbncvt

  16. Pesquisas ISBN

  17. TÍTULO DA OBRA

  18. NOME DA EDITORA

  19. NOME DO AUTOR

  20. ISBN E O EAN 13

  21. USO DO ISBN Livros impressos; Publicações em braille; Mapas (especificando sua escala); Software educacional ou instrutivo Capítulos individuais disponibilizado pelo autor, etc.

  22. Não recebem o ISBN Agendas; Apostilas de concurso; Pacotes de figurinha; Almanaques; Caderneta escolar; Calendário, etc.

  23. Publicação eletrônica Para obter o ISBN é necessário  que seja cadastrado na Agência como editor pessoa física ou editor pessoa jurídica, uma publicação eletrônica, receberá ISBN desde que: 

  24. Contenha texto; Esteja disponível ao público; Não haja nenhuma intenção de que a publicação seja um recurso continuado. Podem ser também compostas de figuras e sons, material de link (por exemplo: hipertexto) .

  25. SOFTWARE O ISBN é atribuído para identificar um produto de Software específico de treinamento por computador, desde que não precise de dados para funcionar.

  26. Local de exibição do ISBNpara Software Na tela de exibição do título, Na primeira tela (CDs, publicações online ), ou Na tela de exibições equivalentes. Para filmes educativos é exibido nos créditos.

  27. O uso do ISBN nas livrarias Pesquisa bibliográfica; Encontrar o endereço de editores ou distribuidores; Contabilidade e faturamento ao consumidor final; Sistema de pontos de venda eletrônicos (EPOS).

  28. Nas bibliotecas Recolher Informação; Encomendas; Catalogação (catalogação digital); Estatísticas de empréstimos; Legislação nacional sobre empréstimos; Empréstimos entre bibliotecas.

  29. Lei do Livro Em 30 de outubro de 2003, o Presidente Lula decretou a Lei do livro número 10753.

  30. Cadastro do ISBN Para que o pedido de ISBN seja aceito é necessário um cadastro de pessoa física ou jurídica, seguindo algumas normas.

  31. ISBNINTERNATIONAL STANDARD BOOK NUMBER Fabiana P. Marson da Silva KelySimioni Rosenilda B. Godoi