RINHAS
Download
1 / 25

RINHAS - PowerPoint PPT Presentation


  • 203 Views
  • Uploaded on

RINHAS. MALTRATAR ANIMAIS COMPLETA O INSTINTO VIOLENTO. DE ACORDO COM O FBI, ASSASSINOS EM SÉRIE QUASE SEMPRE PRATICARAM CRUELDADE COM ANIMAIS NA INFÂNCIA OU ADOLESCÊNCIA. Dois cães são colocados juntos para brigarem. A “luta” só termina quando o dono do cão desiste.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about 'RINHAS' - Audrey


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

Rinhas de c

MALTRATAR ANIMAIS COMPLETA O INSTINTO VIOLENTO.

DE ACORDO COM O FBI, ASSASSINOS EM SÉRIE QUASE SEMPRE PRATICARAM CRUELDADE COM ANIMAIS NA INFÂNCIA OU ADOLESCÊNCIA.


Rinhas de c

Dois cães são colocados juntos para brigarem. A “luta” só termina quando o dono do cão desiste.

Em combates profissionais, há um tipo chamado “TILL DEATH DO US PART” (até que a morte nos separe). Nesse combate a “luta” termina com a morte de um dos cães.

Cão de Rinha é um cão como outro qualquer, que foi “treinado e estimulado”, desde pequeno, para combater outro cão. É um cão que não teve escolha. Ele apenas APRENDEU o que o SEU DONO ENSINOU.

Culpar o cão pelos atos do homem é o mesmo que condenar à prisão, um revólver usado em um crime.

RINHAS DE CÃES


Rinhas de c

Equipados com afiadas lâminas de metal, na altura das esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.

O galo que correr da briga, que cai por nocaute, ou quebra a pata ou a asa, perde.

Já está mais do que provado que os "galos de briga" só brigam na natureza para defender o seu território e que, nas rinhas,apenas reagem de acordo com o que aprenderam.

RINHAS DE GALOS

RINHAS DE CANÁRIOS

  • Dois machos são estimulados a disputarem uma fêmea até a morte, porém o vencedor não fica com ela. Ele é preparado para a próxima luta.


Rinhas de c

FOTOS QUE REVELAM esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Durante uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Durante e Após uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Após uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

1 MÊS esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.

DEPOIS

Após uma Rinha


Rinhas de c

Após uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Após uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

“Esporas” (navalhas) usadas em rinhas de galos esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Galos “preparados” para Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Durante uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Durante uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Durante uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Após uma Rinha esporas, os galos se vêem forçados a lutar até a morte, ou quase, para satisfazer aos apostadores.


Rinhas de c

Os animais são obrigados a lutar até que um deles morra ou o dono desista em virtude de ferimentos agravados.

As pessoas envolvidas em rinhas freqüentemente estão envolvidas também em outras atividades ilegais como jogos, roubo, estupro, homicídios, tráfico, posse de drogas e armas.

As pessoas envolvidas em rinhas têm, em sua maioria, histórico de atitudes violentas ou criminosas em relação às pessoas.

Não é raro que as pessoas envolvidas em rinhas levem crianças para assistí-las.

Muitos animais gravemente feridos são abandonados pelo seu dono após a rinha, pois os gastos na sua recuperação são geralmente altos. Para eles ajudar os animais não compensa.

FATOS LIGADOS AS RINHAS


Rinhas de c

Casas abandonadas o dono desista em virtude de ferimentos agravados.

Garagens

Ferro-velhos

Porões

Galpões

Fazendas e sítios

LOCAIS DE POSSÍVEL ATIVIDADE DE RINHA

CARACTERÍSTICAS DE UM CÃO DE RINHA

  • Orelhas curtas, muitas vezes amputadas.

  • Feridas e machucados constantes.

  • Cicatrizes na cabeça, pescoço, pernas e orelhas.

  • Cicatrizes de pontos e de lacerações.

  • Feridas constantes com sangramento notável.


Rinhas de c

DURANTE O TREINAMENTO DE UM CÃO o dono desista em virtude de ferimentos agravados.

Os “treinadores” deixam os cães passarem fome por dias a fio, com água e comida em lugar visível, fora do alcance do animal.

A "comida" em questão, são coelhos, gatos e cães pequenos. Quando o "cão lutador" já está desesperado de fome e sede, o treinador deixa que ataque a presa.

Cães sem raça ou mesmo Pit Bulls não treinados, são usados para treinar o cão que entra no ringue. Segundo a ASPCA - American Society for Prevention of Cruelty to Animals, próximo a locais de rinhas encontram-se corpos de outros cães, que acabam sendo feridos até a morte e abandonados à sua própria sorte.

É uma cadeia de crueldade que envolve outros animais além de cães que participam das rinhas.


Rinhas de c

BOXER o dono desista em virtude de ferimentos agravados.

BULLDOG

BULLMASTIFF

BULL TERRIER

DOGO ARGENTINO

DOGUE DE BORDEAUX

MASTIFF

MASTIM NAPOLITANO

PITBULL

ROTTWEILER

TOSA INU

RAÇAS ENVOLVIDAS EM RINHAS

Galos

Cães

AZIL

BANQUIVA

CALCUTÁ

ÍNDIO GANI

JAPONÊS

MALASIANO

SHAMO


Rinhas de c

RINHA NÃO É ESPORTE o dono desista em virtude de ferimentos agravados.

É CRIME


Rinhas de c

Art 32 - Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena - Detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º - Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando

existirem recursos alternativos.

§ 2º - A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

LEI FEDERAL 9.605 DE CRIMES AMBIENTAIS


Rinhas de c

COMO AJUDAR mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

  • Nunca participe de rinhas;

  • Conscientize as pessoas a denunciarem os organizadores, os participantes e os proprietários dos animais;

  • Imprima panfletos educacionais e distribua o máximo que puder;

  • Denuncie, chame a polícia e faça um TC (cite o Art. 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98);

  • Fotografe e/ou filme os animais e as pessoas antes, durante e depois da rinha e dos treinamentos - provas e documentos são fundamentais para combater transgressões.

  • Para saber mais: www.pea.org.br


Rinhas de c

Animals Voice: mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:www.animalsvoice.com

Não à Rinha: www.angelfire.com/de/naorinha

Pit Bull: members.tripod.com/pitbull_hp/pitbull.html

Rações Lourenço: www.racoeslourenco.hpg.ig.com.br

FONTES DE PESQUISA PARA ESTA APRESENTAÇÃO

POR AMOR

REPASSE ESTA APRESENTAÇÃO

EXIJA O CUMPRIMENTO DA LEI

Realização

www.pea.org.br

Responsável

Gabriela Toledo


ad