atom stica contextualizada l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Atomística Contextualizada PowerPoint Presentation
Download Presentation
Atomística Contextualizada

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 37

Atomística Contextualizada - PowerPoint PPT Presentation


  • 155 Views
  • Uploaded on

Atomística Contextualizada. Rogério Custodio Instituto de Química Unicamp. Nosso Planeta. Leroy Zimmerman. Nosso Planeta. Leroy Zimmerman. Nosso Planeta. Leroy Zimmerman. Nosso Planeta. Leroy Zimmerman. Nosso Planeta. Nasa. Além do Nosso Planeta. Nasa. Além do Nosso Planeta. Nasa.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'Atomística Contextualizada' - JasminFlorian


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
atom stica contextualizada

Atomística Contextualizada

Rogério Custodio

Instituto de Química

Unicamp

nosso planeta
Nosso Planeta

Leroy Zimmerman

nosso planeta3
Nosso Planeta

Leroy Zimmerman

nosso planeta4
Nosso Planeta

Leroy Zimmerman

nosso planeta5
Nosso Planeta

Leroy Zimmerman

nosso mundo invis vel
Nosso Mundo Invisível

Cabeça de inseto

nosso mundo invis vel10
Nosso Mundo Invisível

Asa de Borboleta

nosso mundo invis vel11
Nosso Mundo Invisível

Superfície de um CD

nosso mundo
Nosso Mundo

O silêncio eterno desses espaços infinitos me assusta.

B. Pascal, Pensamentos, II, 72.

Em todas as coisas da natureza existe algo maravilhoso.

Aristóteles (384-322 a.C.), As partes animais, I, 5.

O macrocosmo e o microcosmo são construídos exatamente

com base no mesmo projeto.

Swami Vivekananda ( líder espiritual indiano, 1863-1902)

as origens da ci ncia
As Origens da Ciência

Do que o mundo é feito?

O que matem as coisas unidas?

O pensador

Rodin

conserva o de mat ria
Conservação de Matéria

Antoine Laurent de Lavoisier

(Paris: 1743-1794)

o interesse por modelos teoria at mica
O Interesse por Modelos: Teoria Atômica

John Dalton

(Eaglesfield: 1766-1844)

associa es iniciais com propriedades at micas
Associações Iniciais com Propriedades Atômicas

Propriedade Fundamental:

MASSA

Consequência:

  • A dimensão do átomo e a forma dos objetos.
  • Substâncias diferentes se combinam e, portanto, grande parte da
  • matéria deve ser constituída de mistura de átomos.
  • Definição da proporção em que átomos se combinam.
a constante de avogadro o mol
A Constante de Avogadro: o Mol

Amedeo Avogadro

Itália (1776 – 1856)

http://webserver.lemoyne.edu/faculty/giunta/avogadro.html

eletricidade
Eletricidade

Willian Gilbert

Inglaterra (1544-1603)

radioatividade
Radioatividade

Pierre e Marie Curie

condutividade
Condutividade

Necessidade

de um

Modelo de

Transferência de

Elétrons

Necessidade

de um

Modelo de

Compartilhamento de

Elétrons.

estrutura eletr nica e reatividade28
Estrutura Eletrônica e Reatividade

Potenciais de Ionização

geometria molecular
Geometria Molecular

Composição: X = Y = Z = 3C + 8H + 1O

X = H3C-CH2-CH2OH

Y = H3C-HCOH-CH3

Z = H3C-CH2-O-CH3

(Isomeria)

geometria molecular33
Geometria Molecular
  • Moléculas com e sem cheiro
  • Deus é canhoto
  • A cor das substâncias
for as intermoleculares
Forças Intermoleculares

Água no estado gasoso

Água no estado sólido

Água no estado líquido

for as intermoleculares35
Forças Intermoleculares

O crescimento depende da temperatura e nível de saturação de umidade.

do que o universo feito
Do que o Universo é Feito?

Sempre que me lembro das minhas tantas e agradáveis esperanças,

uma angústia profunda e desconsolada invade meu coração,

e volto a sofrer pela minha desventura.

Ó natureza, ó natureza, por que não cumpres o que prometeste?

Por que enganas tanto teus filhos?

G.Leopardi (poeta italiano, 1798-1837), Canti, A Silvia