dist rbios do equil brio cido b sico n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico PowerPoint Presentation
Download Presentation
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 59

Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico - PowerPoint PPT Presentation


  • 208 Views
  • Uploaded on

Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico. Gasometria a lógica do raciocínio Paulo R. Margotto Prof. do Curso de Medicina da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS/SES/DF) - Margotto.PR. Assistência ao Recém – Nascido de Risco, Hospital Anchieta, Brasília, pg 158, 2006.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico' - andrew


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
dist rbios do equil brio cido b sico
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico

Gasometria a lógica do raciocínio

Paulo R. Margotto

Prof. do Curso de Medicina da Escola Superior de

Ciências da Saúde (ESCS/SES/DF)

- Margotto.PR. Assistência ao Recém – Nascido de Risco,

Hospital Anchieta, Brasília, pg 158, 2006

( www.paulomargotto.com.br – Distúrbios Metabólicos )

slide2

Não é necessário muito esforço

Para entender a gasometria. É necessário

Raciocínio!

www.paulomargotto.com.br

dist rbios do equil brio cido b sico1

Interpretação da Gasometria

- Equilíbrio entre ácidos e bases : depende de reações para correção dos desvios da homeostase

- Metabolismo normal : H+ no fluído extracelular

Para neutralizar esta carga ácida ( e manter o pH)

Distúrbios do Equilíbrio Ácido / Básico

- Ação dos tampões do organismo

- Regulação Respiratória

- Regulação Renal

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Sistemas de Tampões: 4 principais

- Sistema – tampão ácido carbônico – bicarbonato

( 45% da capacidade tampão total )

- Sistema – tampão de fosfato

( glóbulos vermelhos, células tubulares renais )

- Sistema – tampão de proteínas

( células dos tecidos )

- Sistema tampão de hemoglobina dos glob.vermelhos

- Transporte de CO2 : - 5% - Plasma

- 20% - Hemácias

- 75% - Bicarbonato

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria1
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Ação do tampão ácido carbônico – bicarbonato

HCl + NaHCO3 H2CO3 + NaCl

CO2 + H2O

pH = pK + log [HCO3-](Equação de Henderson – Hasselbach )

[ H2CO3 ]

[HCO3-] = 24 mEq/l

[ H2CO3 ] = Como calcular ? 1,2 mEq/l

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria2
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

[H2CO3 ] :

CO2 + H2O H2CO3

( 500 ) ( 1 )

( Lei da Ação das Massas )

[CO2 ] plasma em função da pACO2

paCO2 = pACO2 = 40 mmHg

[ CO2 ] plasma : 0,03 x paCO2 = 1,20 mEq/l

Índice de solubilidade na água

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria3
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

pH = pK + log [HCO3-] Componente metabólico

paCO2 x 0,03 Componente respiratório

pK = 6,1

HCO3- plasma

pH = 6,1 + log 24 = 6,1 + log 20 = 6,1 + 1,3 = 7,4

1,20

Assim : HCO3– ou paCO2 pH : ALCALOSE

HCO3– ou paCO2 pH : ACIDOSE

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria4
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • HASSELBALCH a nossa linha básica de raciocínio –diagnóstico
  • pH = 6,1 RIM responsável pela concentração do HCO 3–
  • PULMÃO responsável pela concentração do CO2
  • ENQUANTO
  • O pulmão manter O RIM manter
  • a concentração do CO2 a concentração do HCO3-

O p H SERÁ

MANTIDO

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria5
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Regulação Respiratória:
  • paCO2: espelha os acontecimento em nível alveolar
  • (reflexo da função respiratória)
  • Como as alterações primárias na [ HCO 3– ] podem ser regulados pelos mecanismos respiratórios

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria6
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

pH = pK + log [HCO 3– ]

paCO2 x 0,03

Centro Respiratório

HCO3-

Movimentos Respiratórios

ou

Frequência

Profundidade

RESULTADO

pACO2 ( e paCO2 e H2CO3 )

A relação HCO3- / H2CO3

se mantém

p.H SE MANTÉM

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

slide13

Interpretação da GasometriaRegulação Respiratória: Com as alterações primárias na [ HCO 3– ] podem ser regulados pelos mecanismos respiratórios

pH = pK + log [HCO 3– ]

paCO2 x 0,03

Centro Respiratório

HCO3-

Movimentos Respiratórios

ou

Frequência

Profundidade

RESULTADO

pACO2 ( e paCO2 e H2CO3 )

A relação HCO3- / H2CO3

se mantém

p.H SE MANTÉM

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria7
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Regulação Renal do pH
  • Reabsorção do bicarbonato

INTERSTÍCIO CÉLULA TUBULAR LUZ TUBULAR

NaHCO3-

Na+ HCO3

H2CO3

H2O CO2

CO2

A – C + H2O

H +

H2CO3 HCO3-

NaHCO3

AC: Anidrase carbônica

Diagrama de permuta de H+

pelo Na+ do bicarbonato do filtrado urinário

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria8
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Regulação Renal do pH

B) Acidificação dos sais tampões de fosfato

INTERSTÍCIO CÉLULA TUBULAR LUZ TUBULAR

A – C

+ H2O

H2CO3 H +

NaHCO3 HCO3-

Na2HPO4

Na HPO4 Na+

NaH2PO4

NaH2PO4

CO2

Diagrama de troca de H+ pelo sódio do fosfato

de dissódio ( Na2HPO4 ) do filtrado que desce

pelos túbulos so néfron

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria9
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Secreção de Amônia

INTERSTÍCIO CÉLULA TUBULAR LUZ TUBULAR

A – C

+ H2O H2CO3 H +

NaHCO3 HCO3-

Glutamina glutaminase NH 3

NaCO3 NH4

NaCl

Na+ Cl-

NH4 Cl

CO2

Diagrama de troca de H+ pelo sódio do

cloreto de sódio (NaCl) urinário com a ajuda da amônia (NH3)

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria10
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Regulação Renal do pH:
  • ACIDOSE : ( Urina )
  • pH : 4,5
  • Excreção de HCO3- diminui ou desaparece
  • Excreção de sais de amônio ( NH4Cl) aumenta
  • ALCALOSE: ( Urina )
  • pH : 7,8
  • Excreção de HCO3 – aumenta
  • Excreção da Na+ e K+ aumenta

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria11
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Há um trabalho em conjunto para “acalmar” os íons H +

INFUSÃO EXPERIMENTAL EV DE

SOLUÇÃO DE HCl (Ácido clorídrico )

1ª linha de defesa: sistema–tampões químicos

( ação imediata); célula: difusão do H+ para as células

( 2 a 4 horas )

2ª linha de defesa: pulmões, ajuda em 50% ( 10 a 30 minutos )

3ª linha de defesa: rins,depende da modificação do intracelular

( 1 a dias )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria12
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Medida Clínica do Equilíbrio Ácido – Básico
  • pH: logaritmo do inverso da concentração hidrogeniônica
  • pH: log _1_
  • [ H+ ]
  • Valores Normais: pH : 7,35 – 7,45 ( média : 7,40 )
  • RN < 1500 g : pH > 7,20
  • RN > 1500 g : pH > 7,25
  • O pH quantifica o fenômeno, porém, isoladamente não qualifica - o
  • Realizar imediatamente, devido à formação de ácido láctico pelo desdobramento da glicose

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria13
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

paCO2

  • Mede a fração dissolvida não combinada de CO2
  • Depende basicamente da ventilação pulmonar
  • Normal : paCO2 : 35 – 45 mmHg ( média: 40 mmHg )
  • RN < 1500 g : paCO2 até 55 – pH > 7,20
  • ( hipercapnia permissiva )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria14
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Bicarbonato

  • Real : [ HCO3 - ] plasmático independente da paCO2
  • Standard: [ HCO3 - ] plasmático após equilibrio da paCO2 para 40 mmHg
  • CO2
  • sangue (Hb) AC + H2O H2CO3 H+ + HCO3 + Hb HHb + HCO3
  • Plasma

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria15
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Em indivíduos normais , bicarbonato real e standard têm valores iguais na pCO2 de 40 mmHg

CO2 [ HCO3 - ] real > [ HCO3 - ] standard

CO2 [ HCO3 - ] real < [ HCO3 - ] standard

Fácil de entender : reveja a reação

Não memorize : risco fatal de tudo resvalar pelo labirinto do esquecimento

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria16
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Excesso de base ( BE ) :
  • Expressa o que teria que acrescentar ( BE negativo) ou subtrair ( BE positivo ) para corrigir o pH
  • Valor normal: - 2,5 a + 2,5 ( RN : até – 8 mEq/l )
  • O que significa BE de – 18
  • - Excesso de ácido mobilizou 18 mEq/l de HCO3–
  • do sistema tampão ou
  • Depleção de líquidos orgânicos ricos em bicarbonato
  • Ou seja: significa queda do bicarbonato ; há 18 mEq/l de base a menos em relação a um paCO2 de 40 mmHg

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria17
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • paO2
  • 50 – 70 mmHg
  • Avalia a hipoxemia arterial
  • Não assegura a presença de hipoxia tecidual
  • Avaliação da hipoxemia sob FiO2 > 21%
  • Hipoxemia não corrigida: paO2 < limite satisfatório no ar ambiente
  • Hipoxemia corrigida: paO2 > limite satisfatório no ar ambiente
  • Hipoxemia excessivamente : paO2 > 100 mmHg corrigida

paO2 = FiO2 x 5 ou x 3

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria18
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

ACIDOSE : [ H + ] no sangue

Excesso de CO2 de bases / excesso de ácidos orgânicos

( acidose respiratória) ( acidose metabólica )

ALCALOSE: [ H + ] no sangue

CO2 bases / perdas de ácidos orgânicos

( alcalose respiratória ) ( alcalose metabólica )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria19
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • ACIDOSE /ALCALOSE Respiratórias e Metabólicas
  • Descompensadas – pH anormal
  • Compensadas – pH normal
  • Parcialmente compensadas – pH próximo ao normal
  • ACIDOSE METABÓLICA compensada
  • pH = 6,1 + log HCO3
        • H2CO3
  • ( Relação HCO3 / H2CO 3 : 24 = 20 : NORMAL )
  • 1,2
  • Acidose metabólica descompensada : diarréia
  • Relação metabólica 12 = 10
  • 1, 2
  • ( a paCO2 não se alterou ! )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria20
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Acidose metabólica compensada : diarréia

Relação 12 = 20

0,6

( a pCO2 se alterou, ou seja, o paciente hiperventilou )

Se o pH não voltar ao normal apesar da ajuda pulmonar, escrevemos :

acidose metabólica parcialmente compensada

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria21
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Acidose metabólica
  • Para ficar mais claro:
  • Relação HCO3 - / H2CO3 : 24/1,2 = 20 ( normal )
  • Acidose metabólica descompensada, temos:
  • 12 = 10 ( exemplo : diarréia)
  • 1,2
  • Acidose metabólica compensada , temos:
  • 12 = 20
  • 0,6

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria22
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Distúrbios Metabólicos:

Ganho ou perda de ácidos ou bases

Distúrbios Respiratórios:

Diminuição ou aumento da ventilação pulmonar

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria23
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Acidose Metabólica
  • Hipoxia tecidual, jejum, erro inato do metabolismo
  • Deficiente contratilidade do miocárdio
  • Hipotensão arterial e acidose metabólica
  • 40% dos RN ventilados 1 ª 24 h de vida
  • ( em 50% dos casos – deficientes contratilidade do miocárdio )
  • Alteração na excreção de H+ : Insuf. Renal , acidose tubular renal distal
  • Perda de bicarbonato : diarréia , oclusão intestinal, acidose tubular renal proximal

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria24
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Acidose Respiratória: Pulmão
  • SAM , DMH, pneumotórax, broncoespasmo, derrame pleural, edema pulmonar, depressão SNC
  • Correção :
  • Tratar causa básica
  • NaHCO3 se acidose metabólica concomitante e com controle das condições ventilatórias

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria25
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Alcalose Metabólica
  • Estenose hipertrofica do piloro
  • ( perda de líquido gástrico )
  • Excesso de NaHO3
  • Condições que expoliem K+ ( furosemide )
  • Correção
  • Tratar a causa básica
  • Condições renais p/excretar excesso de NaHCO3
  • ( aporte adequado de cloreto, Na +, K+ )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria26
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Alcalose Respiratória
  • Encefalite, meningite, ventilação mecânica,
  • Alterações do SNC ( hiperventilação cerebral )
  • Correção
  • Se pH > 7,60 : VM para espaço morto e reter CO2
  • Tratar a causa básica

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria27
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Correlação entre K+ e cálcio e o Equilíbrio Ácido – Básico
  • K+ : hipocalemia : diarréia, uso de diurético, HV com reposição inadequada de K+
  • SNC RIM
  • - Economizar bases
  • - Eliminar o H+
  • - Alcalose Metabólica
  • Hipocalêmica com urina
  • ( paradoxalmente ) ácida

Ordens “ ácidas “

H+

3 K +

célula

2 Na +

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria28
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Correlação entre K+ e cálcio e o Equilíbrio Ácido – Básico

Acidose e K + :

ou de 0,1 unidade do pH

alteração de 0,6 mEq/l na calemia no sentido inverso

Ex.: pH 7,1 K+: 4,8 mEq/l . Qual é o K+ real ?

pH baixou de 7,4 - 7,1 ( 3 x 0,1 = 0,3 ) e o

K+ sérico aumentou 3 x 0,6 = 1,8

K+ real = 4,8 - 1,8 = 3,0 ( o paciente está hipocalêmico)

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria29
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Correlação entre K+ e cálcio e o Equilíbrio Ácido – Básico

Cálcio:

Ca ++

Cada de pH de 0,1 unidade ,

equivale a uma queda na calcemia iônica

de 0,46 mg%

acidose

Ca ++

alcalose

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria30
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Ânion Gap ( diferença de aniontes ) : Lorenz e cl ( J Pediatr 135; 751, 1999 )

Mostra o acúmulo de aniontes anormais como : Fosfato,sulfatos, lactato, ácido ceto-acético.

( Na+ + K+ )-(HCO3- + Cl -)

> 16 mEq/l : acidose láctica ( geralmente > 22 mEq / l)

< 8 mEq/l : ausência de acidose láctica

8 - 16 mEq/l:não é útil para o diagnóstico diferencial

Anion gap sérico no diagnóstico diferencial de acidose metabólica em recém nascidos críticos. Lorenz et al. Apresentação:Joseneide, Lucia, Marcia Pimentel e Paulo R. Margotto

slide38

CORRELAÇÃO DA ANÁLISE DOS GASES ARTERIAIS, VENOSOS E CAPILARES.Yildizdas D, Yapicioglu H, Yilmaz HL, Sertdemir Y. (Turquia)Arch Dis Child 2004; 89:176-180

www.paulomargotto.com.br

slide39

CORRELAÇÃO DA ANÁLISE DOS GASES ARTERIAIS, VENOSOS E CAPILARES.Yildizdas D, Yapicioglu H, Yilmaz HL, Sertdemir Y. (Turquia)Arch Dis Child 2004; 89:176-180

www.paulomargotto.com.br

slide40

CORRELAÇÃO DA ANÁLISE DOS GASES ARTERIAIS, VENOSOS E CAPILARES.Yildizdas D, Yapicioglu H, Yilmaz HL, Sertdemir Y. (Turquia)Arch Dis Child 2004; 89:176-180

slide41

CORRELAÇÃO DA ANÁLISE DOS GASES ARTERIAIS, VENOSOS E CAPILARES.Yildizdas D, Yapicioglu H, Yilmaz HL, Sertdemir Y. (Turquia)Arch Dis Child 2004; 89:176-180

Correlação arterial, venosa e capilar para o PaO2 na presença de hipotensão

slide42

CORRELAÇÃO DA ANÁLISE DOS GASES ARTERIAIS, VENOSOS E CAPILARES.Yildizdas D, Yapicioglu H, Yilmaz HL, Sertdemir Y. (Turquia)Arch Dis Child 2004; 89:176-180

slide43

CORRELAÇÃO DA ANÁLISE DOS GASES ARTERIAIS, VENOSOS E CAPILARES.Yildizdas D, Yapicioglu H, Yilmaz HL, Sertdemir Y. (Turquia)Arch Dis Child 2004; 89:176-180

Os estudos demonstram uma boa correlação dos valores de pH, PaCO², bicarbonato de sódio e base excess nas amostras de sangue arterial, venoso e capilar; não sendo recomendado o uso das amostras sangüíneas venosa e / ou capilar para determinar o PaO².

Correlação da análise dos gases arterial, venosa e capilar

Autor(es): Yildizdas D et al. . Apresentação:Ana Marily Soriano Ricardo, Albaneide Formiga, Paulo R. Margotto

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria31
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Paciente ( história clínica )
  • pH : acidose / alcalose
  • HCO3- real e BE : parâmetros metabólicos
  • paCO2 : parâmetros respiratórios
  • Índice de 95% de confiança

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria32
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria
  • Índice de 95% de confiança

Ann Internal Med 66 : 312, 1967

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria33
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

Lactente com diarréia e desidratação do II grau

pH = 7,20

pCO2 = 25,0

HCO3 = 9,0

BE = - 17,0

Acidose metabólica parcialmente compensada:

é parcial porque o pH não está normal

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria34
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

Lactente com diarréia e desidratação do II grau

pH = 7, 35

pCO2 = 25,0

HCO3 = 14,0

BE = - 11

Acidose metabólica compensada:

o pH normalizou às custas

da hiperventilação pulmonar

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria35
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

RN em um respirador

pH = 7, 52

pCO2 = 28

HCO3 = 22,0

BE = +1

O pH é alcalótico o bicarbonato está normal;

esta alcalose só pode ser explicada

pela HIPERVENTILAÇÃO ALVEOLAR

e portanto, temos uma:

ALCALOSE RESPIRATÓRIAESCOMPENSADA

Alcalose respiratória aguda; não houve tempo

para ação dos mecanismos renais que agirão HCO3 -

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria36
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

RN em um respirador

pH = 7, 44

pCO2 = 24

HCO3 = 16

BE = - 6

Agora estamos diante de uma

ALCALOSE RESPIRATÓRIA COMPENSADA

esta compensação foi graças aos mecanismos renais que agiram perdendo bicarbonato.

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria37
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

Lactente com diarréia e broncopneumonia

pH = 7, 24

pCO2 = 44,0

HCO3 - = 18

BE = - 7

ACIDOSE METABÓLICA DESCOMPENSADA

ou ACIDOSE METABÓLICA E RESPIRATÓRIA (ACIDOSE MISTA)

( veja no índice de 95% de confiança para a acidose metabólica e verá que as linhas encontrar-se-ão bem acima da faixa de confiança).

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria38
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

RN em uso de furosemide K+ = 2,0

pH = 7,56

pCO2 = 40,0

HCO3 - = 34

BE = + 11

ALCALOSE ( veja o pH )

METABÓLICA ( veja o bicarbonato e o BE) DESCOMPENSADA (veja o pH).

Compensação ?

( Pense na Equação de Henderson -Hasselbach )

pH : 7,44

pCO2 : 65,0 Agora temos uma

HCO3 - : 34 Alcalose Metabólica Compensada

BE : + 11, 0

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria39
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

Rn com Doença da Membrana Hialina

pH = 7, 11

pO2 =48

pCO2 = 45

HCO3 = 10

BE = - 13

FiO2 = 100%

Acidose mista

( Respiratória em função do comprometimento pulmonar e metabólica devido a formação de ácido lático pelo metabolismo anaeróbio da glicose consequente à hipoxia).

Esse bebê apresenta uma hipoxemia não corrigida ( paO2 menor que 50 mmHg )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria40
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

Paciente que ingeriu uma superdosagem de opiáceos

pH = 7, 11

pO2 =30

pCO2 = 85

HCO3 = 24

BE = - 3

( indicado respirador) : insuficiência ventilatória aguda ou

ACIDOSE RESPIRATÓRIA DESCOMPENSADA COM HIPOXEMIA SEVERA NÃO CORRIGIDA

( observe a paCO2).

Para haver a compensação , como agiria o mecanismo renal?

Raciocine com a

Equação de Henderson-Hasselbalch:

retendo bicarbonato

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria41
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:

Criança com fibrose pulmonar

pH = 7, 36

pCO2 = 85

HCO3 = 47

BE = + 15

Acidose respiratória compensada

( ou insuficiência ventilatória crônica ).

Observe o bicarbonato, o BE.

Observem que a alcalose metabólica é secundária à acidose respiratória

(raciocine com a Equação de Handerson-Hasselbalch) .

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria42
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

10 Exemplos clínicos

1 2 3 4 5

pH 7,20 7,35 7,52 7,44 7,24

pCO2 25 25 28 24 44

HCO3 9,0 14,0 22,0 16,0 18,0

BE -17 -11 +1 -6,0 -7

Diarréia +

Desidratação

Respirador

Diarréia

pneumonia

1. Acidose Metabólica parcialmente compensada

2. Acidose Metabólica compensada

3. Alcalose respiratória descompensada

4. Alcalose respiratória compensada

5. Acidose metabólica descompensada ( acidose mista )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria43
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

10 Exemplos clínicos

6 7 8 9 10

pH 7,56 7,44 7,24 7,36 7,11

pCO2 40,8 65 85 85 45,1

HCO3 34 34 24 47 10,0

BE +11 +11 -3 + 15 - 13

Fibrose

Opiáceos

PO2 = 48

Furosemide

Pulmonar

DMH

K + = 2

6. Alcalose Metabólica descompensada

7. Alcalose Metabólica compensada

8. Acidose respiratória descompensada

9. Acidose respiratória compensada

Insuficiência Ventilatória Crônica

10. Acidose mista ( respiratória e metabólica )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria44
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Casos Clínicos:diarréia/desidratação

Conduta Terapêutica

pH = 7, 14 Peso : 6 Kg/ FiO2:21%

pCO2 = 15,1

pO2=105 K+ : 6,0 mEq/l

HCO3 - = 5,0

BE = - 22,5

Acidose Metabólica parcialmente compensada

1.Fase rápida ( melhora da perfusão renal)

2. HCO3 - : peso x BE x 0,3

- 6 x ( 22,5 - 2,5 ) x 0,3 = 35 mEq de Na HCO3

- 1 ª 12 - 36 h

- Prescrever a 1/2 dose ( as fórmulas são secas )

em solução 1/5 em 60 min

- Eletrólitos: K+ real do paciente : 4,2 mEq/l

- Cálcio : após o uso do NaHCO3-

Fazer gluco Ca 10% ( 3 - 4ml/Kg ) ( 1,5 - 2 mEq/Kg )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

dist rbios do equil brio cido b sico interpreta o da gasometria45
Distúrbios do Equilíbrio Ácido / BásicoInterpretação da Gasometria

Conclusões:

1. Conhecer sempre a história clínica

2. Raciocinar com os mecanismos respiratórios e renais

( ter em mente a relação 20/1)

3. Não tratar a doença como diferenças de base e sim o fator causal

4. As fórmulas são secas : deve -se apenas melhorar

( Nunca queira corrigir completamente )

Margotto, PR ESCS/ SES/DF

slide59

Não é necessário muito esforço

Para entender a gasometria. É necessário

Raciocínio!

Muito obrigado!

www.paulomargotto.com.br