regula o da assist ncia em santa catarina n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
REGULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA EM SANTA CATARINA PowerPoint Presentation
Download Presentation
REGULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA EM SANTA CATARINA

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 20

REGULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA EM SANTA CATARINA - PowerPoint PPT Presentation


  • 71 Views
  • Uploaded on

REGULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA EM SANTA CATARINA. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE. R egulação do Acesso dos Pacientes aos Serviços de Saúde/Telemedicina. 6.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'REGULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA EM SANTA CATARINA' - bena


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
regula o da assist ncia em santa catarina

REGULAÇÃO DA ASSISTÊNCIA EM SANTA CATARINA

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

slide3

“Conjunto de ações e instrumentos para organizar a oferta conforme a necessidade, estabelecendo competências, fluxos e responsabilidades, visando o acesso a todos os níveis de atenção à saúde”

slide4

REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS DE MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE

Objetivos:

Compreende todas as estruturas e sistemas que objetivam a garantia do acesso a consultas, exames especializados e outros serviços necessários para a promoção, tratamento e reabilitação da saúde dos catarinenses.

slide5
“as funções de controle, regulação e avaliação devem ser coerentes com os processo de planejamento, programação e alocação de recursos em saúde, tendo em vista a sua importância para a revisão de prioridades e diretrizes, contribuindo para o alcance de melhores resultados em termos de impacto na saúde da população” (NOAS 01/2002)
otimiza o
ACESSO

RECURSOS

SERVIÇOS

OTIMIZAÇÃO
slide7

MODELO DE REGULAÇÃO PARA O ESTADODE SANTA CATARINA

  • Serão implantados 8 Complexos Reguladores, um em cada macrorregião do estado.
  • Fazem parte do Complexo Regulador:
  • Central de Regulação de Urgência e Transferência de Pacientes Graves,
  • Central de Regulação de Consultas, Exames e Serviços Ambulatoriais de Média e Alta Complexidade,
  • Central de Regulação de Internação Hospitalar.
slide8

MACRORREGIÕES DE SAÚDE

Critérios:

FUNDAMENTOS

  • Descentralização
  • Regionalização
  • Hierarquização
  • Articulação
  • Sist. Referência
  • localização geográfica
  • População
  • Agrupamento regionais/saúde
  • Eqüidistância
  • Sistema viário
  • Cultura de deslocamento
  • Índice de desen.social (IDS)
  • Complexo econômico-regional
  • Recursos tecnológicos
  • Bacia hidrográfica

RESOLUTIVIDADE

slide10

Importância da Telemedicina:

DIAGNÓSTICO

À DISTÂNCIA

  • Economia de recursos e tempo
  • Maior efetividade no diagnóstico e tratamento
  • Eficiência na continuidade e qualidade do atendimento
  • Priorização de casos segundo protocolos
  • Democratização do acesso aos serviços

REGULAÇÃO

slide11

Implantação da Telemedicina Integrada aos Complexos Reguladores

Etapa 0 - Oeste/Florianópolis

slide12

SisReg - Central de Marcação de Consultas

SisReg - Central de Internação Hospitalar

TFD

fffffffffffffffffffffffffffffff

ffffffffffffffffffffffffffffff

fffffffffffffff fffffffffffffffff

oppopop op popopop opop popop op op op op op op op op o p op o po pop o po p op op op op o o ppppppppnmmmmmmm

CR Chapecó

CR Florianópolis

Xanxerê

CIASC

Médico1->

(CR Chap.)

Médico2->

(CR Fpolis)

Médico2->

(CR Fpolis)

<Tomografia Cranio>

1. Tomo 23 - Paciente 2345

2. Tomo 45 - Paciente 4567

3. Tomo 78 - Paciente 5432

4. Tomo 90 - Paciente 1234

<Tomografia Cranio>

1. Tomo 20 - Paciente 2045

2. Tomo 40 - Paciente 4067

3.

4.

<Tomografia Cranio>

1. Tomo 20 - Paciente 2045

2. Tomo 40 - Paciente 4067

3. Tomo 99 - Paciente 5555

4.

Implantação da Telemedicina Integrada aos Complexos Reguladores

Etapa 0 - Oeste/Florianópolis

São Miguel do Oeste

Maravilha

slide13

Maravilha

CR

CR Chapecó

CR Florianópolis

CR

CR

CR

CR

Xanxerê

CIASC

Médico1->

(CR Chap.)

Médico5->

(CR Jville)

Médico5->

(CR Jville)

<Tomografia Cranio>

1. Tomo 23 - Paciente 2345

2. Tomo 45 - Paciente 4567

3. Tomo 78 - Paciente 5432

4. Tomo 90 - Paciente 1234

<Tomografia Cranio>

1. Tomo 20 - Paciente 2045

2. Tomo 40 - Paciente 4067

3.

4.

<Tomografia Cranio>

1. Tomo 20 - Paciente 2045

2. Tomo 40 - Paciente 4067

3. Tomo 99 - Paciente 5555

4.

Implantação da Telemedicina Integrada aos Complexos Reguladores

Etapas Subseqüentes - 2005/2006

slide19

Objetivos

  • Organização da Atenção às Urgências e Emergências no Estado de Santa Catarina:
  • Central de Regulação Médica de Urgência Central SAMU 192.
  • Transporte Inter-hospitalar de pacientes graves;
  • 3. Serviço de Atenção Móvel de Urgência Pré-Hospitalar (SAMU 192);

SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU - 192)

slide20

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SANTA CATARINA

www.saude.sc.gov.br

CANAL DE COMUNICAÇÃO EM SAÚDE

http://www.saude.sc.gov.br