t picos document rio n.
Download
Skip this Video
Download Presentation
Vangardas

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 26

Vangardas - PowerPoint PPT Presentation


  • 68 Views
  • Uploaded on

Cinema Latino-americano

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Vangardas' - LuisOrcasitas


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
t picos document rio

T√ďPICOS DOCUMENT√ĀRIO

Professor Dr. Alesandro Gamo

Introduçãoaodocumentário latino-americano

contexto pol tico da am rica latina
Contexto político da América Latina

Fernando Birri

Repress√£o e ditaduras

Solanas e Getino com Perón

contexto pol tico da am rica latina1
Contexto político da América Latina
  • Na confer√™ncia de 1948, em Bogot√°, nasceu a Organiza√ß√£o dos Estados Americanos, OEA, produto deu americanismo ap√≥s da II Guerra Mundial.
  • Em 1954, durante a Guerra Fria, os Estados Unidos declararam na confer√™ncia da OEA em Caracas, que a instala√ß√£o de um regime comunista em qualquer estado americano, seria uma amea√ßa ao sistema.
contexto pol tico da am rica latina2
Contexto político da América Latina
  • Revolu√ß√£o Cubana:
  • A √ļnica revolu√ß√£o bem sucedida na Am√©rica Latina. Em resposta aos desafios do governo cubano, Estados Unidos come√ßou o bloqueio econ√≥mico da ilha. A partir de 1957 a guerrilha emergiu lentamente seu isolamento e come√ßou uma ofensiva nas plan√≠cies, abrindo novas frentes de guerrilha com a coordena√ß√£o da ac√ß√£o militar por Che Guevara. Em 1958, os Estados Unidos decidiram suspender as transfer√™ncias de armas para o ditador Batista. O novo governo cubano alterou a Constitui√ß√£o e foi promovida uma grande reforma agr√°ria. Cuba definitivamente se transformou em um pa√≠s socialista
contexto pol tico da am rica latina3
Contexto político da América Latina

A Guerra Fria (Os Estados Unidos X União Soviética

contexto pol tico da am rica latina4
Contexto político da América Latina

Che Guevara. At√© a vitoria sempre (Santiago √Ālvarez)

contexto pol tico da am rica latina5
Contexto político da América Latina
  • Ditaduras:

Por enquanto, os Estados Unidos financiaram ditaduras em vários países latino-americanos. Naquele países, a ditadura foi se transformado em um instrumento de conquista do domínio económico com a decisão.

contexto pol tico da am rica latina6
Contexto político da América Latina

Ditaduras militares na América do Sul

contexto pol tico da am rica latina7
Contexto político da América Latina

Cinema document√°rio argentino

contexto pol tico da am rica latina8
Contexto político da América Latina
  • Fernando Birri e a Escola do Cinema Document√°rio de Santa Fe:
  • O Instituto de Cinematografia da Universidade de Nacional do Litoral nasceu em 1956 impulsado pelo Fernando Birri, que v√™ no cinema argentino e nos espa√ßos de forma√ß√£o naqueles anos uma falha e uma necessidade: a cinematografia realista e treinamento sistem√°tico (Lusnisch, 2009).
contexto pol tico da am rica latina9
Contexto político da América Latina

Fernando Birri

Tiré dié (Sinopse)

Tire dié mostra uns jovens en um bairro da cidade de Santa Fe que, com o risco de suas vidas, pedem moedas para os trens que se movimentam através de uma ponte de dois quilómetros de comprimento. Através de uma série de entrevistas o filme relata a situação de abandono social aos quais eles são submetidos.

contexto pol tico da am rica latina10
Contexto político da América Latina

Fernando Birri

Tiré dié (1958)

contexto pol tico da am rica latina11
Contexto político da América Latina
  • Caracter√≠sticas:
  • Cinema coletivo.
  • Influ√™ncia do neorrealismo italiano.
  • Est√©tica altamente restritiva por raz√Ķes econ√≥micas.
  • ‚ÄúPesquisa‚ÄĚ social.
  • Filme aut√™ntico.
  • Compromisso social e pol√≠tico.
  • Cinema realista, cr√≠tico e popular

"Fazer um novo homem, uma nova sociedade, uma nova história, e,

portanto, uma nova arte, um novo cinema‚ÄĚ (Birri, 1998)

contexto pol tico da am rica latina12
Contexto político da América Latina

Manifiesto de Santa Fe (1964)

Manifesto de Santa Fe

Consequência e motivação do documento social: conhecimento e consciência da realidade.

Problematiza√ß√£o. Mudan√ßa: a ‚Äúsubvida‚ÄĚ √† vida.

Conclus√£o: ficar frente da realidade com uma c√Ęmera e filma-a e desse jeito filmar o subdesenvolvimento.

O cinema que seja c√ļmplice desse subdesenvolvimento, vai se tornar en um cinema subdesenvolvido mesmo.

  • Consecuencia y motivaci√≥n del documento social: conocimiento, conciencia, toma de conciencia de la realidad.
  • Problematizaci√≥n. Cambio: de la subvida a la vida.
  • Conclusi√≥n: ponerse frente a la realidad con una c√°mara y documentarla, documentar el subdesarrollo.
  • El cine que se haga c√≥mplice de ese subdesarrollo, es subcine.
vangardas latino americanas 60 y 70
Vangardas latino-americanas 60 y 70
  • Argentina:
  • Cinema etnobiograf√≠a (Jorge Prelor√°n)
  • Cine Liberaci√≥n (Solanas, Getino y Vallejo)
  • Cine de la Base (Raymundo Gleyzer)
  • Col√īmbia
  • Cinema pol√≠tico (Marta Rodr√≠guez y Jorge Silva)
  • ‚ÄúCaliwood‚ÄĚ (Luis Ospina, Carlos Mayolo y Andr√©s Caicedo)
  • Chile
  • Cine pol√≠tico-militante (Patricio Guzm√°n y Miguel Litt√≠n)
vangardas latino americanas 60 y 701
Vangardas latino-americanas 60 y 70
  • Cuba:
  • Cine revolucionario (Santiago √Ālvarez y Tom√°s Guti√©rrez Alea)
  • Bolivia:
  • Cine indigenista (Jorge Sanjin√©s)
  • Brasil:
  • Cinema Novo (Glauber Rocha, Nelson Pereira Dos Santos, Joaquim Pedro de Andrade)
vangardas latino americanas 60 y 702
Vangardas latino-americanas 60 y 70

Now

Agora (Santiago √Ālvarez)

Hermógenes Cayo (Jorge Prelorán)

vangardas latino americanas 60 y 703
Vangardas latino-americanas 60 y 70
  • O terceiro cinema: Grupo Cine Liberaci√≥n y el neocolonialismo
  • Primeiro cinema, o cinema mainstream (industrial), que desde a metr√≥pole se projeta sobre os pa√≠ses dependentes e ali procura seus seguidores como elementos continuadores. Mas ao contr√°rio do que acontece nas regi√Ķes dominantes, na Argentina, a ind√ļstria do cinema √© uma ind√ļstria fr√°gil, como s√£o fr√°geis seus potencias de desenvolvimento. Uma ind√ļstria que ainda n√£o tem import√Ęncia.
vangardas latino americanas 60 y 704
Vangardas latino-americanas 60 y 70
  • O terceiro cinema: Grupo Cine Liberaci√≥n y el neocolonialismo
  • Segundo cinema: √© um cinema que procura a reivindica√ß√£o da liberdade do autor para se expressar de uma forma n√£o padronizada, en uma tentativa de descoloniza√ß√£o cultural. Vai promover, n√£o s√≥ uma nova atitude, mas tamb√©m fornece um conjunto de obras de vanguarda no cinema argentino, desenvolvido por: del Carril, Torres Nilsson, Ayala, Feldman, Mur√ļa, Kohon, Kuhn e Fernando Birri, quem com Tire Di√©, inaugura o document√°rio de depoimento na Argentina. Embora tem tamb√©m uma ambi√ß√£o amb√≠gua: pretender para um desenvolvimento de suas estruturas pr√≥prias para competir com o primeiro filme, em uma aspira√ß√£o ut√≥pica para dominar a "grande ind√ļstria‚ÄĚ.
vangardas latino americanas 60 y 705
Vangardas latino-americanas 60 y 70
  • O terceiro cinema: Grupo Cine Liberaci√≥n y el neocolonialismo
  • Terceiro Cinema: A luta anti-imperialista dos povos do Terceiro Mundo e seus equivalentes dentro da metr√≥pole √© hoje o eixo da revolu√ß√£o mundial. Terceiro cinema √© aquele que reconhece nesta luta, a mais grande manifesta√ß√£o cultural, cient√≠fica e art√≠stica de nosso tempo, a grande oportunidade de construir a partir de cada povo uma liberdade: a descoloniza√ß√£o da cultura.

Hacia un tercer cine

Apuntes y experiencias para el desarrollo de un cine de liberación en el Tercer Mundo Grupo Cine Liberación / Octavio Getino y Femando E. Solanas

vangardas latino americanas 60 y 706
Vangardas latino-americanas 60 y 70

La hora de los hornos

A hora dos fornos (Getino-Solanas)

A batalha do Chile (Patricio Guzm√°n)

vangardas latino americanas 60 y 707
Vangardas latino-americanas 60 y 70

Chircales

Ladrilheiros (Marta Rodríguez)

Agarrando pueblo

Pegando povo (Mayolo-Ospina)

vangardas latino americanas 60 y 708
Vangardas latino-americanas 60 y 70

Entrevista Ernesto Ardito, realizador do documentar√°rio Raymundo

Raymundo

vangardas latino americanas 60 y 709
Vangardas latino-americanas 60 y 70

A terra queima, Raymundo Gleyzer

Curtametragem

vangardas latino americanas 60 y 70 novo cinema latino americano
Vangardas latino-americanas 60 y 70Novo Cinema Latino-americano
  • Na segunda metade do s√©culo XX em Am√©rica latina deram-se v√°rias iniciativas que procuravam uma express√£o cinematogr√°fica diferente daquele que tinha caracterizado o cinema da regi√£o. No Brasil o Cinema Novo; em Cuba, o document√°rio desenvolvido no calor da revolu√ß√£o; na Argentina, a chamada Gera√ß√£o dos 60 e seu document√°rio pol√≠tico e militante e, assim, outros movimentos em outros pa√≠ses. Mais adiante, as posi√ß√Ķes s√£o extremas e alguns grupos politizaram suas propostas cinematogr√°ficas; desse jeito se moldou ao novo cinema latino-americano.