o projeto pastoral da diocese caminho de pastoral org nica n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
“ O projeto pastoral da Diocese, caminho de pastoral orgânica PowerPoint Presentation
Download Presentation
“ O projeto pastoral da Diocese, caminho de pastoral orgânica

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 23

“ O projeto pastoral da Diocese, caminho de pastoral orgânica - PowerPoint PPT Presentation


  • 114 Views
  • Uploaded on

“ O projeto pastoral da Diocese, caminho de pastoral orgânica. Resposta consciente e eficaz para atender as exigências do mundo de hoje

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '“ O projeto pastoral da Diocese, caminho de pastoral orgânica' - abra-ramirez


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
o projeto pastoral da diocese caminho de pastoral org nica
“O projeto pastoral da Diocese, caminho de pastoral orgânica
  • Resposta consciente e eficaz para atender as exigências do mundo de hoje
  • indicações programáticas concretas, objetivos e métodos de trabalho, de formação e valorização dos agentes e da procura dos meios necessários que permitam que o anúncio de Cristo chegue às pessoas.
identifica o desafios constru o
Identificação/Desafios/Construção

a) Identificar 3 maiores desafios para o Plano de Pastoral de conjunto e orgânica da diocese.

b) Dificuldades e/ou limitações

c) Propostas para construção e participação

ilumina o
Iluminação
  • Textos Bíblicos:

a) A imagem do Bom Pastor – (Jo 10; Lc 15; Ez 34; Zc 9,16.11);

    • voltado para a missão, na gratuidade;
    • a serviço do bem daqueles que lhe são confiados.
    • Não é mercenário
    • Dá a vida pela missão
ilumina o1
Iluminação
  • b) As imagens do Filho pródigo ou Pai misericordioso (Lc 15,11-32);
    • Humildade
    • A acolhida e o abraço do Pai
    • A resistência do irmão mais velho
    • Relações de fraternidade a partir do Pai
ilumina o2
Iluminação
  • c) A imagem do Bom Samaritano (Lc 10,29-37);
  • gesto missionário bem concreto: não sai só de sua montaria, mas especialmente de si
  • Buscar o bem do outro, do pobre, do excluído é fundamental para o missionário de Jesus Cristo.
  • Alteridade e gratuidade são atitudes fundamentais na vida do Coordenador (cf. DGAE 8-12)
ilumina o3
Iluminação
  • d) As imagens do Fariseu e Publicano (Lc 18,9-14);
  • o publicano se reveste de humildade
  • O fariseu está centrado em si.
ilumina o4
Iluminação

f) A imagem dos convidados do banquete (Lc 14,15-24).

  • Por duas vezes, a ordem é: Sai depressa e vai... (cf. Lc 14,21.23).
  • É fundamental estar sempre atento para sair ao encontro das pessoas, para reunir a partir dos pobres
  • a missão é ponto central em nosso plano de pastoral? Como isso se expressa?
a obra de deus
A Obra é de Deus

g) 1Cor 3,5b-7.9-11.

h) 2Cor 3,1-6

i) At 20,17-32

j) Lc 24,13-49 e Ef 4,1ss

espiritualidade e m stica pastoral
Espiritualidade e Mística Pastoral

Deixar-se guiar pelo Espírito que constrói a comunhão e é o protagonista da missão

o eixo
O Eixo

O eixo da unidade é sempre o Evangelho meditado, vivenciado e proclamado como fonte da comunhão e da missão; o espírito eclesial (o sentido de pertença à Igreja) e a vida dos pobres

caridade pastoral
Caridade Pastoral

Não é apenas aquilo que fazemos, mas o dom de nós mesmos que manifesta o amor de Cristo por seu rebanho. A caridade pastoral determina o nosso modo de pensar e de agir, o modo de nos relacionarmos com as pessoas. E não deixa de ser particularmente exigente para nós” (PDV 23).

caridade pastoral novo estilo de viver o minist rio tra os desse novo estilo
Caridade Pastoral: Novo estilo de viver o ministério. Traços desse novo estilo:
  • A imagem do Bom Pastor – (Jo 10; Lc 15; Ez 34; Zc 9,16.11) presente também no AT na imagem do Servo do Senhor (Is 53);
  • As imagens do Filho pródigo ou Pai misericordioso (Lc 15,11-32);
  • A imagem do Bom Samaritano (Lc 10,29-37);
  • As imagens do Fariseu e Publicano (Lc 18,9-14);
  • A imagem dos convidados do banquete (Lc 14,15-24).
o minist rio da comunh o e miss o
O Ministério da comunhão e missão
  • A Trindade como fonte inspiradora e geradora da Missão:
  • A Igreja, comunidade- sacramento da Trindade:
  • O Envio em Missão:
a m stica da miss o
A Mística da Missão
  • O papa João Paulo II escreveu: “O missionário deve ser ‘um contemplativo na ação’.
  • , “Conhecer Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor nos confiou ao nos chamar e nos escolher” (DA 18).
  • São dois os movimentos importantes do Amor: sair de si e entrar no relacionamento com Jesus Cristo, com os pobres e com a realidade que nos cerca.
o papel dos presb teros
O papel dos presbíteros
  • “O ministério ordenado necessita recuperar sua vivência colegial
  • A forma individualista do exercício do ministério ordenado, além de ser uma traição à sua própria essência, é um dos principais entraves à realização de uma Igreja toda ela responsável pela missão.
  • O presbítero é, antes de tudo, membro de um presbitério e somente em comunhão com ele pode exercer sua tarefa específica.
a pastoral de conjunto
A Pastoral de Conjunto
  • É uma exigência do próprio ser e agir eclesial, pois a base do trabalho de evangelização está na Comunhão e na Missão.
  • Muitos membros, um só Corpo: não é uniformidade, mas a vivência da variedade de carismas, de serviços, de ministérios a partir da graça do Espírito Santo que gera comunhão
  • Trabalhar o discernimento para que projetos pessoais ou de grupos não se sobreponham ao que a Igreja Particular propõe.
pastoral de conjunto
Pastoral de Conjunto
  • Diz respeito a todo o povo de Deus e não somente à coordenação diocesana de pastoral.
  • Trabalhar em comunhão é reconhecer a ministerialidade na vida e missão dos cristãos leigos e leigas e dos ministros ordenados, estando estes a serviço daqueles em todas os aspectos da vida.
pastoral de conjunto1
Pastoral de Conjunto
  • A atenção aos pobres, a áreas periféricas e a grupos excluídos é indicativo importante da vivência da comunhão e da missão.
  • Um novo método na pastoral de conjunto é importante, porém, precisamos ir mais longe, isto é, viver de um novo espírito, da verdadeira conversão pessoal e pastoral.
o esp rito santo nos faz mergulhar na contempla o
O Espírito Santo nos faz mergulhar na contemplação.
  • Contemplação do Evangelho - leitura orante; “Estudo do Evangelho”;
  • Celebração da Eucaristia
  • Contemplação do Evangelho e da ação do Espírito de Deus nas realidades do mundo e da Igreja: oração
  • Amor à Igreja Particular, presidida pelo bispo
dimens o mission ria do minist rio de quem coordena e pastoreia
Dimensão Missionária do Ministério de quem Coordena e Pastoreia
  • A renovação missionária das paróquias se impõe, tanto na evangelização das grandes cidades como do mundo rural de nosso Continente (DAp 173).
  • Entretanto, mesmo setorizada, a paróquia depende de uma nova evangelização, de uma ousadia missionária capaz de fortalecer o testemunho e estimular o anúncio (Tema Central 2013– coleção Estudos)
desafios texto de estudos
Desafios (texto de Estudos)
  • “Há paróquias que não assumiram a renovação proposta pelo Concílio Vaticano II e continuam a concentrar suas atividades principais na liturgia sacramental e nas devoções. Falta-lhes um plano pastoral, e sua evangelização se reduz à catequese para as crianças, restrita à instrução da fé, sem uma autêntica iniciação cristã. Tais paróquias são condicionadas pelo estilo do pároco. Não há uma preocupação missionária, pois se espera que as pessoas procurem a Igreja.
m stica da visita o
Mística da Visitação:
  • Não é novidade
  • Jesus Cristo assumiu muito a visitação
  • Os apóstolos também
  • Sinal de uma Igreja voltada para a missão: voltada para o outro e não para si mesma.
  • Exercício de contemplação da ação do E. de Deus na vida das pessoas, famílias, comunidades, na realidade...
luzes para a vida e miss o diocesana
Luzes para a vida e missão diocesana
  • Vamos construir juntos...