Download
1 / 28

Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares OBJETIVOS - PowerPoint PPT Presentation


  • 129 Views
  • Uploaded on

Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares OBJETIVOS. Ampliar a participação das comunidades escolar e local na gestão administrativa, financeira e pedagógica das escolas públicas; Apoiar a implantação e o fortalecimento de conselhos escolares;

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares OBJETIVOS' - asher


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

OBJETIVOS

  • Ampliar a participação das comunidades escolar e local na gestão administrativa, financeira e pedagógica das escolas públicas;

  • Apoiar a implantação e o fortalecimento de conselhos escolares;

  • Instituir, em regime de colaboração com os sistemas de ensino, políticas de implantação e fortalecimento de conselhos escolares;

  • Promover em parceria com os sistemas de ensino a capacitação de conselheiros escolares;

  • Estimular a integração entre os conselhos escolares;

  • Apoiar os conselhos escolares na construção coletiva de um projeto educacional no âmbito da escola, em consonância com o processo de democratização da sociedade;

  • Promover a cultura do monitoramento e avaliação no âmbito das escolas, para a garantia da qualidade da educação.


No III Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.


4 eixos tem ticos
4 EIXOS TEMÁTICOS Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.


Objetivos dos quatro eixos tem ticos
Objetivos dos quatro eixos temáticos Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.

ET 1 – Legislação e Diretrizes do Conselho Escolar e o princípio da gestão democrática nas escolas públicas

Objetivo: Definir os aspectos fundamentais que devem constar nas legislações ou normas estaduais e municipais relativas à institucionalização e ao funcionamento dos Conselhos Escolares.

Valéria Aparecida Vieira Velis

(Secretaria Municipal de Educação de Rio Claro)

Swamy Soares

(Consultor do Programa Nacional de

Fortalecimento dos Conselhos Escolares - SEB/MEC)


Objetivos dos quatro eixos tem ticos1
Objetivos dos quatro eixos temáticos Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.

ET2 – Eleição de conselheiros escolares: a participação dos segmentos que o compõem e da sociedade em geral

Objetivo: Criar e/ou fortalecer mecanismos de mobilização para eleição dos conselheiros, de modo a realçar a importância do Conselho Escolar e tornar a representação mais efetiva

Renata Pierini Ramos

(Secretaria Municipal de Educação de São Carlos)

Walter Pinheiro

(Consultor do Programa Nacional de

Fortalecimento dos Conselhos Escolares - SEB/MEC)


Objetivos dos quatro eixos tem ticos2
Objetivos dos quatro eixos temáticos Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.

ET 3 – Formação Continuada em Conselhos Escolares: perspectivas e práticas

Objetivo: Informar sobre os cursos de formação já existentes (sobretudo no âmbito do MEC), em diferentes modalidades, e acentuar a necessidade de propostas de formação permanente, em âmbito estadual e municipal, para os que pretendem atuar ou que já atuam junto aos Conselhos Escolares.

Profa. Dra. Maria Cecília Luiz / Prof. Dr. Celso Conti (UFSCar)

Prof. Ms.Herbert Lima

(consultor do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares)


Objetivos dos quatro eixos tem ticos3
Objetivos dos quatro eixos temáticos Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.

ET 4 – Acompanhamento e funcionamento dos Conselhos Escolares: natureza e organização

Objetivo: Criar e/ou fortalecer mecanismos de acompanhamento do funcionamento dos Conselhos Escolares a fim de estimulá-los permanentemente e de identificar sua eficiência e eficácia, tendo em vista as suas atribuições.

Lidia Maria Balsi Machado

(Secretaria Municipal de Educação de Embu das Artes)

Cefisa Aguiar

(consultora do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares)


Eixo 4 o acompanhamento dos conselhos escolares natureza organiza o e funcionamento
Eixo 4 Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios. o acompanhamento dos conselhos escolares: natureza, organização e funcionamento


Quest es para reflex o pequenos grupos
Questões para reflexão (pequenos grupos) Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.

  • Quais são as condições básicas para esse acompanhamento?

  • Como estão organizados os Conselhos Escolares hoje?

  • Como podemos orientar quanto à organização, natureza, funcionamento e monitoramento das ações dos Conselhos de Escola?

  • Como criar ou fortalecer mecanismos de acompanhamento dos Conselhos Escolares?


DISCUSSÃO NO GRANDE GRUPO Escolares (2011), surge a necessidade de realizarmos o 1º Encontro do Estado de São Paulo a fim de trocarmos experiências, com perspectivas de fomentar a gestão democrática nas escolas públicas dos 645 municípios.


O Técnico responsável pelo acompanhamento dos Conselhos Escolares deve considerar que:

  • A escola precisa criar a interlocução com a comunidade e o fórum legítimo para a participação é o Conselho de Escola.

  • O Conselho de Escola é o caminho para, de maneira organizada, abrir as portas da escola à comunidade.

  • O Conselho de Escola é a somatória de todos os segmentos




  • A participação efetiva na construção do Projeto Político Pedagógico da escola acontece quando é estabelecida uma rotina.

  • As normas devem ser construídas em conjunto com o Conselho de Escola e não criadas somente pelo diretor. A questão pedagógica vai se construindo aos poucos.


  • O REGISTRO de todas as ações alusivas ao Conselho de Escola é fundamental.

  • O Diretor deve ter o Conselho de escola como aliado.

  • O Profissional (ou Profissionais) designados para acompanhar os Conselhos de Escola devem fazer todas as orientações, participar das reuniões, ler as atas...


  • Há necessidade de uma mobilização para que pais e comunidade entendam a importância do conselho de Escola e se disponibilizem a participar.

  • Organizar, propor, acompanhar a mobilização no processo eleitoral.

  • Buscar de parceiros fora da escola para fortalecimento do Conselho Escolar: em entidades religiosas, sindicatos, na saúde, cartazes na comunidade, entre outros.

  • Conquistar: representante de membro da comunidade com direito à voz.



É essencial que o técnico responsável pelo acompanhamento e monitoramento das ações do Conselho Escolar garanta um espaço privilegiado para:

FORMAÇÃO DOS CONSELHEIROS

EIXO 3


Organização: membros do GAFCE DE São Paulo: e monitoramento das ações do Conselho Escolar garanta um espaço privilegiado para:

Cotia, Embu das Artes, Osasco, Santos, São Paulo (Estado) e Jacareí


Cotia: e monitoramento das ações do Conselho Escolar garanta um espaço privilegiado para:

[email protected]

[email protected]

[email protected]

Embu das Artes:

[email protected]

[email protected]

[email protected]

Jacareí

[email protected]

[email protected]

Osasco

[email protected]

São Paulo (Estado)

[email protected]

[email protected]

Santos

[email protected]


Propostas do grupo para atuação do Técnico da Secretaria de Educação no acompanhamento e monitoramento das ações do Conselho Escolar


Escola paulo freire
Escola – Paulo Freire de Educação no acompanhamento e monitoramento das ações do Conselho Escolar

“Escola é...o lugar onde se faz amigosnão se trata só de prédios, salas, quadros,programas, horários, conceitos...Escola é, sobretudo, gente,gente que trabalha, que estuda,que se alegra, se conhece, se estima.O diretor é gente


O coordenador é gente, o professor é gente, de Educação no acompanhamento e monitoramento das ações do Conselho Escolaro aluno é gente,cada funcionário é gente.E a escola será cada vez melhorna medida em que cada umse comporte como colega, amigo, irmão.Nada de ‘ilha cercada de gente por todos os lados’.Nada de conviver com as pessoas e depois descobrirque não tem amizade a ninguémnada de ser como o tijolo que forma a parede,indiferente, frio, só.


Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar, é também criar laços de amizade,é criar ambiente de camaradagem,é conviver, é se ‘amarrar nela’!Ora , é lógico...numa escola assim vai ser fácilestudar, trabalhar, crescer,fazer amigos, educar-se,ser feliz."


AS MUDANÇAS SÓ ACONTECEM trabalhar,

A PARTIR DE UMA AÇÃO,

ATUA!


ad