Iniciar - PowerPoint PPT Presentation

slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Iniciar PowerPoint Presentation
play fullscreen
1 / 112
Iniciar
293 Views
Download Presentation
carrington
Download Presentation

Iniciar

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Iniciar

  2. Índice 1. Introdução 2. Qualidade da Decisão 3. Qualidade da Implementação 4. Ciclos de Vida 5. Método 6. Resumo

  3. 1. Introdução INTRODUÇÃO

  4. 1. Introdução Dr. Ichak Adizes • Fundador do Instituto Adizes; • Professor de teoria gerencial nas Universidades UCLA, STANFORD, COLUMBIA e outras; • Autor dos livros: “Como Resolver as Crises de Antigerência”, “Os Ciclos de Vida das Organizações”, “Gerenciando Mudanças”, “Na Busca da Plenitude”; “Gerenciando os Ciclos de Vida das Organizações”, • Consultor internacional de Empresas e Governos.

  5. 1. Introdução Objetivos do Método Adizes OBJETIVOS CURTO PRAZO LONGO PRAZO Desenvolvimento de Espírito de Equipe Resolução de Problemas Organizacionais Treinamento Gerencial Desenvolvimento do Perfil pessoal Individuais

  6. 1. Introdução Modelo Abstração da realidade visando: predizer e intervir no comportamento

  7. ( I ) EXISTENCIAL Para o que ou para quem existo? ( E ) ESTRATÉGICO O que deveríamos estar fazendo? ( A ) GERENCIAL Como estamos indo no que estamos fazendo? ( P ) OPERACIONAL O que estamos fazendo? 1. Introdução Pirâmide Epistemológica Relacionar Sabedoria(Valores) Antecipar Conhecimento Decidir Informações Dados Constatar

  8. 1. Introdução Do que temos certeza no mundo?

  9. Problemas Soluções 1. Introdução Mudanças

  10. Opor /Ameaças Gerenciar Decidir Implementar 1. Introdução Mudanças

  11. Qualidade da Decisão 1. Introdução A Qualidade da Gerência é função da • e • Qualidade da Implementação

  12. Antigerência Mediocridade 1. Introdução Alta Frustração Sucesso Qualidade da Decisão Desperdício Caos Baixa Alta Baixa Qualidade da Implementação

  13. 1. Introdução Natureza dos Problemas Convergentes XDivergentes

  14. 1. Introdução Gerenciar Capi PAEI Método Decidir Implementar

  15. 2. Qualidade da Decisão QUALIDADE DA DECISÃO

  16. 2. Qualidade da Decisão • Funções Gerenciais • Estilos de Antigerência • Conflito de Estilos

  17. P } FUNCIONAL CURTO PRAZO } EFICAZ LONGO PRAZO EFICIENTE 2. Qualidade da Decisão Impacto das Funções EFICAZ EFICIENTE

  18. 2. Qualidade da Decisão (P)- Produzir Resultados Obter os resultados para os quais a organização existe, satisfazendo as necessidades dos clientes. Exemplo: fornecer serviços, vender produtos, fabricar produtos, etc. Exige: 1) Conhecimento sobre o que precisa ser feito e como fazê-lo 2) Persistência ou esforço para que seja feito

  19. P } FUNCIONAL CURTO PRAZO A SISTEMÁTICA } EFICAZ LONGO PRAZO EFICIENTE 2. Qualidade da Decisão Impacto das Funções EFICAZ EFICIENTE

  20. 2. Qualidade da Decisão (A) - Administrar Sistematizar, programar e criar uma rotina para o que será feito, esclarecendo o que, como, quando, onde e por quem, de modo que haja um sistema operando com eficiência. Exemplo: políticas, procedimentos, regras, formulários, sistemas operacionais e de controle, follow-up, etc.. Exige: 1) Atenção ao detalhe e à continuidade 2) Disposição para a ação corretiva

  21. P } FUNCIONAL CURTO PRAZO A SISTEMÁTICA E } PRO-ATIVA EFICAZ LONGO PRAZO EFICIENTE 2. Qualidade da Decisão Impacto das Funções EFICAZ EFICIENTE

  22. 2. Qualidade da Decisão (E)- Empreender Induzir a organização a mudar e a se adaptar a novos desafios e oportunidades Exemplo: Perceber tendências, ter “insights” sobre novas maneiras de se fazer as coisas, determinar qual o próximo passo. Exige: 1) Criatividade 2) Disposição para correr riscos

  23. P } FUNCIONAL CURTO PRAZO A SISTEMÁTICA E } PRO-ATIVA EFICAZ LONGO PRAZO I ORGÂNICA EFICIENTE 2. Qualidade da Decisão Impacto das Funções EFICAZ EFICIENTE

  24. 2. Qualidade da Decisão (I)- Integrar Assegurar-se de que ninguém na organização é indispensável, criando um clima de cooperação, levando a organização de um modo mecânico a um modo orgânico de pensar e operar. Exemplo: Motivar e recompensar a cooperação, aprender uns com os outros, compartilhar e apoiar interesses comuns. Exige: 1) Sensibilidade para com pessoas, clima organizacional e processos de grupo 2) Vontade de obter adesão

  25. P Produzir resultados A Administrar, Sistematizar Empreender, Inovar, Mudar E Integrar, Formar equipes I 2. Qualidade da Decisão Funções de Gerência Necessárias, Suficientes e Conflitantes entre si

  26. 2. Qualidade da Decisão Estilos Anti-Gerenciais Postura Perante Mudanças Estilo Nome Subordinado Foco Exclusivo Queixa ponto de engarrafamento P_ __ não consigo tempo para... Solitário “Office Boys” o que _A __ precisamos de mais dados “Funcionários” o como Burocrata não! por que não fazem o que peço? __E_ mais mudanças Incendiário “Claque” por que não? não foi bem isso o que quis dizer devemos aguardar ___I “Informantes” quem? Político ____ sem resistência Peso morto “Pesos Mortos” sobrevivência "tudo bem" Cada Anti-Gerente configura-se como 3/4 de um Peso Morto

  27. paEI Presidência Produção Contabilidade Finanças Pessoal Marketing Vendas PAei pAEi paEI pAeI PAei 2. Qualidade da Decisão Perfil Funcional da Empresa

  28. PAEI GRUPO Empresa A Paei Empresa C pAeI Empresa D PAEi Empresa B PaEi 2. Qualidade da Decisão Perfil Funcional do Grupo

  29. Opor /Ameaças Gerenciar Decidir Implementar PAEI Equipe Complementar Estilos Diferentes Conflito 2. Qualidade da Decisão Mudanças

  30. Oportunidades Capacitações ( ) Energia para fora f Energia para dentro Respeito mútuo Interesse comum 2. Qualidade da Decisão Indivíduos e organizações têm energia limitada Sucesso=

  31. Pessoas Idéias I E Sistemas Objetivos A P 2. Qualidade da Decisão Conflitos de Estilo PROCESSOS RESULTADOS FUTURO GLOBAL LOCAL PRESENTE LENTOS RÁPIDOS

  32. I E Ataca Submete-se A P Afasta-se Impõe 2. Qualidade da Decisão Comportamento Defensivo

  33. 2. Qualidade da Decisão Como os estilos PAEIconflitam entre si PAP quer resultados sem se preocupar com o processo; A segue os processos sem se preocupar com os resultados. PEP quer resultados agora, não se preocupa com o futuro; E quer resultados no futuro, mas não se preocupa com o presente. PIP atua sozinho e rápido; I atua com o grupo e mais lento. AEA quer controlar; E quer liberdade. AIA privilegia as regras sobre as pessoas; I privilegia as pessoas sobre as regras. EIE está preocupado com a visão; I está preocupado com as pessoas.

  34. Sem Conflito Sem Conflito Conflito Indesejável A P A A A E A I A P A E I Conflito Desejável P i e a A i e p a E i p p a e I P A E I 2. Qualidade da Decisão

  35. 2. Qualidade da Decisão • O Conflito somente é funcional em um ambiente de aprendizado. • Um ambiente de aprendizado existe onde há respeito mútuo.

  36. 2. Qualidade da Decisão Falando “PAEI” quis dizer P A E I disse Sim sim sim talvez talvez não Não talvez não talvez

  37. 2. Qualidade da Decisão Portanto, a qualidade da decisão depende de: Equipe Complementar (PAEI) e Respeito mútuo

  38. O que uma pessoa é é mais importante do que ela sabe 2. Qualidade da Decisão Características do Bom Gerente • Desempenha os 4 papéis; é excelente em um deles • Conhece e aceita suas limitações e seus pontos fortes • Percebe a realidade de forma balanceada • Identifica excelência nos outros • Aceita as opiniões e críticas dos outros • É capaz de trabalhar com pessoas de diferentes estilos • Sabe criar um ambiente de aprendizado

  39. Conflito Construtivo Respeito Mútuo Aprender Sinergia 2. Qualidade da Decisão Destrutivo

  40. 3. Qualidade da Implementação QUALIDADE DA IMPLEMENTAÇÃO

  41. 3. Qualidade da Implementação Trilogismo do Nada “Se ninguém fizer nada (Lei do Menor Esforço), Tudo continuará como está (Lei da Inércia), E acabará no nada (Lei da Entropia).”

  42. 3. Qualidade da Implementação Para implementar uma decisão, no espírito em que foi feita, todo gerente precisa: • Uma tarefa bem definida • “Forças” para mudar a realidade

  43. o que como A P quando quem E I 3. Qualidade da Implementação DEFINIÇÃO DA TAREFA o que não como não TAREFA quando não quem não OS 4 IMPERATIVOS

  44. 3. Qualidade da Implementação Quais as forças que um gerente necessita para mudar a realidade?

  45. Autoridade Poder Influência 3. Qualidade da Implementação Realidade

  46. 3. Qualidade da Implementação Autoridade O direito de mandar fazer ou não fazer. Usualmente implícito no cargo. Tarefa a

  47. 3. Qualidade da Implementação Poder Capacidade de premiar ou punir. Tarefa Têm poder sobre você aqueles de quem você necessita. p • Quanto maior a necessidade, • mais poder • Quanto mais monopólio, • mais poder

  48. 3. Qualidade da Implementação Influência Capacidade de motivar alguém a fazer, ou não fazer, sem autoridade ou poder. Tarefa i “know how”

  49. 3. Qualidade da Implementação a p Capi i

  50. ap Autorância ai ip 3. Qualidade da Implementação Capi Capi