analgesia p s operat ria em cirurgia bari trica o efeito da adi o de clonidina l.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
PowerPoint Presentation
Download Presentation

Loading in 2 Seconds...

play fullscreen
1 / 15

- PowerPoint PPT Presentation


  • 213 Views
  • Uploaded on

ANALGESIA PÓS-OPERATÓRIA EM CIRURGIA BARIÁTRICA: O EFEITO DA ADIÇÃO DE CLONIDINA. Dra. Manuela Silva Feijó Dr. Leonardo de Andrade Reis Dr. Milton Roberto Marchi de Oliveira Dr. Guilherme Frederico Ferreira dos Reis. CET Hospital Casa de Saúde Campinas. Analgesia Pós-Operatória. Conforto

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about '' - Audrey


Download Now An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
analgesia p s operat ria em cirurgia bari trica o efeito da adi o de clonidina

ANALGESIA PÓS-OPERATÓRIA EM CIRURGIA BARIÁTRICA: O EFEITO DA ADIÇÃO DE CLONIDINA

Dra. Manuela Silva Feijó

Dr. Leonardo de Andrade Reis

Dr. Milton Roberto Marchi de Oliveira

Dr. Guilherme Frederico Ferreira dos Reis

CET Hospital Casa de Saúde Campinas

analgesia p s operat ria
Analgesia Pós-Operatória
  • Conforto
  • Deambulação precoce
  • Melhora na função respiratória
  • Melhora trânsito intestinal
  • Melhora circulação MMII
analgesia sist mica opi ides
Analgesia SistêmicaOpióides
  • Sedação
  • PONV
  • Piora padrão ventilatório
  • Menos eficaz
analgesia epidural
Analgesia Epidural
  • Mais Potente
  • Menos sedação
  • Menor depressão respiratória
  • Melhor proteção neuro-endócrina
  • Punção difícil
peridural x analgesia sist mica
Peridural x Analgesia Sistêmica

A – PCA venoso + inf parede

B – Peridural

C – PCA venoso

Schumann

Anesth Analg 2003

clonidina
Clonidina
  • α2 agonista
metodologia
Metodologia
  • Punção T6-T7 / T7-T8
  • Duração da Analgesia: 1º analgésico
  • Anestesia Geral:
    • 50 mcg Sufentanil
    • 1 mg.Kg-1 peso real Propofol
    • 1 mg.Kg-1 peso ideal Rocurônio
  • Manutenção com Sevoflurano
  • Cetorolaco 30mg
  • Analgésicos se necessário
metodologia grupos
MetodologiaGrupos

ESTUDO PROSPECTIVO ALEATÓRIO ENCOBERTO

  • Grupo Morfina
  • 15 ml Bupi 0,25%
  • 2 mg Morfina
  • n = 30
  • Grupo Morfina + Clonidina
  • 15 ml Bupi 0,25%
  • 2 mg Morfina
  • 150 mcg Clonidina
  • n = 30
outros efeitos colaterais
Outros Efeitos Colaterais
  • PONV 0:0
  • Bradicardia 1:1
  • Arritmias 0:0
  • Sedação pós-operatória 1:1
  • Retenção Urinária 1:1
  • Prurido 0:1
  • Falha de bloqueio 0:0

p > 0,05

conclus o
Conclusão
  • Clonidina epidural reduziu necessidade de drogas sistêmicas
  • Clonidina epidural prolongou a analgesia
  • Apesar do aumento da incidência de hipotensão não ocorreram casos de hipotensão de difícil controle
  • Nas doses empregadas não causou sedação
  • Ausência de efeitos colaterais graves confirmou a segurança do seu emprego
  • Clonidina mostrou-se um adjuvante viável para prolongar e melhorar a qualidade da analgesia