slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
T e m p o PowerPoint Presentation
Download Presentation
T e m p o

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 28

T e m p o - PowerPoint PPT Presentation


  • 102 Views
  • Uploaded on

T e m p o. Motivação. Capital é durável, ao contrário de trabalho e matéria-prima. Se a empresa aluga capital, ela ainda compara a receita do produto marginal corrente deste fator de produção com seu custo corrente, da mesma forma que o faz com trabalho e matéria-prima.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'T e m p o' - anchoret


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
motiva o
Motivação
  • Capital é durável, ao contrário de trabalho e matéria-prima
  • Se a empresa aluga capital, ela ainda compara a receita do produto marginal corrente deste fator de produção com seu custo corrente, da mesma forma que o faz com trabalho e matéria-prima
  • Mas se a empresa adquire a propriedade do capital, o tempo entra em consideração: ela compara os gastos de agora com o lucro adicional que o novo capital pode gerar no futuro
  • Ao decidir investir, a empresa precisa saber: hoje, qual é o valor dos lucros futuros? Esta decisão intertemporal envolve risco
  • Se a empresa tomar emprestado para adquirir o capital, a taxa

de juros entra em consideração

objetivos
Objetivos
  • Calcular o valor dos fluxos monetários futuros
  • Estudar as decisões de investimento das empresas
  • Analisar de que forma as empresas lidam com o risco
  • Examinar as particularidades da produção de recursos esgotáveis
  • Expor os determinantes da taxa de juros
estoques e fluxos
Estoques e Fluxos
  • Como medir os fatores de produção que a empresa adquire?
  • A quantidade de capital é medida em estoque
  • Se a empresa adquirir uma fábrica de motores elétricos no valor de $10 milhões, ela possui um estoque de capital nesse valor
  • As quantidades de trabalho e de matérias-primas são medidas em fluxo
  • Por exemplo, 20000 homens-hora de trabalho por mês e 50000 kg de cobre por mês
  • O custo variável também é medido em fluxo
estoques e fluxos1
Estoques e Fluxos
  • Se a remuneração do trabalho for de $15 por hora e o preço do cobre for de $0.8 por kg, então o custo variável total será de $340000 por mês, i.e.

(20000)(15) + (50000)(0.8) = 340000

  • A produção também é medida em fluxo
  • A empresa pode utilizar os 20000 homens-hora de trabalho e 50000 kg de cobre por mês para produzir, por exemplo, 8000 motores elétricos por mês
  • O custo variável médio é, porém, o custo por unidade
  • Neste caso ele é de $42.50 por unidade, i.e.

($340000 por mês)/(8000 unidades por mês) = $42.50 por unidade

estoques e fluxos2
Estoques e Fluxos
  • Supondo que a empresa venda seus motores ao preço de $52.50 cada, então seu lucro médio será de $10 por unidade, i.e.

$52.50 por unidade – $42.50 por unidade = $10.00 por unidade

  • O lucro total é medido em fluxo e é igual a $80000 por mês, i.e.

(8000 unidades por mês)($10 por unidade) = $80000 por mês

  • Para fabricar e vender motores, a empresa utilizou não apenas trabalho e matéria-prima, mas também capital, i.e. a fábrica de $10 milhões
  • Portanto, o estoque de capital de $10 milhões permite que a empresa gera um fluxo de lucros de $80000 por mês
  • Supondo que a fábrica dure 20 anos, o lucro desse período será de $19.2 milhões, i.e.

($80000 por mês)(12 meses)(20 anos) = $19.2 milhões

estoques e fluxos3
Estoques e Fluxos
  • A empresa investiu hoje $10 milhões na fábrica e irá auferir $19.2 milhões em vinte anos
  • À primeira vista seria um bom investimento, pois ela iria lucrar $9.2 milhões
  • Mas este cálculo está incorreto, pois superestima o ganho
  • O problema é que os $19.2 milhões que serão recebidos nos próximos vinte anos valem menos do que $19.2 milhões hoje

$19.2 m hoje > $19.2 m daqui a 5 anos > $19.2 m daqui a 20 anos

  • Porque $19.2 m hoje poderia ser investido em poupança ou títulos, render juros, e levar a um valor maior do que $19.2 m daqui a 20 anos
valor presente descontado
Valor Presente Descontado
  • Quanto vale hoje $1 pago no futuro?
  • Depende da taxa de juros: o preço de se tomar ou conceder empréstimos em dinheiro
  • Supondo que a taxa de juros seja r por ano e constante, então $1 pode ser investido hoje para render (1 + r) por ano
  • $1(1+ r) é o valor futuro de $1 de hoje
  • Analogamente, o valor hoje (i.e. o valor presente descontado, VPD) de $1 pago daqui a 1 ano é

$1/(1 + r) hoje

valor presente descontado1
Valor Presente Descontado
  • Generalizando,

VPD de $1 pago daqui a 1 ano = $1/(1 + r)

VPD de $1 pago daqui a 2 anos = $1/(1 + r)2

. . .

VPD de $1 pago daqui a n anos = $1/(1 + r)n

  • Se a taxa de juros não for constante,

no ano 1, r = r1

no ano 2, r = r2

e no ano n, r = rn

valor presente descontado2
Valor Presente Descontado

Note que $1 pago no futuro vale pouco hoje, se a taxa de juros for alta

Por exemplo,

com r = 20%, o VPD de $1 para daqui a 30 anos é de apenas 0.4%

valor presente descontado3
Valor Presente Descontado

Qual dos dois fluxos é melhor?

Isto dependerá da taxa de juros

valor presente descontado4
Valor Presente Descontado

O fluxo de pagamentos B ($220) tem VPD maior apenas para taxas de juros baixas

Para taxas de juros altas, o fluxo A ($200) tem VPD maior!

Embora o valor total pago no fluxo A seja menor ($200), ele é liquidado antes

Por exemplo,

para r = 20%, o VPD de A = $183.33 > VPD de B = $172.77

t tulos
Títulos
  • Título: contrato em que o tomador de empréstimo concorda em pagar um fluxo monetário ao emprestador (portador do título)
  • Exemplo
  • Título de uma empresa: cupom de $100 ªª durante os próximos 10 anos
  • +
  • Principal de $1000 daqui a 10 anos
  • Quanto pagar por este título?
  • O seu VPD

E este cálculo depende de r

t tulos1
Títulos

Se r   VPD , i.e. o valor do título 

t tulos2
Títulos
  • Perpetuidade: título que paga uma quantia monetária fixa ao ano para sempre
  • Qual é o valor de uma perpetuidade que paga $1 por ano?
  • O seu VPD = $1/r, i.e.
  • Se r   VPD , i.e. o valor da perpetuidade 
t tulos3
Títulos

Se o preço de mercado da perpetuidade p for igual ao VPD, i.e.

ou

O r torna-se a taxa de retorno (ou rendimento efetivo) que se recebe ao se investir na perpetuidade

investimento
Investimento
  • Critério do valor presente líquido (VPL):

VPL = VPD – C

C = custo do investimento

  • Exemplo

Investimento de capital custa C para a empresa e ela espera o benefício de lucros  nos próximos 10 anos:

  • A empresa investe se VPL > 0

i.e. se

benefício do valor dos fluxos de caixa futuros esperados > custo

  • O r é agora a taxa de desconto, que representa o custo de oportunidade do capital da empresa
investimento1
Investimento
  • Que r a empresa escolhe?

Aquele que ela poderia obter em outro investimento de igual risco

risco   retorno 

  • Se, por exemplo, a empresa escolher os títulos do governo anuais (descontados da inflação) para representar r, ela estará supondo retorno quase sem risco
  • O critério do VPL deixa de ser razoável se o investimento for irreversível, atrasado ou sujeito a incertezas
risco
Risco
  • Se os administradores da empresa forem avessos ao risco, fluxos de caixa futuros que apresentem risco valem menos do que os garantidos
  • A taxa de desconto torna-se a taxa de juros sem risco + prêmio de risco
  • Prêmio de risco: quantidade de dinheiro que o indivíduo avesso ao risco deseja pagar para evitar correr um risco
  • Risco diversificável: pode ser eliminado investindo-se em muitos projetos ou adquirindo-se ações de muitas empresas

Exemplos

Não sei se uma moeda jogada será cara ou coroa. Mas sei que em mil jogadas aproximadamente a metade será cara

O meu vendedor de seguro de vida não sabe quantos anos viverei. Mas ao vender para muitos clientes, ele utiliza a taxa de mortalidade anual

risco1
Risco
  • Ativos com risco diversificável geram em média taxas de retorno próximas às taxas sem risco
  • Apenas o risco não diversificável afeta o custo de oportunidade do capital e entra no prêmio de risco

Exemplos

Uma guerra é um risco não diversificável para uma empresa de seguro de vida. A maioria das apólices de seguro (vida, saúde, imóvel) não inclui guerras

Booms e recessões macroeconômicos afetam os lucros das empresas e são um risco não diversificável

  • O prêmio de risco pode ser medido pelo CAPM (Capital Asset Pricing Model, i.e. Modelo de Formação de Preços de Bens de Capital)
risco2
Risco
  • Se você investe no mercado acionário como um todo através de um fundo mútuo (mutual fund), o investimento estará completamente espalhado e não há risco diversificável
  • Mas o mercado acionário tende a acompanhar a situação econômica, que afeta as expectativas de lucros, que por sua vez afetam o mercado acionário  aqui entra um risco não diversificável
  • O retorno esperado do mercado acionário é maior do que a taxa sem risco
  • Se a ação da empresa for correlacionada com o mercado acionário como um todo, ela apresenta risco não diversificável
risco3
Risco
  • O CAPM compara o retorno esperado do ativo com o retorno esperado do mercado acionário como um todo
  • O prêmio de risco da ação ri  rf é proporcional ao prêmio de risco do mercado acionário rm  rf
  • A constante de proporcionalidade, o beta do ativo, mede o risco não diversificável da ação
  • Se   prêmio de risco da ação  porque o risco não diversifícável   o retorno esperado da ação 
  • Conhecendo o  podemos determinar a taxa de desconto r para o cálculo do VPD do ativo:

taxa de retorno = taxa de juros sem risco + prêmio de risco

recursos exaur veis
Recursos Exauríveis
  • A produção de hoje afeta vendas e custos futuros
  • Porque há uma curva de aprendizagem, a produção atual é um investimento em futuras reduções de custo
  • Decisões de produção intertemporais precisam comparar custos e benefícios atuais e futuros: devem utilizar o VPD

Exemplo: decisão de produção de petróleo

recursos exaur veis1
Recursos Exauríveis
  • Regra de Hotelling

Em concorrência perfeita, se todas as empresas se comportarem da forma acima, o resultado será apenas

  • Na produção de bens em geral sob concorrência perfeita, a empresa produz até o ponto em que o preço iguala o custo marginal
  • Mas pela regra de Hotelling, em um mercado competitivo de bens exauríveis, o preço ultrapassa o custo marginal de extração e esta diferença tende a aumentar com o tempo
recursos exaur veis2
Recursos Exauríveis
  • Na produção do recurso exaurível,

custo marginal total > custo marginal de extração

pois

custo marginal total = custo marginal de extração + custo de uso da produção

Custo de uso da produção é um custo de oportunidade adicional, pois a produção e a venda de uma unidade hoje torna esta unidade inexistente para produção e venda no futuro

Portanto

custo de uso da produção = preço  custo marginal de extração

Quando o tempo  custo de uso da produção  pois o recurso no solo fica cada vez mais escasso e o custo de oportunidade de extrair uma nova unidade 

recursos exaur veis3
Recursos Exauríveis
  • Sob monopólio, podemos generalizar a regra de produzir o recurso exaurível para
  • Concorrência perfeita é o caso especial em que

p = RMg

pois a demanda é horizontal

  • No monopólio a curva de demanda é negativamente inclinada e

p > RMg

Se a empresa produz de acordo com (4)

mas vende por p > RMg

 recurso se esgota mais lentamente do que em concorrência perfeita

taxa de juros
Taxa de Juros
  • Depende de oferta e demanda por fundos disponíveis para empréstimo
  • As famílias que economizam sua renda para consumir mais no futuro ou deixar herança geram a oferta de fundos de empréstimo
  • O banco central, por ter poder de imprimir dinheiro, também influencia a oferta de fundos de empréstimo
  • A demanda por fundos de empréstimo é originada nas famílias, firmas e governo
  • As famílias que se dispõem a pagar juros em troca de não ter de esperar para poder consumir
  • As empresas que investem, pois os lucros futuros somente são possíveis com custos pagos no presente
  • O governo com déficit fiscal, com despesas superiores ao valor arrecadado em impostos

Exemplos de taxas de juros

  • Treasury Bill Rate, Treasury Bond Rate, Discount Rate, Commercial Paper Rate, Prime Rate, Corporate Bond Rate
slide28

Fonte:

Pindyck & Rubinfeld

Microeconomia, 5a edição

Capítulo 15, Investimento, Tempo e Mercado de Capitais

 Sergio Da Silva & Martha Scherer 2005