m todos contraceptivos n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Métodos Contraceptivos PowerPoint Presentation
Download Presentation
Métodos Contraceptivos

play fullscreen
1 / 76

Métodos Contraceptivos

289 Views Download Presentation
Download Presentation

Métodos Contraceptivos

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Métodos Contraceptivos Dra Aricia Helena Giribela

  2. 3,000,000 gestações não programadas EUA/ ano 50% das gestações não são programadas

  3. Vida reprodutiva feminina Definida de ± 15-44 a. • 39 anos de vida reprodutiva, • ± 20 anos tentando evitar a gestação.

  4. Estágio: Menarca até 1º coito Educação

  5. Estágio:1º coito até 1ª gestação • Objetivos: • Atrasar a gravidez • Preservar o futuro reprodutivo • Comportamento Sexual : • ? Múltiplos parceiros • Frequência de relações • Pouca previsão • Necessidade: • eficácia • reversibilidade • Não relacionada ao coito • Prevenção de DST

  6. Estágio:1ª a última gestação • Objetivo: • Tempo entre as gestações • Preservar a fertilidade futura • Comportamento: • Único parceiro (?) • Frequência moderada ou baixa • Necessidade: • Eficácia • Reversibilidade • ? OK se ligado ao coito • ? DST

  7. Estágio:Última gestação a Menopausa • Objetivo: • Sem gestações • Sem fertilidade futura • ComportamentovSexual : • Parceiro único (?) • Frequência moderada ou pequena • Necessidade: • eficácia • Pode ser irreversível • ? OK se ligado ao coito • ? DST

  8. Estrogênio/progesterona oral transdérmico transvaginal Injetável Progesterona oral Injetável implantes Dispositivo Intrauterino DIU Não-hormonal Barreira masculino condom feminino condom diafragma, capuz cervical Abstinência Periódica Métodos Cirúrgicos Opções Contraceptivas • Contracepção Emergência

  9. Uso de Contraceptivos Hatcher, R.A. et al. Contraceptive Technology. 18th revised edition, 2004.

  10. Eficácia Frequencia Comportamento Sexual Futuro reprodutivo Custo Efeitos colaterias Contra-indicações Benefícios não-contraceptivos Mitos Saúde Considerações

  11. Porcentagem gestação não desejada durante 1º ano uso perfeito

  12. Porcentagem gestação não desejada durante 1º ano uso perfeito

  13. OMS Critérios de Eligibilidade OMS, 2004.

  14. Métodos Hormonais combinados • Oral • Injetável- Mensal combinado • Anel vaginal • Adesivo transdérmico

  15. Contraceptivos Combinados(Estrogênio & Progesterona)

  16. Tipos de ACOs • Monofásicos: Todas pílulas ativas têm a mesma quantidade de (E/P) • Bifásicos: as pílulas ativas têm duas combinações diferentes de E/P (p. ex., 10/11) • Trifásicos: as pílulas ativas têm três combinações diferentes de E/P (p. ex., 6/5/10) • Pílulas para uso vaginal - é monofásica

  17. AOCs: Mecanismos de Ação Suprimem a ovulação Reduzem o transporte ovular nas trompas Alteram o endométrio e dificultam a nidação Tornam mais espesso o muco cervical (evitando a penetração dos espermatozóides)

  18. AOCs : Benefícios Anticoncepcionais • Altamente eficazes • Imediatamente eficazes se tomadas até o dia 7 do ciclo menstrual • Não interferem com o coito • Rápido retorno a fertilidade • Poucos efeitos colaterais • Cômodos e fáceis de usar 1Fonte: Hatcher e cols 1998.

  19. AOCs: BenefíciosNão contraceptivos • Diminuem o fluxo menstrual • Diminuem as cólicas menstruais • Podem melhorar a anemia • Protegem contra o câncer ovariano e endometrial • Diminuem a incidência das doenças mamárias benignas e dos cistos ovarianos • Evitam a gravidez ectópica

  20. AOCs: BenefíciosNão contraceptivos • Redução Risco CA Endometrial e ovariano • Endometriose • SOP • Sintomas perimenopausa

  21. AOCs: Quem não Deve Usar(OMS Classe 4) • Está amamentando (< 6 semanas pós-parto) • Tem icterícia (hepatite viral sintomática ou cirrose) • Tem doença cardíaca isquêmica ou derrame (atual ou história de) • Tem distúrbios da coagulação sangüínea (trombose venosa profunda ou embolia pulmonar) • É fumante e tem 35 anos ou mais • É diabética • Tem pressão arterial elevada (> 180/110) • Tem câncer de mama • Tem tumores no fígado • Cirurgia de grande porte com permanência prolongada no leito • Enxaqueca com sinais neurológicos Fonte: OMS 2004.

  22. AOCs: Efeitos Colaterais • Amenorréia • Náusea/tonturas/vômitos • Sangramento/manchas • Acne • Sensibilidade mamária (mastalgia)

  23. Regime Extendido

  24. ACO COMPLICAÇÕES • Tromboembolismo Venoso • Infarto Miocardico e AVC • Hipertensão Idade > 35 Tabagista!

  25. Anticoncepcionais Injetáveis Combinados (AICs)

  26. AICs: Mecanismos de Ação Suprimem a ovulação Reduzem o transporte espermático no trato genital superior (trompas) Modificam o endométrio e dificultam a implantação Tornam mais espesso o muco cervical e impedem a penetração espermática

  27. Adesivo Transdérmico • impede a ovulação. • muco cervical espesso • dificulta a passagem dos espermatozóides

  28. Anel Vaginal : • usado por 3 em 4 semanas

  29. Métodos Hormonais Só progestágenos • Oral • Injetável trimestral • Implante • DIU

  30. Contraceptivos Progesterona VANTAGENS • Sem estrogênio • Reversível • Amenorréia • Melhora de dismenorréia, menorragia, TPM, endometriose • Diminui risco de ca de ovário e endométrio • Diminui MIPA • Compatível com amamentação

  31. Mecanismos de Ação Suprimem a ovulação Diminuem o transporte espermático nas trompas Atrofia o endométrio Tornam mais espesso o muco cervical (evitam a penetração das espermatozóides)

  32. Anticoncepcionais Injetáveis de Progestágeno (AIPs)

  33. Tipos de AIPs • Depo-Provera (AMPD) • IM • SC

  34. AIPs: Benefícios Anticoncepcionais • Alta eficácia • Método de duração de médio prazo (2 ou 3 meses de proteção por injeção) • Não interfere com o coito • Não afeta a amamentação • Tem poucos efeitos colaterais • Não contém estrógeno 1 Trussell e cols 1998. Nota: Esta taxa de eficácia refere-se apenas ao AMPD.

  35. AIPs: Limitações • Mudanças no padrão do sangramento menstrual • Sangramento irregular/manchas de início na maioria das mulheres • Aumento de peso ( 2kg) é comum • A fertilidade pode levar 7-9 meses (em média) para retornar após a descontinuação do método

  36. Retorno da Fertilidade 1 Mulheres que deixaram de usar anticoncepção para engravidar. 2 DIU ou outro método de barreira. Fonte: Schwallie 1974.

  37. Pílulas de Progestágeno (PPs)

  38. PPs: Benefícios Anticoncepcionais • Eficácia imediata (menos de 24 horas) • Não interferem com o coito • Não afetam a amamentação • Retorno imediato da fertilidade • Poucos efeitos colaterais • Convenientes e fáceis de usar

  39. Implante Subdérmico etonogestrel que é inserido logo abaixo da pele de um dos braços da mulher.

  40. ImplantesBenefícios Não Anticoncepcionais • Pode reduzir as cólicas menstruais • Pode reduzir o sangramento menstrual • Pode melhorar a anemia • Protege contra o câncer de endométrio • Diminui a incidência de doenças mamárias benignas

  41. Implantes Limitações • Modifica o padrão do sangramento menstrual (sangramento irregular/manchas de início) • Requer treinamento para a inserção e a retirada

  42. Que liberam cobre: Cobre T380 A Multiload 375 Que liberam progestágeno: Mirena® Tipos de DIUs

  43. DIU: Mecanismos de Ação Interfere com o processo reprodutivo antes de que os ovos cheguem à cavidade uterina Interfere com a capacidade do esperma em atravessar a cavidade uterina Modificam o endométrio

  44. DIUs VANTAGENS • eficácia • conveniencia • durabilidade • reversibilidade • discrição • custo • incidencia de efeitos colaterais • independente do coito

  45. Levonorgestrel Endoceptivo • Espessamento Muco Cervical • Inibe a motilidade espermática • Supressão Endometrial • Inibição da Ovulação

  46. Levonorgestrel (LNG-DIU) VANTAGEM: • 5 anos • proteção endometrial • 20 % amenorréia • Baixa incidência de EC DESVANTAGENS : • sangramento irregular , até por 6 meses

  47. Métodos Barreira