slide1 l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
LAUDO DE AVALIAÇÃO DOUAT CIA TÊXTIL PowerPoint Presentation
Download Presentation
LAUDO DE AVALIAÇÃO DOUAT CIA TÊXTIL

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 28

LAUDO DE AVALIAÇÃO DOUAT CIA TÊXTIL - PowerPoint PPT Presentation


  • 93 Views
  • Uploaded on

LAUDO DE AVALIAÇÃO DOUAT CIA TÊXTIL. ÍNDICE. PARECER ................................................................................................................................................................................................................................... 03

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'LAUDO DE AVALIAÇÃO DOUAT CIA TÊXTIL' - albert


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
slide1

LAUDO DE AVALIAÇÃO

DOUAT CIA TÊXTIL

slide2

ÍNDICE

  • PARECER ................................................................................................................................................................................................................................... 03
  • DECLARAÇÕES DA AVALIADORA ........................................................................................................................................................................................ 04
  • INFORMAÇÕES ECONÔMICO-FINANCEIRAS ....................................................................................................................................................................... 06
  • 1. ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRAS RETROSPECTIVAS .......................................................................................................................................... 07
    • Balanço Patrimonial .............................................................................................................................................................................................................. 08
    • Demonstrativo de Resultados ............................................................................................................................................................................................... 09
    • Indicadores Econômicos ........................................................................................................................................................................................................ 10
    • Composição do Endividamento ............................................................................................................................................................................................. 11
    • Desempenho Operacional ..................................................................................................................................................................................................... 12
    • Receita Líquida / Lucro Bruto / Geração de Caixa ................................................................................................................................................................ 13
    • Custos / Despesas ................................................................................................................................................................................................................ 14
    • Abertura do Custo dos Produtos Vendidos ........................................................................................................................................................................... 15
    • Ponto de Equilíbrio ................................................................................................................................................................................................................ 16
    • Efeito Tesoura ....................................................................................................................................................................................................................... 17
  • 2. METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO ........................................................................................................................................................................................ 18
    • 2.1. DCF (Discounted Cash Flow) ......................................................................................................................................................................................... 18
    • 2.2. Múltiplos de EBITDA ...................................................................................................................................................................................................... 18
    • 2.3. Patrimônio Líquido a Preço de Mercado ........................................................................................................................................................................ 19
      • Descrição Analítica do Balanço ............................................................................................................................................................................... 21

C 077 04

slide3

PARECER

Joinville, 28 Maio de 2004.

À

DOUAT CIA TÊXTIL

Rua Rui Barbosa, 2930 – Costa e Silva

Joinville - SC

At. Sr. Jorge Reinert

Tomando como base os balanços auditados de 2001, 2002, 2003 e balancete de março/2004, constata-se a situação econômico-financeira em que se encontra a Douat Cia Têxtil. O trabalho em questão visa determinar o valor de mercado da empresa, compreendendo a valorização dos seus ativos a preço de mercado.

Destaque-se em função do Patrimônio Líquido e do EBITDA (Geração de Caixa Operacional) negativos verificados nos últimos anos, não é possível utilizar o FCD (Fluxo de Caixa Descontado), pois o método tende a atribuir valor negativo e as estimativas dos fluxos futuros ficam comprometidas.

Sendo assim, considerou-se como valor da empresa o Patrimônio Líquido a preço de mercado, embora representando uma avaliação estática, é em nossa opinião a metodologia que representa melhor o valor da Cia.

O valor encontrado em 31/03/04 é de menos R$ 4.230.000,00 (Quatro milhões, duzentos e trinta mil reais). Os detalhamentos a respeito, encontram-se explícitos no laudo a seguir.

Atenciosamente.

JOSÉ CARLOS MEINERT

Economista – CORECON 1022

slide4

DECLARAÇÕES DA AVALIADORA

  • A Capital Soluções S/C Ltda., na qualidade de avaliadora, declara que:
  • - Nem ela, nem seus controladores, nem pessoas vinculadas a ela ou a seus controladores são titulares e/ou possuem sob sua administração discricionária ações da Emissora;
  • - O critério mais adequado à definição de preço justo para a Oferta Pública de Aquisição de Ações da Douat Cia. Têxtil é o de patrimônio líquido. Contudo, por resultar tal critério em valor negativo, parece à avaliadora adequada a definição do preço ofertado tal como referido no instrumento da oferta pública, por consistir o preço ofertado em valor superior ao valor de avaliação;
  • - Não tem conflito de interesses que lhe diminua a independência necessária ao desempenho de suas funções;
  • Receberá da ofertante, pela elaboração do Laudo de Avaliação, o montante de R$9.000,00 (nove mil reais).
  • Não recebeu, nos (12) doze meses anteriores ao requerimento do registro da Oferta Pública de Aquisição de Ações da Douat Cia. Têxtil, nenhum valor de Douat Cia. de Participações nem de Douat Cia. Têxtil a título de remuneração por quaisquer serviços de consultoria, avaliação, auditoria e assemelhados.

A Capital Soluções S/C Ltda. é uma empresa com larga experiência nas áreas de estruturação, avaliação econômico-financeira de empresas, possuindo forte reputação no mercado brasileiro. A empresa juntamente com seus técnicos detém o know how tendo realizado inúmeros laudos entre companhias abertas e fechadas nos mais diversos setores da economia, destacando-se os setores: metal-mecânico, plástico, químico, alimentício, móveis e estofados, calçadista, cerâmico, farmacêutico, têxtil entre outros. Somente para empresas no setor têxtil foram 16 trabalhos executados.

A seguir citamos alguns trabalhos executados em companhias abertas:

  • Nome da EmpresaTrabalho ExecutadoData
  • Votorantin Celulose e Papel S/A Laudo de Rentabilidade Futura Dez/03
  • Döhler S/A Laudo de Avaliação Jul/01
  • Inepar S/A Indústria e Construções Laudo de Avaliação Fev/00
  • Schulz S/A Planejamento Econ. Financeiro Mar/04
  • Metalúrgica Riosulense S/A Planejamento Econ. Financeiro Mar/04

Fonte: Capital Soluções S/C Ltda

slide5

DECLARAÇÕES DA AVALIADORA

O presente laudo de avaliação está sendo apresentado em cumprimento de exigência legal e não representa uma solicitação ou aconselhamento de venda por parte da Capital Soluções S/C Ltda., sendo a decisão de aderir ou não à Oferta Pública de responsabilidade exclusiva dos acionistas titulares de ações em circulação.

O responsável técnico pela elaboração do presente laudo de avaliação é o signatário abaixo.

Atenciosamente.

JOSÉ CARLOS MEINERT

Economista – CORECON 1022

slide7

ANÁLISE RETROSPECTIVA

1 ) – ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRA RETROSPECTIVA

Tomando como base os balanços auditados de 2001, 2002, 2003 e balancete de março/2004, constata-se a difícil situação econômico-financeira em que a Douat Cia Têxtil se encontra, sendo que a acentuada queda das vendas no período analisado contribuiu para prejudicar ainda mais o momento que atravessa a empresa.

De fato, a empresa apresentou sucessivos prejuízos operacionais, tanto antes como após o resultado financeiro de 2001 a 2003, sendo que em 2004 conseguiu obter um resultado operacional positivo, porém após as despesas e receitas financeiras ele voltou a ser negativo. Já o Patrimônio Líquido em 2001 era positivo apesar do prejuízo verificado no exercício, porém, a partir de 2002 até março/2004 com os sucessivos prejuízos verificados no ano o Patrimônio Líquido tornou-se negativo, estando em R$ Mil (11.867) atualmente.

Destaca-se ainda um ponto muito importante desta análise, que é a geração de caixa operacional medida pelo EBITDA, onde podemos verificar que ela representou negativamente 16,1% sobre a ROL em 2001, continuando negativa sobre a ROL em 1,6% em 2002, passando a 10,0% negativo sobre a ROL em 2003, e conseguindo uma recuperação de 9,3% positiva até março/2004.

Outro aspecto preocupante a ser analisado diz respeito aos índices de liquidez corrente e geral da empresa, que em 2003 foram de 0,80 e 0,55 respectivamente e em março/2004 indicaram de 0,94 e 0,31 respectivamente, mostrando que para cada R$ 1,0 (Hum Real) de dívida a empresa dispõe em março de R$ 0,94 no curto prazo e R$ 0,31 no curto e longo prazo para saldar seus débitos.

Como se nota a liquidez está comprometida em todos os níveis nos três últimos anos analisados. O capital de giro próprio e o capital circulante líquido tornaram-se negativo no mesmo período. Já a Solvência Geral apresentou redução considerável no período analisado.

slide18

LAUDO DE AVALIAÇÃO - METODOLOGIA

2 ) – METODOLOGIAS DE AVALIAÇÃO

2.1 – DCF (Discounted Cash Flow)

Em empresas com Fluxo de Caixa negativo e/ou Patrimônio Liquido negativo como é o caso da Douat Cia Têxtil, o método FCD (Fluxo de Caixa Descontado) tende a atribuir valor negativo e as estimativas dos fluxos futuros ficam comprometidas para esta análise.

2.2 – Múltiplos de EBITDA

EBITDA - Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization;

LAJIDA - Lucro antes dos Juros, Imposto de Renda, Depreciação e Amortização;

O EBITDA representa a geração operacional de caixa da companhia. O quanto a empresa gera de recursos apenas em sua atividade, sem levar em consideração os efeitos financeiros e de impostos. É um importante indicador para avaliar a qualidade operacional da empresa.

A metodologia de múltiplos de EBITDA é simples, pois, indica quantos anos de geração de caixa operacional anual da empresa está sendo proposto numa negociação.

Na Douat Cia Têxtil este método não se aplica, devido aos EBITDA’s (geração de caixa operacional anual) negativos ocorridos nos anos anteriores, embora no primeiro trimestre de 2004 tenha apresentado um resultado da atividade positivo, o que não demonstra a realidade anual dos últimos períodos.

slide19

LAUDO DE AVALIAÇÃO - METODOLOGIA

2.3 – Patrimônio Líquido a Preço de Mercado

Diante da impossibilidade de se utilizar as metodologias em função do seu Patrimônio Líquido negativo, a avaliação da empresa Douat Cia Têxtil compreende uma suposição do valor de liquidação ordenada, ou seja, pelo que valem seus ativos avaliados a preço de mercado, e o valor necessário para saldar seu passivo para com terceiros.

Sendo assim, para que possamos determinar o valor do Patrimônio Líquido a preços de mercado determinaremos o valor real de seus ativos e passivos e demonstraremos um novo balancete ajustado.

O laudo de avaliação patrimonial datado em 13 de fevereiro de 2003 realizado pela Consultoria, Engenharia de Avaliações e Projetos é parte integrante deste relatório.

slide21

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

Na sequência apresentamos as contas do Ativo e do Passivo de forma individualizada e sua composição analítica com os comentários julgados necessários.

ATIVO CIRCULANTE

1) - Caixa e Bancos – R$ 181 mil

Por se tratar de valores em espécie não foi feito qualquer ajuste para esse valor.

2) – Bancos Conta Vinculada – R$ 114 mil

Corresponde aos recursos mantidos em caixa e os numerários em transferência. Refere-se ao saldo remanescente da movimentação financeira do exercício em contas correntes bancárias à vista e vinculadas. As análises sobre as conciliações e extratos bancários revelam a realidade do valor apresentado, o que caracteriza a não necessidade de qualquer ajuste em relação aos registros contábeis.

3) – Aplicações Merc. Aberto – R$ 70 mil

Corresponde as aplicações em ourocap do Banco do Brasil e também no Banco Safra e BCN. Os saldos apresentados foram confirmados pelos demonstrativos fornecidos pelas instituições financeiras.

slide22

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

4) – Clientes – R$ 3.635 mil

a) - Duplicatas a Receber – R$ 2.094 mil

b) – Cheques em Cobrança – R$ 1.541 mil

Corresponde as duplicatas a receber ajustadas em R$ 426 mil que segundo o Assessor Administrativo da empresa Sr. Jorge Reinert, referem-se a 55,0% dos valores vencidos a mais de 90 dias que não serão recuperados.

Na sequência demonstramos a abertura da conta Clientes subdivididas em a Vencer e Vencidas.

5) – Adiantamentos a Terceiros – R$ 141 mil

Corresponde 94,0% a adiantamento para fornecedores, sendo que o restante refere-se a adiantamento p/ viagens, adiantamento p/ férias, adiantamento p/ 13o. Salário e adiantamento p/ vale transporte. Não existe qualquer necessidade de ajuste nesse saldo, tendo em vista a realização com o recebimento dos estoques.

slide24

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

6) – Estoques – R$ 3.755 mil

Conforme o Assessor Administrativo Sr. Jorge Reinert a empresa possui na conta estoque de produtos acabados o valor de R$ 225 mil de estoques de baixa liquidez que foram devidamente ajustados.

7) – Impostos a Recuperar – R$ 843 mil

Corresponde aos créditos relativos a tributos e contribuições a compensar, conforme demonstrado a seguir. Os valores estão atualizados pela taxa Selic até 31/03/04, não necessitando de ajuste no saldo.

ICMS – R$ 497 mil

I P I - R$ 39 mil

P I S - R$ 181 mil

COFINS – R$ 89 mil

I. R. - R$ 30 mil

CSSL - R$ 7 mil

8) – Despesas Exercício Seguinte

Corresponde as contas que caso ocorra uma liquidação da empresa, elas precisam ser encerradas. Por isso, foram devidamente ajustadas para despesas financeiras o valor de R$ 165 mil referente a juros sobre descontos de duplicatas com vencimento para 30/60/90 dias, R$ 8 mil referente a despesas antecipadas com desenvolvimento ajustada para despesas comerciais e R$ 5 mil referente seguros e mensalidades ajustada para o custo variável.

slide25

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

REALIZÁVEL A LONGO PRAZO

9) – Depósitos Compulsórios – R$ 3 mil

Corresponde a empréstimo compulsório a Eletrobrás. Dado a imaterialidade do saldo não foi proposto qualquer ajuste.

ATIVO PERMANENTE

10) – Investimentos – R$ 35 mil

Corresponde as participações p/ incentivos fiscais, conforme demonstrado a seguir. Os investimentos no Finor, Fiset e Eletrobrás estão respaldados conforme documentos, e estão atualizados ao valor de mercado para eventual resgate, por isso, o ajuste de R$ 261 mil nesta conta.

Finor R$ 21 mil

Embraer R$ 1 mil

Fiset R$ 6,5 mil

Eletrobrás R$ 6,5 mil

11) – Imobilizado – R$ 18.056 mil

Corresponde ao valor ajustado de R$ 8.636 mil referente a avaliação patrimonial datado em 13/02/03 realizado pela Consultoria, Engenharia de Avaliações e Projetos e que não havia sido incorporado ao balanço.

slide26

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

PASSIVO CIRCULANTE

1) – Fornecedores – R$ 2.537 mil

Corresponde a valores correspondentes a fornecedores no mercado interno e mercado externo, sendo que esta conta foi ajustada em R$ 21 mil referente a valores entre 31 e 90 dias que não serão pagos, conforme Sr. Jorge Reinert.

Valores superiores a 90 dias correspondem a matéria prima importada das empresas: Sans Fibers / Lealea / Summar Nylon com vencimentos para 10/07/04 ; 17/09/04 ; 17/09/04 respectivamente.

2) – Empréstimos e Financiamentos – R$ 5.661 mil

Corresponde aos empréstimos e financiamentos respaldados em contratos, vincendos no período de até 365 dias junto aos bancos Safra, Rural, BCN, Mercantil, Badesc e Rhodia acrescidos dos encargos relativos a juros pró-rata e variação cambial até 31/03/04. Como este saldo está atualizado e não sendo possível mensurar possíveis negociações com as instituições financeiras, não foi ajustada estas obrigações da companhia.

slide27

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

3) – Obrigações Sociais – R$ 249 mil

Corresponde basicamente a salários a pagar / encargos sociais e provisões de férias e 13o. salário que representa 78,5% desta conta. Corresponde ao valor apropriado com base em relatório individualizado por funcionário e período aquisitivo, acrescido dos encargos sociais de férias incorridas ainda não gozadas. Por se tratar de obrigações essenciais à companhia e que deverão ser obrigatoriamente saldadas, não foi proposto qualquer ajuste.

4) – Obrigações Fiscais – R$ 1.425 mil

Corresponde aos valores devidos a título de Cofins ( 96,7% ), PIS e Imposto de Renda na Fonte. Por se tratar de obrigações essenciais à companhia e que deverão ser obrigatoriamente saldadas, não foi proposto qualquer ajuste.

5) – Adiantamento de Clientes

Corresponde a valores depositados nos bancos sem o nome do cliente. Sendo assim, ajustamos esta conta no valor de R$ 289 mil contra duplicatas a receber no Ativo.

6) – Comissões – R$ 160 mil

Corresponde a valores referente a comissões a pagar, devido a representantes e vendedores da companhia e que deverão ser obrigatoriamente saldadas, por isso, não foi proposto qualquer ajuste.

slide28

DESCRIÇÃO ANALÍTICA DO BALANÇO

7) – Outras Obrigações – R$ 38 mil

Corresponde ao valor devido a fretes a pagar. Como uma companhia em liquidação não paga dividendos e os seguros são cancelados, ajustamos este saldo em R$ 71 mil referente dividendos e seguros a pagar.

EXIGÍVEL A LONGO PRAZO

8) – Empréstimos e Financiamentos – R$ 20.790 mil

Corresponde as parcelas vincendas após 365 dias dos empréstimos e financiamentos contraídos junto ao Badesc, Prodec, mútuo com a Boreal e Douat Metalmecânica empresas do Grupo, além da Rhodia que é fornecedora da empresa. Como estes saldos estão atualizados e corrigidos em 31/03/04 pelos seus respectivos encargos, não foi proposto qualquer ajuste para estas obrigações da companhia.

9) – Outras Obrigações – R$ 204 mil

Corresponde ao valores de provisão p/ imposto renda judicial (79,4%) e contribuição social judicial (20,6%).