Deus cristo homem igreja miseric rdia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 6

DEUS CRISTO HOMEM IGREJA MISERICÓRDIA PowerPoint PPT Presentation


  • 228 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

DEUS CRISTO HOMEM IGREJA MISERICÓRDIA. DOUTRINA CRISTÃ PALAVRAS CHAVES DA ALMA CATÓLICA Parte XXVII. O PECADO. A MISERICÓRDIA DE DEUS. O Evangelho é a revelação, em Jesus Cristo, da misericórdia de Deus para com os pecadores.

Download Presentation

DEUS CRISTO HOMEM IGREJA MISERICÓRDIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Deus cristo homem igreja miseric rdia

DEUS CRISTO HOMEM IGREJAMISERICÓRDIA

DOUTRINA CRISTÃPALAVRAS CHAVES DA ALMA CATÓLICAParte XXVII


O pecado

O PECADO

A MISERICÓRDIA DE DEUS

O Evangelho é a revelação, em Jesus Cristo, da misericórdia de Deus para com os pecadores.

O anjo anuncia a José: Tu chamarás com o nome de Jesus, pois ele salvará seu povo de seus pecados (Mt 1,21).

O mesmo se dá com a Eucaristia, sacramento da redenção: Isto é o meu sangue, o sangue da aliança, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados (Mt 26,28).


Jesus

JESUS

Jesus convida os pecadores à mesa do Reino: Não vim chamar justos, mas pecadores (Mc 2,17).

Convida-os à conversão, sem a qual não se pode entrar no Reino, mas mostrando-lhes, com palavras e atos, a misericórdia sem limites do Pai por eles e a imensa alegria no céu por um único pecador que se arrepende (Lc 15,7).

A prova suprema deste amor será o sacrifício de sua própria vida em remissão dos pecados (Mt 26.28).

MISERICÓRDIA DO PAI


O amor

O AMOR

Acolher a misericórdia de Deus exige de nossa parte a confissão de nossas faltas.

Se dissermos: Não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos nossos pecados, Ele, que é fiel e justo, perdoará nossos pecados e nos purificará de toda injustiça (1Jo 1,8-9).

Este mar de misericórdia não pode penetrar em nosso coração enquanto não tivermos perdoado aos que nos ofenderam.

O amor, como o Corpo de Cristo, é indivisível: não podemos amar o Deus que não vemos, se não amamos o irmão, a irmã, que vemos.

Recusando-nos a perdoar nossos irmãos e irmãs, nosso coração se fecha, sua dureza o torna impermeável ao amor misericordioso do Pai; mas confessando nosso pecado, nosso coração se abre à sua graça.

CORPO DE CRISTO INDIVISÍVEL


A igreja

A IGREJA

MISERICORDIA DIVINA NO HOMEM

Assim se pode desenvolver entre os fiéis cristãos um verdadeiro espírito filial para com a Igreja. Ele é o resultado normal do crescimento da graça batismal, que nos gerou no seio Igreja e nos fez membros do Corpo de Cristo.

Em sua solicitude materna, a Igreja nos concede a misericórdia de Deus, que triunfa sobre todos os nossos pecados e age de modo especial no sacramento da Reconciliação.

Como mãe solícita, ela nos prodigaliza também em sua Liturgia, dia após dia, o alimento da Palavra e da Eucaristia do Senhor.

Deus não predestina ninguém para o Inferno; para isso é preciso uma aversão voluntária a Deus (um pecado mortal) e persistir nela até o fim.

Na Liturgia Eucarística e nas orações cotidianas de seus fiéis, a Igreja implora a misericórdia de Deus, que quer "que ninguém se perca, mas que todos venham a converter-se" (2Pd 3,9): Recebei, ó Pai, com bondade, a oferenda de vossos servos e de toda a vossa família; dai-nos sempre a vossa paz, livrai-nos da condenação e acolhei-nos entre os vossos eleitos.


Deus cristo homem igreja miseric rdia

FRATERNIDADE E VIDA NO PLANETAA CRIAÇÃO GEME EM DORES DE PARTOCONHEÇA-SE, CONHECENDO A BÍBLIA Formatação: Diácono Eliezer de Oliveira Martins Musical: Capriccio Italiano Op. 45, Tchaikovsky

Os textos estão conforme o Catecismo da Igreja Católica (§ 545, 1037, 1846s, 2040, 2840...). Fotos do arquivo particular e da internet


  • Login