“Apoio ao Aluno Para Sucesso da Aprendizagem” - PowerPoint PPT Presentation

slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
“Apoio ao Aluno Para Sucesso da Aprendizagem” PowerPoint Presentation
Download Presentation
“Apoio ao Aluno Para Sucesso da Aprendizagem”

play fullscreen
1 / 74
“Apoio ao Aluno Para Sucesso da Aprendizagem”
167 Views
Download Presentation
betty_james
Download Presentation

“Apoio ao Aluno Para Sucesso da Aprendizagem”

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. “Apoio ao Aluno Para Sucesso da Aprendizagem”

  2. Mini-curso Planejamento, Estruturação e Gestão de Curso e Disciplina a Distância Janae Gonçalves Martins, Dra (janaegm@gmail.com) Fernando José Spanhol, M.Eng. (spanhol@led.br)

  3. ROTEIRO • Histórico; • Conceitos; • Tecnologias básicas; • Visão de Procesos;

  4. O tambor, a fumaça, a dança, os gestos, o olhar, o som da voz.... Desde os tempos mais remotos, o homem vem Produzindo Tecnologias

  5. 1970 Tec. Tec. de Treinamento Instrutor Meio Ambiente • Mainframe • Terminal de impressora • Transistor • A maioria altamente técnicos • Sem experiência em treinamento • A necessidade de se especializar cada vez mais no ensino • Fornecido fita cassete para aquisição da teoria • Prática de sistema • em sala de aula • O estrondo da • Tecnologia da • Informação

  6. 1995 Tec. Tec. de Treinamento Instrutor Meio Ambiente • Online tele-tutoring • passa de “fixador” para • “provedor de soluções” • De instrutor para tutor e facilitadror • Internet • Videoconferência

  7. 2005 Tec. Tec. de Treinamento Instrutor Meio Ambiente

  8. INOVAÇÃO TECNOLÓGICA NA EDUCAÇÃO Uso da tecnologia como meio de suporte de processos que visam melhorias nos procedimentos existentes na educação.

  9. TECNOLOGIA(S) Mídia: teleconferência, videoconferência, meios digitais – http, vídeo; Hardware: PC, palmtops, celular, TV, …; Comunicação: Com fio, sem fio (wireless); Processos: modelos, atividades, metodologias; Sistemas de Informação: desenvolvimento voltado à web, java, banco de dados, entre outros;

  10. Recursos Didáticos Material Impresso Telefone Fax TV/Vídeo/DVD Teleconferência Videoconferência Computador TV Digital Internet AVA

  11. Educação a Distância - EaD A EaD é um sistema tecnológico de comunicação bidirecional, que pode ser de massa e que substitui a interação pessoal entre professor e aluno na sala de aula, como meio preferencial do ensino, pela ação sistemática e conjunta de diversos recursos didáticos e pelo apoio de uma organização e tutoria que propiciam a aprendizagem autônoma dos estudantes. (Arétio, in Ibánez, 1996, p. 10)

  12. GERAÇÕES DE EAD 1ª Geração de EaD: surge em 1904 • Ensino por correspondência 2ª Geração de EaD: 1970 e 1980 • Rádio-educação e a Teleducação – via satélite e kits de materiais impressos 3ª Geração de EaD: 1996 • Internet 4ª Geração de EaD: ??

  13. O Caminho trilhado em EaD por algumas instituições internacionais

  14. Início de atividades em EaD no Brasil

  15. VÍDEO-AULA E MATERIAL IMPRESSO

  16. TELECONFERÊNCIA

  17. VIDEOCONFERÊNCIADiscada - IP

  18. VÍDEOCONFERÊNCIA Vídeo usando LIBRAS

  19. VÍDEO STREAMING

  20. MEIOS DIGITAIS

  21. VÍDEO STREAMING (ii): vídeo-chat

  22. CONTEÚDO: ANIMAÇÕES

  23. REALIDADE VIRTUAL

  24. Educação através de Aventura

  25. Jogos; Cabri-géomètrec; Logo; RPG; Resolução de Problemas

  26. Estruturação da Educação a Distância

  27. Estruturação da Educação a Distância • Definição dos objetivos/finalidades macro da EaD e,as especificidades de cada setor, bem como indicação das tecnologias e recursos humanos pertinentes. • Apresentação dos diversos setores operacionais e seus relacionamentos (organograma); • Indicação/revisão layout da programaçao visual;

  28. Estruturação da Educação a Distância • Quadro de pessoal necessário com devidas atribuições das atividades de cada um, formação acadêmica e competências desejáveis para atuação em cada área; • Programa de capacitação e aperfeiçoamento (inicial e continuado) para toda a equipe, em suas áreas específicas (elaboração de conteúdos, tutoria, editoração/reprodução de mídias etc.); • Customizaçao da plataforma específica para EaD, integrado ao site institucional.

  29. Estruturação da Educação a Distância Papel da Educação a Distância: Como planejá-la? Como estruturá-la? Como obter resultados concretos? ? Educação Corporativa Metodologia para concepção Desenvolvimento de Competências Individuais e Organizacionais Consecução da Estratégia e Aumento do Desempenho Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  30. Definições Táticas Próximas etapas Estabelecer a Estratégia de educação à distância 5o Passo Mapear as Competências Organizacionais e individuais 4o Passo Diagnosticar a Cultura Organizacional 3o Passo Identificar o Sistema de Aprendizagem Atual 2o Passo Conhecer a Estratégia Organizacional 1o Passo Planejamento da Educação a Distância Corporativa Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  31. Estruturação da Educação a Distância 1º Passo: Conhecer a Estratégia Organizacional • Conhecer integralmente o foco do negócio de sua organização; • Conhecer detalhadamente o planejamento estratégico e as táticas de sua organização; • Saber como se dá o processo de planejamento estratégico; • Acessar e apoiar os agentes decisores do banco para um melhor planejamento da organização. Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  32. Estruturação da Educação a Distância • Analisar o sistema de aprendizagem atual, elegendo competências envolvidas, processos de planejamento educacional e verificação de resultados obtidos; 2º Passo: Identificar o Sistema de Aprendizagem Atual • Identificar as lacunas entre o sistema de aprendizagem atual e a estratégia organizacional existente; • - Em 80% dos casos, a estratégia de aprendizagem é inadequada (VINTEN, 2000). Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  33. Estruturação da Educação a Distância 3º Passo: Diagnosticar a Cultura Organizacional Implantação da EaD = Mudança Organizacional Cultura Organizacional Uma das principais variáveis influenciadoras do sucesso ou fracasso na operacionalização de mudanças organizacionais. Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  34. Estruturação da Educação a Distância 3º Passo: Diagnosticar a Cultura Organizacional (continuação) Invisíveis a olho nu mas determinantes: - Sua percepção sobre EaD; - Valores; - Sentimentos; - Estrutura de poder informal. Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  35. Estruturação da Educação a Distância 3º Passo: Diagnosticar a Cultura Organizacional Cultura favorável à Educação a Distância (EaD) • Aprendizagem permanente; • Organização focada no desenvolvimento de competências; • Valorização do on-the-job learning; • Descentralização no planejamento de carreira; - Foco na gestão do conhecimento; • Foco na autonomia; - Apoio da alta gerência; • Aprendizagem integrada a sistemas de RH. Fonte: Fatores Críticos de Sucesso para Implantação da EaD nas Organizações (STEIL, A 2002).

  36. Estruturação da Educação a Distância 4º Passo: Mapear as Competências Organizacionais e Individuais A partir da estratégia organizacional, mapear um conjunto de competências organizacionais e individuais. Conjunto de características organizacionais que tem o potencial de garantir a consecução exitosa de sua estratégia. Inclui valores, conhecimentos, habilidades, capital estrutural e de clientes. Competências Organizacionais Mapear e descrever os conhecimentos, habilidades e atitudes necessários para o alcance dos objetivos organizacionais e associá-los a diferentes cargos e/ou atividades organizacionais. Modelo de Competências Competências Mapeadas Banco de Competências

  37. Estruturação da Educação a Distância 4º Passo: Mapear as Competências Organizacionais e individuais (continuação) Módulos de EaD Objetos de Conhecimento Módulos de Conteúdo Gestão do Conhecimento Gerenciamento dos ativos de conhecimento da organização para que esses estejam disponíveis a todos que necessitam dentro da organização, a qualquer momento. Banco de Competências Portal Corporativo do Conhecimento

  38. Estruturação da Educação a Distância 5º Passo: Estabelecer a Estratégia de EaD • - Identificar oportunidade ou problema a ser equacionado (o que se quer com a EaD); • - Especificar o relacionamento entre a política aprendizagem e outros subsistemas organizacionais; • - Estabelecer antecipadamente como os resultados serão avaliados; • - Garantir uma compreensão global dos pressupostos de EaD; • Estabelecer o escopo - Será interno ou envolverá a cadeia produtiva?

  39. Exemplos de “Melhores Práticas” em Planejamento de EaD Corporativo Cisco Systems, IBM, Dell Computers, GTE, Shell, Unipart, Rockwell Collings, U.S. Navy • EaD focada no negócio • Planejamento detalhado e criterioso • Suporte e comprometimento da alta gerência • Integração da EaD com outras estratégias: GC, carreira e avaliação de desempenho • Forte endomarketing • Redução de custos com capacitação (BOWLES, 2002)

  40. Exemplos de “Melhores Práticas” em Planejamento de EaD Corporativo Cisco Systems, IBM, Dell Computers, GTE, Shell, Unipart, Rockwell Collings, U.S. Navy • Equilíbrio nas fontes de conteúdo: pacotes prontos, desenvolvimento customizado e desenvolvimento interno • Desenho instrucional cuidadoso – Aprendizagem 1o; Tecnologia 2o. • Estabelecimento de parceria com a área de tecnologia da informação • Apropriado mix de atividades on-line e presenciais • Gerenciamento por competências (BOWLES, 2002)

  41. EaD – Bal. Camboriú EaD – Bal. Camboriú EaD - Tijucas EaD - Tijucas EaD - Tijucas EaD – Bal. Camboriú EaD – Bal. Camboriú EaD – Bal. Camboriú EaD - Tijucas EaD - Tijucas EaD – Bal. Camboriú EaD – Bal. Camboriú EaD - Tijucas EaD – Bal. Camboriú

  42. Princípios Didáticos • Autonomia; • Aprendizagem colaborativa e cooperativa; • Interação e interatividade; • Avaliação contínua e diagnóstica.

  43. Autonomia É estimulada quando os estudantes compreendidos como seres autônomos, gestores de seu processo de aprendizagem, capazes de se autodirigir e autoregular. Interdependência Compartilhamento Responsabilidade Aprender a aprender

  44. Aprendizagem Colaborativa e Cooperativa É a relação compartilhada que se estabelece entre os participantes para realização de atividades de interesse comum. Integração Coletividade Compartilhamento Equipes Atividades interativas Diálogos

  45. Interação e Interatividade Envolve a troca constante das experiências do grupo por meio de ferramentas e atividades organizadas. Participação Partilha INERENTE A APRENDIZAGEM

  46. Interação dos Atores do Processo • Coordenador; • Professor(a); • Aluno(a); • Apoio técnico; • Articulação pedagógica.

  47. A mediação Pedagógica em EaD: professor - aluno A mediação pode se manifestar quando o professor: - Possibilita ao aluno adoção de métodos auxiliares para responder as atividades; - Propõe situações que, estando além das capacidades e conhecimentos já dominados pelos sujeitos, evidenciam o início rudimentar de novas habilidades. (MEDEIROS, 2003)