A CONTABILIDADE - PowerPoint PPT Presentation

Thomas
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
A CONTABILIDADE PowerPoint Presentation
Download Presentation
A CONTABILIDADE

play fullscreen
1 / 32
Download Presentation
A CONTABILIDADE
154 Views
Download Presentation

A CONTABILIDADE

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

    1. A CONTABILIDADE

    2. HISTRIA DA CONTABILIDADE

    3. HISTRIA DA CONTABILIDADE

    4. HISTRIA DA CONTABILIDADE

    5. HISTRIA DA CONTABILIDADE

    6. CONTABILIDADE GERAL Conceito. a cincia que estuda,registra e controla o patrimnio e as mutaes que nele operam os atos e fatos administrativos, demonstrando no final de cada exerccio social o resultado obtido e a situao econmico-financeira da entidade.

    7. CONTABILIDADE GERAL

    8. CONTABILIDADE GERAL Conceito. a cincia que estuda,registra e controla o patrimnio e as mutaes que nele operam os atos e fatos administrativos, demonstrando no final de cada exerccio social o resultado obtido e a situao econmico-financeira da entidade.

    9. CONTABILIDADE GERAL OBJETO. Pode-se entender que o objeto da contabilidade o PATRIMNIO das entidades econmico-administrativas.

    10. CONTABILIDADE GERAL PATRIMNIO. o conjunto de bens, direitos e obrigaes vinculado a uma PESSOA FISICA ou JURDICA ou uma ENTIDADE .

    11. CONTABILIDADE GERAL PESSOAS FSICAS E JURDICAS. ?Pessoa Fsica(ou Natural): o ser humano(homem ou mulher) considerando singularmente como sujeito de DIREITOS e OBRIGAES.

    12. CONTABILIDADE GERAL PESSOAS FSICAS E JURDICAS. ?Pessoa Jurdica( ser de existncia abstrata): a unidade jurdica resultante de um agrupamento humano organizado, estvel, objetivando fins de utilidade pblica ou privada, inteiramente distinta dos indivduos que a compem, capaz de possuir e exercitar DIREITOS e contrair OBRIGAES. ?Exemplos: empresas civis, comerciais ou industriais, entidades(com ou sem fins lucrativos), associaes, fundaes, governo(Municipal, Estadual ou Federal), empresas individuais, etc.

    13. CONTABILIDADE GERAL Nascimento das PESSOAS FSICAS E JURDICAS. Pessoa Fsica . De fato : atravs do parto; Legal : atravs do registro no Cartrio Civil de Pessoas Fsicas; Pessoa Jurdica De fato : Pelos atos praticados pelo comerciante de bens/ou servios; Legal : atravs do registro nos Orgos competentes;

    14. CONTABILIDADE GERAL ORGO COMPETENTE PARA O REGISTRO(PJ); ?Empresa: * Comercial e/ou industrial Junta Comercial; * Civil(prestadoras de servios) Cartrio Civil de Pessoas Jurdicas.

    15. CONTABILIDADE GERAL Objetivo da Contabilidade. permitir o estudo e o controle dos fatos decorrentes da gesto do PATRIMNIO das entidades econmico-administrativas.

    16. CONTABILIDADE GERAL Finalidade da Contabilidade. A principal finalidade da contabilidade permitir a obteno de informaes econmicas e financeiras acerca da entidade. As informaes de natureza econmica compreendem, principalmente, os fluxos de receitas e de despesas, que geram lucros ou prejuizos, e as variaes no patrimnio da entidade. As informaes de natureza financeira abrangem principalmente os fluxos de caixa e do capital de giro.

    17. CONTABILIDADE GERAL Usurios da Contabilidade. Compreendem todas as pessoas fsicas e jurdicas que, diretamente ou indiretamente, tenham interesse na avaliao da situao e do desenvolvimento da entidade, como titulares (empresas individuais), scios, acionistas, administradores, governo(fisco), fornecedores, bancos,etc .

    18. CONTABILIDADE GERAL Tcnicas Contbeis. Podemos citar as tcnicas contbeis como: Escriturao; Demonstrao; Auditoria; Anlise de Balanos;

    19. CONTABILIDADE GERAL Tcnicas Contbeis. Escriturao; registro, em livros prprios(Dirio, Razo, Caixa) de todos os Fatos Administrativos(so os fatos que provocam alteraes nos elementos do patrimnio ou do Resultado) que ocorrem dia-a-dia das entidades. Demonstraes : quadros tcnicos que apresentam dados extrados dos registros contbeis da entidade.

    20. CONTABILIDADE GERAL Tcnicas Contbeis. Auditoria : verificao da exatido dos dados contidosnas demonstraes financeiras, atravs do exame minucioso dos registros contbeis e dos documentos que deram origem a eles. Anlise de Balano : exame e interpretao dos dados contidos nas demonstraes financeiras, com o fim de transformar esses dados em informae teis aos diversos usurios da contabilidade.

    21. CONTABILIDADE GERAL Objeto da Contabilidade. O PATRIMNIO DA ENTIDADE.

    22. CONTABILIDADE GERAL Campo de Aplicao. So as AZIENDAS. uma palavra italiana que deriva de agenda,e etmologicamente significa coisa a fazerem geral, negcios, ocupaes, afazeres:bens materiais e direitos que constituem um patrimnio. Obs: a palavra AZIENDA est em desuso, e vem sendo substituida por : ENTIDADE ECONMICO-ADMISNISTRATIVA

    23. CONTABILIDADE GERAL AZIENDAS, representam: Entidades econmico-administrativas. ?Assim chamadas aquelas que para atingirem seu objetivo, seja ele econmico ou social, utilizam bens patrimoniais e necessitam de um rgo administrativo, que pratica atos de natureza econmica necessrios a seus fins ?Complexo de obrigaes, bens materiais e direitos, representados em valores ou suscetveis (capaz) de apreciao econmica, constitutivos de um patrimnio, considerado juntamente com a pessoa natural ou jurdica que sobre ele tem poderes de administrao e disponibilidade.

    24. CONTABILIDADE GERAL Note que o conceito de AZIENDA mais amplo que o conceito de empresa. Esta ltima tem como objetivo vender bens e servios com a finalidade de lucro nas suas atividades. No conceito de AZIENDA se incluem alm das empresas, as entidades cujo o objetivo no obter lucros, ms simplesmente prestar servios comunidade, tais como as entidades de assistncia social, os clubes desportivos, as fundaes de carter cultural, etc.Estas entidades tambm usam a contabilidade porque precisam controlar a evoluo do seu patrimnio.

    25. CONTABILIDADE GERAL O Governo (seja ele Federal, Estadual ou Municipal) tambm uma AZIENDA, ou seja ENTIDADE ECONMICO-ADMINISTRATIVA, cujo objetivo de fornecer bens coletividade, sendo que o respectivo custeio financiado atravs da tributao ao invs de ser cobrado um preo, como seria o caso de uma empresa. O Governo no objetiva ter lucros. Devido s suas peculiaridades(algo prprio), o ramo da Contabilidade que controla e registra o patrimnio do Governo denomina-se:Contabilidade Pblica.

    26. CONTABILIDADE GERAL Campo de Aplicao da Contabilidade. Conhecer o campo de aplicao da contabilidade, significa saber em que a Contabilidade utilizada. Assim o campo de aplicao da Contabilidade, abrange todas as Entidades econmico-administrativas.

    27. CONTABILIDADE GERAL Entidades econmico-administrativas. ? So organizaes que renem os seguintes elementos: pessoas, patrimnio, titular, capital, ao administrativa e fim determinado.

    28. CONTABILIDADE GERAL ?Quanto ao fim a que se destinam, as entidades econmico-administrativas podem ser assim classificadas: * Entidades com fins lucrativos : chamadas empresas, visam o lucro para preservar e/ou aumentar o patrimnio Lquido. Exemplo:empresas comerciais, industriais agrcolas, etc. * Entidades com fins scio-econmico : intituladas instituies, visam supervit que reverter em benefcio de seus integrantes.Exemplo: associaes de classe, clubes sociais, etc.

    29. CONTABILIDADE GERAL ?Quanto ao fim a que se destinam, as entidades econmico-administrativas podem ser assim classificadas: * Entidades com fins sociais : tambm chamadas instituies, tm por obrigao atender s necessidades da coletividade a que pertencem.Exemplo: a Unio, os Estados e os Municpios .

    30. CONTABILIDADE GERAL

    31. CONTABILIDADE GERAL