empreendimentos de constru o civil n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Empreendimentos de construção civil PowerPoint Presentation
Download Presentation
Empreendimentos de construção civil

Loading in 2 Seconds...

  share
play fullscreen
1 / 39
Download Presentation

Empreendimentos de construção civil - PowerPoint PPT Presentation

alayna
301 Views
Download Presentation

Empreendimentos de construção civil

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Empreendimentos de construção civil 1ª parte da disciplina “Gerenciamento de Obras de Civis” Engenharia Civil – UNIP – Araçatuba-SP Prof. Netúlio Alarcon Fioratti

  2. 1. Conceitos e definições • CONCEITOS E DEFINIÇÕES • Construção civil. • Empreendimento. • Obra. • Edifício.

  3. 1. Conceitos e definições • O ESTUDO DA TÉCNICA COMPREENDE • Conhecimento dos materiais. • Dimensionamento. • Métodos construtivos.

  4. 1. Conceitos e definições • O MÉTODO CONSTRUTIVO VARIA COM • Condições climáticas. • Natureza dos materiais. • Métodos de execução disponível. • Condição econômica e cultural. • Profissional disponível.

  5. 1. Conceitos e definições • Arquitetura: privilegia bom gosto, funcionalidade de demais condicionantes. • “PERSONAGENS” ATUANTES • Contratante. • Autores dos projetos. • Construtor. • Fiscalização/gerenciamento. • Consultoria técnica.

  6. 1. Conceitos e definições • FASES DA CONSTRUÇÃO • Estudos preliminares. • Projetos. • Construção. • Avaliação.

  7. 1. Conceitos e definições • CUSTOS • Todo edifício deve ser tecnicamente perfeito, • executado no menor prazo, pelo menor custo, • aproveitando o melhor material e • com o máximo rendimento dos equipamentos e m.d.o.

  8. 2. Estudos da viabilidade • PRÉ-VIABILIDADE (NBR 5677) • Deve abordar os seguintes aspectos: • Engenharia e arquitetura. • Social, político e econômico. • Administrativo e empresarial. • Jurídico e legal. • Ambiental e cultural. • Deve conter: • Descrição do empreendimento. • Informações técnicas preliminares. • Objetivos e resultados esperados. • Definições das técnicas e insumos a serem utilizados. • Estimativa de custo e fonte de recursos.

  9. 2. Estudos da viabilidade • VIABILIDADE (NBR 5678) • Deve abordar os seguintes aspectos: • Técnico e normativo. • Econômico e financeiro. • Social, jurídico e legal. • Ambiental. • Empresarial. • Político e de segurança nacional. • Deve conter: • Descrição de alternativas do empreendimento. • Descrição dos elementos técnicos. • Comparação com outros estudos. • Ordenação das informações para aprovação dos órgãos necessários. • Ordenação das informações para financiamento.

  10. 3. Caracterização física • DA EDIFICAÇÃO • Esboço. • Objetivos. • Compartimentos da obra. • Peças e equipamentos a serem instalados. • Orientação da edificação. • Tráfego, circulações e estacionamentos.

  11. 3. Caracterização física • DO TERRENO (JÁ EXISTENTE OU A SER ADQUIRIDO) • Topografia. • Área. • Subsolo. • Facilidades logísticas e de fornecimento de água e eletricidade. • Valor imobiliário. • Conveniências naturais. • Efeito estético. • Vizinhança.

  12. 3. Caracterização física • TOPOGRAFIA • Limpeza preliminar. • Altimetria (curvas e referências de nível). • Planimetria (orientação magnética, dimensões e detalhes). • Cadastro (numeração dos terrenos, nomes das ruas, calçadas, etc).

  13. 4. Medidas planimétricas • Lote retangular: • Irregular com muito fundo: • Irregular com fundo estreito

  14. 4. Medidas planimétricas • Irregular: • Frente curva:

  15. 5. Restrições legais • Objetivo de orientar e disciplinar as construções. • Taxa de ocupação e coeficiente de aproveitamento. • Recuos. • Alturas. • Áreas mínimas (cômodos/iluminação e ventilação). • Código de obras local. • Plano diretor/zoneamento.

  16. 6. Projetos • Previsão orçamentária. • Estimativa em função do custo por m². • Cronogramas. • Programar as fases. • Programar os desembolsos.

  17. 6. Projetos • Vistoria preliminar. • Objetivo de resguardar os interesses dos proprietários vizinhos. • Deve ser feita antes de qualquer intervenção na situação atual (fundação, aterro, corte, rebaixamento de lençol freático). • Deve conter planta das edificações suscetíveis a danos e relatório completo da situação atual.

  18. 6. Projetos • Após os estudos de viabilidade já comentados, inicia-se: • Anteprojeto (NBR-5679): • Necessidades dos usuários. • Condições do terreno. • Restrições legais. • Previsão de custo. • Prazos de execução.

  19. 6. Projetos • Projeto definitivo (NB-144): • Conjunto de desenhos e prescrições. • Deve ser iniciado após a elaboração do ante-projeto. • NUNCA iniciar a elaboração do projeto com a obra em andamento.

  20. 6. Projetos • Tipos: • Básico. • Executivo. • As built (como construído). • Aprovação em órgãos competentes (prefeitura, CETESB, vigilância sanitária, etc).

  21. 7. Orçamentos • Orçamento sumário: • Utilizado apenas na fase de ante-projeto. • Serve apenas para uma ideia geral do custo da obra. • Muito influenciado pelo padrão de acabamento, tipo de edificação, etc.

  22. 7. Orçamentos • Orçamento detalhado: • Sempre deve ser feito após a conclusão dos projetos definitivos. • Feito utilizando-se os desenhos e memoriais do projeto e cotações. • As cotações devem ser realizadas com muito bom senso e tino comercial.

  23. 7. Orçamentos • Metodologia: • Analisar calmamente projetos completos e memoriais. • Levantar os serviços a serem executados. • Quantificar os serviços a serem executados. • Determinação dos preços unitários. • Elaborar planilha de custo. • Determinar BDI (custos indiretos e lucro). • Elaborar planilha de venda. • Para o levantamento de quantidades deve-se utilizar critérios de medição universais e sistematizados.

  24. 7. Orçamentos • Determinação do preço unitário: • Composto por MATERIAL+(MDO+LS)+EQPTO. • É preciso conhecer índices ou coeficientes. • Quantidade de material e tempo gasto pelos operários para executar uma unidade de medida do serviço analisado. • Experiência e apropriações. • Revistas especializadas, livros técnicos e publicações governamentais ou tecnicamente aceitas como referência. • Deve levar em conta o índice de quebra/perdas.

  25. 7. Orçamentos • A planilha FDE • http://www.fde.sp.gov.br • FORNECEDORES > LISTAGEM DE PREÇOS > SOBRE LISTAGEM DE PREÇOS

  26. 7. Orçamentos

  27. 7. Orçamentos • Custos indiretos: • Despesas da administração central da obra. • Seguros. • Veículos. • BDI: • Tamanho da empresa, capital social, etc. • Impostos não incluidos em LS da MDO. • Número de obras. • Local das obras. • Lucro esperado.