Processamento de leo comest vel
Download
1 / 32

- PowerPoint PPT Presentation


  • 132 Views
  • Uploaded on

PROCESSAMENTO DE ÓLEO COMESTÍVEL. PROF. FLORISVALDO GAMA DE SOUZA ETF-UNED PARAÍSO ABRIL/2008. INDUSTRIALIZAÇÃO DAS SEMENTES OLEAGINOSAS. PRODUÇÃO DE ÓLEOS BRUTOS Classificação e armazenamento das sementes oleaginosas; Preparação da matéria-prima; Extração do óleo bruto. RECEPÇÃO.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '' - alice


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Processamento de leo comest vel

PROCESSAMENTO DE ÓLEO COMESTÍVEL

PROF. FLORISVALDO GAMA DE SOUZA

ETF-UNED PARAÍSO

ABRIL/2008


Industrializa o das sementes oleaginosas
INDUSTRIALIZAÇÃO DAS SEMENTES OLEAGINOSAS

PRODUÇÃO DE ÓLEOS BRUTOS

  • Classificação e armazenamento das sementes oleaginosas;

  • Preparação da matéria-prima;

  • Extração do óleo bruto.


Recep o
RECEPÇÃO

Caminhões graneleiros


Classifica o
CLASSIFICAÇÃO

Sonda pneumática


Tombador
TOMBADOR

MOEGA


Pr limpeza
PRÉ-LIMPEZA

Elevador de canecas

Esteira transportadora


Pr limpeza1
PRÉ-LIMPEZA

Peneira vibratória

Peneiras densimétricas


Pr limpeza2
PRÉ-LIMPEZA

Silos pulmão

Secador


Pr limpeza3
PRÉ-LIMPEZA

Interior armazém tipo Moskogee


Armazenamento
ARMAZENAMENTO

  • Aquecimento;

  • Aumento de acidez;

  • Escurecimento;

  • Modificações sensoriais;

  • Modificações estruturais.



Prepara o da mat ria prima1
PREPARAÇÃO DA MATÉRIA-PRIMA

Condicionador ou aquecedor rotativo




Extra o do leo bruto
EXTRAÇÃO DO ÓLEO BRUTO

Linha do processo


Extra o do leo bruto1
EXTRAÇÃO DO ÓLEO BRUTO

Vista superior do Extrator

Vista frontal




Extra o do leo bruto4
EXTRAÇÃO DO ÓLEO BRUTO

Silo e ensacadeira


Refina o dos leos brutos produzidos
REFINAÇÃO DOS ÓLEOS BRUTOS PRODUZIDOS

  • Substâncias coloidais, proteínas, fosfatídeos e produtos de sua decomposição;

  • Ácidos graxos livres e seus sais, ácidos graxos oxidados, lactonas, acetais e polímeros;

  • Corantes: clorofila, xantofila, carotenóides;

  • Substâncias voláteis: hidrocarbonetos, álcoois, aldeídos, cetonas e ésteres de baixo peso molecular;

  • Substâncias inorgânicas: sais de cálcio e de outros metais, silicatos, fosfatos e outros;

  • Umidade.


Degomagem
DEGOMAGEM

TANQUE INOX


Degomagem1
DEGOMAGEM

PRINCÍPIO TROCADOR DE CALOR


Degomagem2
DEGOMAGEM

TROCADOR DE CALOR PLACAS

TROCADOR DE CALOR TUBULAR


Degomagem3
DEGOMAGEM

CENTRÍFUGA


Degomagem4
DEGOMAGEM

SECADOR À VÁCUO


Neutraliza o
NEUTRALIZAÇÃO

  • Método Zenith

    • 1- H3PO4

    • 2- NaOH ou Na2CO3

    • 3- Água ácida (vapor d’água, água e H3PO4)


Neutraliza o1
NEUTRALIZAÇÃO

CENTRÍFUGA LAVADORA


Clarifica o
CLARIFICAÇÃO

CLARIFICADOR


Desodoriza o
DESODORIZAÇÃO

DESODORIZADOR


Enlatamento
ENLATAMENTO

ENCHEDEIRAS


Enlatamento1
ENLATAMENTO

RECRAVADEIRAS


Enlatamento2
ENLATAMENTO

ENCAIXOTADORA