conjun es coordenativas l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
CONJUNÇÕES COORDENATIVAS PowerPoint Presentation
Download Presentation
CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 6

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS - PowerPoint PPT Presentation


  • 332 Views
  • Uploaded on

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS. É A PALAVRA QUE: MORFOLOGICAMENTE É INVARIÁVEL; SINTATICAMENTE RELACIONA ORAÇÕES OU TERMOS DE IGUAL VALOR SINTÁTICO; SEMANTICAMENTE É CAPAZ DE ESTABELECER RELAÇÕES LÓGICAS ENTRE AS ORAÇÕES.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'CONJUNÇÕES COORDENATIVAS' - betty_james


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
conjun es coordenativas

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS

É A PALAVRA QUE:

MORFOLOGICAMENTE É INVARIÁVEL;

SINTATICAMENTE RELACIONA ORAÇÕES OU TERMOS DE IGUAL VALOR SINTÁTICO;

SEMANTICAMENTE É CAPAZ DE ESTABELECER RELAÇÕES LÓGICAS ENTRE AS ORAÇÕES.

aditiva rela o de soma
Ligam dois termos ou duas orações, expressando idéia de adição, soma ou acréscimo: e, nem (e não), mas ainda, mas também,e como também (empregadasdepois de não só),etc.

A praça continuava ensolarada e havia babás com crianças.

O médico não só examinou o cliente, mas ainda prescreveu-lhe uma dieta.

ADITIVA (RELAÇÃO DE SOMA)
adversativas rela o de oposi o de contraste
ESTABELECEM UMA RELAÇÃO DE OPOSIÇÃO, CONTRASTE OU SENTIDO ADVERSO ENTRE DOIS TERMOS OU DUAS ORAÇÕES: MAS, PORÉM,CONTUDO, TODAVIA, SENÃO, ENTRETANTO, NO ENTANTO, NÃO OBSTANTE, E (COM VALOR DE MAS).

MARIANA REVIROU TODAS AS GAVETAS, PORÉM NÃO ENCONTROU NADA.

AMO; NO ENTANTO, NÃO SOU CORRESPONDIDA.

O SAPATO SERVIU-LHE COM PERFEIÇÃO, CONTUDO A CLIENTE NÃO FICOU SATISFEITA.

ADVERSATIVAS (RELAÇÃO DE OPOSIÇÃO, DE CONTRASTE)
alternativas rela o de altern ncia de exclus o de escolha
LIGAM PALAVRAS OU ORAÇÕES, ESTABELECENDO ENTRE ELAS UMA RELAÇÃO DE ALTERNÂNCIA, ESCOLHA, OPÇÃO OU EXCLUSÃO: OU, OU...OU, ORA...ORA, QUER... QUER, JÁ...JÁ, SEJA...SEJA,

A CRIANÇA ORA AGITAVA-SE NO BERÇO, ORA ADORMECIA FEBRIL.

FICARÃO JUNTOS, QUER A A VIAGEM SEJA DE ÔNIBUS, QUER SEJA DE AVIÃO.

OU VOCÊ ESTUDA, OU NADA ENTENDERÁ.

NÃO SEI SE CASO OU SE COMPRO UMA BICICLETA.

ALTERNATIVAS (RELAÇÃO DE ALTERNÂNCIA, DE EXCLUSÃO, DE ESCOLHA)
conclusivas conclus o a partir do que se afirma na outra ora o
INICIAM ORAÇÕES QUE EXPRESSAM UMA CONCLUSÃO OU UMA IDÉIA CONSEQÜENTE DO QUE SE DISSE ANTERIORMENTE: LOGO, PORTANTO, ASSIM, POR ISSO, PORCONSEGUINTE, POIS(POSPOSTO AO VERBO), ETC.

NÃO GUARDOU NENHUMA ECONOMIA, LOGO VIVE DE FAVORES.

A CHUVA CAÍRA MANSA DURANTE DIAS; ACABARA, POIS, A SECA.

EU ESTUDEI MUITO, PORTANTO ESTOU PREPARADO PARA A PROVA.

CONCLUSIVAS (CONCLUSÃO A PARTIR DO QUE SE AFIRMA NA OUTRA ORAÇÃO)
explicativas explica o para o que se afirma na outra ora o
OCORRE QUANDO A SEGUNDA ORAÇÃO DÁ UMA EXPLICAÇÃO SOBRE O MOTIVO OU A RAZÃO DO QUE SE AFIRMOU NA PRIMEIRA: QUE (=PORQUE), POIS (ANTEPOSTO AO VERBO), PORQUE, PORQUANTO.

OBS.: Geralmente, o verbo da primeira oração está no modo imperativo.

OS HÓSPEDES FICARAM SATISFEITOS, POIS FORAM BEM ATENDIDOS.

NÃO INSISTA, QUE ELE NÃO IRÁ AO ENCONTRO.

SAIA, PORQUE O PROFESSOR ESTÁ PEDINDO.

EXPLICATIVAS (EXPLICAÇÃO PARA O QUE SE AFIRMA NA OUTRA ORAÇÃO)