estrelas e nebulosas n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Estrelas e nebulosas PowerPoint Presentation
Download Presentation
Estrelas e nebulosas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 12

Estrelas e nebulosas - PowerPoint PPT Presentation


  • 129 Views
  • Uploaded on

Estrelas e nebulosas. O que é uma estrela. Uma estrela e um objecto que é feito de gás, o hidrogénio e que se mantêm unido pela atracção entre si das suas moléculas.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Estrelas e nebulosas' - benson


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
o que uma estrela
O que é uma estrela
  • Uma estrela e um objecto que é feito de gás, o hidrogénio e que se mantêm unido pela atracção entre si das suas moléculas.
  • As estrelas brilham porque fundem hidrogénio para fazer hélio e como isso produzem uma enorme quantidade de energia e o seu brilho é muito intenso.
  • As estrelas visíveis a olho nú aparecem como pontos brilhantes no céu nocturno sem contar com o sol.
  • Depois do Sol, a estrela mais próxima da Terra está próxima de Centauro que fica a 40 triliões de quilómetros.
  • Os astrónomos estimam que existam pelo menos 70 000 000 000 000 000 de estrelas no universo conhecido.
tipos de estrelas
Tipos de estrelas
  • Há diferentes tipos de estrelas consoante o seu brilho, temperatura, tamanho e cor.
  • A cor está relacionada com a temperatura como se pode ver no gráfico e o tamanho normalmente esta associado ao brilho porque quanto maior for a estrela mais brilha.

Mas as estrelas podem classificar-se em três grupos principais:

    • Supergigantes e gigantes— estrelas a acabar a vida que já incharam.
    • Anãs brancas— o que resta das estrelas médias que já explodiram.
    • Estrelas da sequencia principal—estrelas que ainda vivem.
o nascimento de uma estrela
O nascimento de uma estrela
  • Toda as estrelas começam por ser uma nebulosa. Depois a qualquer momento podem começar a aquecer até ficarem incandescentes.
  • Ás estrelas “bebés” chama-se proto-estrelas. Uma proto-estrela vai tentando ficar cada vez mais quente ate que por assim dizer acendem a sua fornalha e começam a brilhar e a produzir gás, é esse gás que será o seu combustível para o resto da sua longa vida.
  • Depois o vento estelar leva parte do gás para a nebulosa, depois ficam pedaços de rocha incandescente resultantes da fusão do gás esses pedaços de rocha podem formar planetas como no caso do Sol ou dispersam-se.
  • A estrela agora tem um brilho constante e assim será durante muitos milhões de anos .
  • Este processo pode parecer rápido mas na verdade duramuitos milhares de anos.
a morte de uma estrela
A morte de uma estrela
  • As estelas têm uma vida sossegada ate terem gasto o seu gás depois começa a ficar cada vez maior agora a estrela chama-se gigante vermelha a estrela assim se chama pois as cresceu até 100 vezes o seu tamanho real. Depois acontecem várias coisas segundo o tamanho da estrela:
    • Se a estrela for pequena não se chega a transformar em gigante vermelha a vai arrefecendo até ficar uma anã vermelha.
    • Se a estrela for média transforma-se em gigante vermelha aquece e a sua camada exterior é lançada para o espaço e desvanecer-se-á passado algum tempo, o núcleo da estrela vai ser uma anã branca.
    • Mas se a estrela for muito grande depois de se transformar irá explodir continuamente como um fogo de artifício gigante, a esta explosão chama-se supernova, depois de esta explosão o que fica é uma nebulosa e a estrela que se irá tornar numa estrela de neutrões ou num buraco negro.
  • Como já disse este processo pode parecer rápido mas na verdade dura muitos milhares de anos.
casais de estrelas
Casais de estrelas
  • O nosso sol não e normal pois a maioria das estrelas vive aos pares. Estas estrelas nascem juntas e ficam juntas durante toda a vida! Assim que nascem estas estrelas começam a girar à volta uma da outra numa roda sem fim. As estrelas duplas são preciosas para os astrónomos pois podem calcular o seu peso.
  • Estas estrelas permanecem inalteradas durante muito tempo, mas quando uma estrela se transforma em anã branca tudo muda, pois a estrela anã começa a sugar o gás da outra, mas este gás e um grande peso para ela. Bruscamente a camada exterior da estrela explode. E eis uma nova! Assim se chama porque os astrónomos pensavam que tinha surgido uma nova estrela.
  • Após esta explosão as estrelas voltam ao normal pelo menos até a outra estrela se transformar numa anã branca!
as constela es mais famosas
A ursa menor

A ursa menor é conhecida pela sua forma de caçarola!

Esta famosa caçarola é apenas uma parte da constelação pois esta ainda e formada por muitas mais estrelas.

A ursa maior

A ursa maior pode não ser tão conhecida como a ursa menor mas são ambas conhecidas pela forma de caçarola,

E tal como na ursa menor a caçarola é apenas uma pequena parte do conjunto,

As constelações mais famosas
as constela es mais famosas1
Cassiopeia

Esta constelação situa–se perto das ursas menor e maior tem a forma de um W. A constelação de Cassiopeia é uma das mais fáceis de identificar nos céus pois as suas estrelas mais brilhantes formam um W muito difícil de ignorar. Encontra-se muito próxima do Pólo Norte Celeste numa posição diametralmente oposta à da Ursa Maior. À medida que a noite vai decorrendo é notória a rotação do W em torno da estrela polar.

Orion

É uma das constelações mais brilhantes do céu. E, segundo a mitologia grega Orion era um caçador gabarola, os deuses fartaram-se da sua gabarolice e mandaram um escorpião para o matar, mais tarde arrependeram se e mandaram no para o céu.

As constelações mais famosas
as constela es mais famosas2
As constelações mais famosas

Escorpião

  • Esta constelação até se parece com o nome que lhe foi dado. Escorpião foi o animal que matou Orion e que os deuses mandaram para o céu
o sol
O Sol
  • O Sol começou a brilhar há cerca de 5.000 milhões de anos. Formou-se a partir de uma nuvem de gás e pó que flutuava no espaço.
  • O Sol é uma enorme bola de gás quente, a maior parte do gás existente no Sol é hidrogénio.
  • O Sol tem um diâmetro de 2.392.500 km e que pesa cerca de 333.000 vezes mais do que a terra.
  • O Sol é constituído por o núcleo, mancha solar, fotosfera, protuberância, coroa e a cromosfera.
  • O núcleo tem cerca de 15.000.000 ºC.
  • A fotosfera tem cerca de 5800 ºC.
  • A mancha solar é das zonas mais frias e esta a 4000 ºC
  • A cromosfera tem cerca de 5000 ºC.
  • A coroa tem cerca de 1.000.000 ºC.
  • O Sol tem movimentos de translação, isto é, move-se em conjunto com as outras estrelas da Via Láctea à volta do centro da galáxia. Demora 200 milhões de anos para efectuar uma volta completa.
f sica do sol
Física do sol
  • O sol é a estrela mais próxima do nosso planeta, esta localizada no centro do nosso sistema solar e todos os planetas contidos neste sistema solar giram em torno dele. Enquanto a luz das estrelas mais próximas demoram em torno de 10 anos para chegar à Terra, a luz do nosso Sol demora aproximadamente oito minutos.
  •      O Sol possui o tamanho equivalente a 100 vezes o tamanho da Terra isto, equivale a dizer que o Sol tem um tamanho aproximado de 696.000 km e é feito quase só de hidrogénio, que, em altíssimas temperaturas, se transforma em Hélio, liberando, através dessa mudança uma enorme quantidade de energia. A energia liberada neste processo é a que permite o desenvolvimento da vida na Terra.
trabalho elaborado por

Trabalho elaborado por:

Wilson Alves nº 23

8º A