slide1 n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Fernando Bahdur Chueire Divisão de Nutrologia - H.C.F.M.R.P. – USP Câmara Técnica de Nutrologia do CREMESP PowerPoint Presentation
Download Presentation
Fernando Bahdur Chueire Divisão de Nutrologia - H.C.F.M.R.P. – USP Câmara Técnica de Nutrologia do CREMESP

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 24

Fernando Bahdur Chueire Divisão de Nutrologia - H.C.F.M.R.P. – USP Câmara Técnica de Nutrologia do CREMESP - PowerPoint PPT Presentation


  • 134 Views
  • Uploaded on

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADA Bases da Nutrologia para Especialistas e não Especialistas 17 de agosto de 2012 CREMESP - SÃO PAULO / SP PROBLEMAS NUTRICIONAIS NO PÓS OPERATÓRIO DE CIRURGIA BARIÁTRICA. Fernando Bahdur Chueire Divisão de Nutrologia - H.C.F.M.R.P. – USP

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

Fernando Bahdur Chueire Divisão de Nutrologia - H.C.F.M.R.P. – USP Câmara Técnica de Nutrologia do CREMESP


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MÉDICA CONTINUADABases da Nutrologia para Especialistas e não Especialistas17 de agosto de 2012 CREMESP - SÃO PAULO / SPPROBLEMAS NUTRICIONAIS NO PÓS OPERATÓRIO DE CIRURGIA BARIÁTRICA

Fernando Bahdur Chueire

Divisão de Nutrologia - H.C.F.M.R.P. – USP

Câmara Técnica de Nutrologia do CREMESP

per odo p s cirurgia bari trica

PERÍODO PÓS CIRURGIA BARIÁTRICA

Espaço de tempo iniciado desde o 1° dia de pós operatório e sem data prevista para o término

avalia o nutrol gica
AVALIAÇÃO NUTROLÓGICA

Buffington, 1993

Kaidar-Person, 2007

Carências nutricionais no Obeso

  • Tiamina 15 – 29%
  • Vitamina B12 4,9 – 10,4%  Risco 4,23/ 1,24
  • Folato 6%
  • Vitamina A 7%
  • 25-(OH)2 D 40%
  • Ferro 14%
  • Ferritina 6%
  • Zinco 28%
  • Selênio 58%
slide4

FATORES INFLUENCIADORES DO ESTADO NUTRICIONAL

Estado nutricional pré-operatório

Tipo de técnica cirúrgica

Ocorrência de complicações pós-operatórias

Habilidade de se modificar o comportamento alimentar

Aderência ao acompanhamento médico e uso dos suplementos vitamínicos

slide6

PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO

Hemorragia gástrica

Perfuração esofágica

Fístulas

Deiscência de sutura

Obstrução intestinal

Deficiências nutricionais são raras, exceto quando ocorre complicação como a sépse

p s operat rio imediato
PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO
  • Vômitos (30%)
    • Desnutrição protéico-calórica
    • Desidratação
    • Desequilíbrio eletrolítico
    • Deficiência de tiamina
  • Refluxo ácido
  • Disfagia
slide8

CAUSAS DE VÔMITOS

Mastigação inadequada

Distensão da câmera gástrica pela ingestão de líquidos

Grande ingestão de alimentos

Intolerância alimentar (carne vermelha, lactose)

Estenose ou obstrução da estomia

Ulceração marginal

Obstrução intestinal

Refluxo gastroesofágico

Colelitíase sintomática

Medicações

Dumping

slide9

PROCEDIMENTOS RESTRITIVOS

As deficiências nutricionais são raras, exceto quando há uma restrição importante ou complicações

Deficiência de ácido fólico → intolerabilidade a vegetais folhosos

É sugerido a suplementação diária de vitaminas

Vômitos → desidratação e desequilíbrio eletrolítico

slide10

PROCEDIMENTOS DISABSORTIVOS

  • Grande perda de nutrientes pelas fezes:
    • Hiperoxalúria (litíase renal)
    • Osteopenia e osteoporose
    • Hepatopatia
    • Desnutrição protéico-calórica
    • Deficiência vitamínica
slide11

PROCEDIMENTOS COMBINADOS

  • Capella:
    • Dumping: ingestão rica de carboidratos simples ou gordura (em 75% dos pacientes)
      • Comer em pequenas porções em intervalos curtos
      • Mastigar bem os alimentos e comer devagar
      • Evitar alimentos com grande quantidade de carboidratos simples
      • Beber líquidos entre as refeições
    • Baixos níveis séricos de vitamina D, B12, cálcio e ferro
    • 58% de hiperparatireoidismo (calcemia normal)
slide12

PROCEDIMENTOS COMBINADOS

  • Scopinaro:
    • Deficiências nutricionais são mais comuns
      • Vitaminas lipossolúveis
      • Desnutrição protéico-calórica
      • Hipocalcemia
      • Diarréia levando a desidratação e distúrbios eletrolíticos
    • 18% hipoalbuminemia
    • 32% anemia
    • 25% hipocalcemia
    • 50% ↓ vit. A, D e K, mesmo recebendo suplementação
complica es nutrol gicas
COMPLICAÇÕES NUTROLÓGICAS
  • Deficiência de vitaminas
  • Deficiência de Elementos Traços
  • Hiperuricemia
  • Desnutrição protéica
  • Osteoporose
complica es nutrol gicas1
COMPLICAÇÕES NUTROLÓGICAS
  • Anemias
  • Alopécia
  • Vômitos
  • Diarréia (S. Dumping)
  • Supercrescimento Bacteriano
anemias
ANEMIAS

Deficiência de Ferro

Deficiência de Cobalamina

Deficiência de Ácido Fólico

Deficiência de Cobre

orienta es considera es em cirurgia bari trica
ORIENTAÇÕES / CONSIDERAÇÕES EM CIRURGIA BARIÁTRICA

Carne vermelha e frango são freqüentemente mal tolerados

Grãos e alimentos pastosos são melhor tolerados

Líquidos não devem ser consumidos até 30 minutos após a alimentação

Líquidos e doces com alto teor de açúcar devem ser evitados

orienta es considera es em cirurgia bari trica1
ORIENTAÇÕES / CONSIDERAÇÕES EM CIRURGIA BARIÁTRICA

Bebidas gaseificadas devem ser evitadas

Alimentos ricos em gorduras devem ser evitados

O leite desnatado é melhor tolerado

Proteínas devem ter uma porcentagem maior em cada refeição

acompanhamento nutrol gico
ACOMPANHAMENTO NUTROLÓGICO
  • Medicações
    • Omeprazol 20 mg - 90 dias
    • Complexo vitamínico (uso contínuo)
    • Cálcio + Vitamina D
    • Suplemento Ferro ?
    • Vitamina B 12 ?
  • Atividade física: após 3 meses
  • Seguir corretamente as orientações nutricionais
p s cirurgia bari trica
PÓS CIRURGIA BARIÁTRICA

Suplementação oral diária:

Retinol (Vit. A)

5000 UI

Ác pantotênico (pantotenato Ca)

10 mg

Colecalciferol (Vit. D3)

400 UI

Cromo (cloreto Cr)

25 mcg

Ácido ascórbico (vit. C)

100 mg

Cálcio (carbonato Ca)

250 mg

Ácido fólico

1 mg

Ferro (fumarato ferroso)

60 mg

Acetato de tocoferol (Vit. E)

30 UI

Molibdênio (molibdato Na)

25 mcg

Biotina

30 mcg

Magnésio (óxido de Mg)

25 mg

Cloridrato de piridoxina (B6)

10 mg

Manganês (sulfato de manganês)

5 mg

Cianocobalamina(B12)

12 mcg

Zinco (óxido Zn)

25 mg

Niacinamida

20 mg

Iodo (iodeto K)

150 mcg

Riboflavina (B2)

3,4 mg

Cobre (óxido de Co)

2 mg

Mononitrato de tiamina (B1)

3,0 mg

complica es psiqui tricas
COMPLICAÇÕES PSIQUIÁTRICAS

Transtornos Alimentares

Depressão

Compulsão

Depedência química

complica es neurol gicas
COMPLICAÇÕES NEUROLÓGICAS

Wernick-Korsakoff

Encefalopatia

Neuropatia Óptica

Mielopatia póstero-lateral

Poliradiculoneuropatia Aguda

Polineuropatia

Miopatia

conclus es
CONCLUSÕES
  • Equipe multidisciplinar
  • Seleção adequada de pacientes
  • Avaliação da capacidade e entendimento do paciente
  • Estímulo à ingestão de alimentos ricos em proteínas
  • Suplementação vitamínica diária (Fe, Ca, Vit. D, Vit. Complexo B)
conclus es1
CONCLUSÕES
  • Necessidade de reposição micronutrientes
  • Aderência no acompanhamento periódico por prazo indefinido, sem previsão de alta
  • Seguimento e manutenção da prescrição e orientações propostas
  • Educação continuada do paciente