Modula es digitais usando portadoras ca ticas uma an lise comparativa
Download
1 / 20

Modulações digitais usando portadoras caóticas: uma análise comparativa - PowerPoint PPT Presentation


  • 65 Views
  • Uploaded on

SBrT07 XXV Simpósio Brasileiro de Telecomunicações 03-06 de setembro de 2007 – Recife, PE. Modulações digitais usando portadoras caóticas: uma análise comparativa. Marcio Eisencraft Luiz Antonio Baccalá. ESCOLA DE ENGENHARIA – UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Modulações digitais usando portadoras caóticas: uma análise comparativa' - zocha


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Modula es digitais usando portadoras ca ticas uma an lise comparativa

SBrT07

XXV Simpósio Brasileiro de Telecomunicações

03-06 de setembro de 2007 – Recife, PE

Modulações digitais usando portadoras caóticas: uma análise comparativa

Marcio Eisencraft

Luiz Antonio Baccalá

ESCOLA DE ENGENHARIA – UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO


T picos da apresenta o
Tópicos da apresentação

  • Introdução: sinais caóticos

  • Modelos em tempo discreto

  • CSK, DCSK e FM-DCSK

  • Desempenho em canal AWGN

  • Conclusões e perspectivas


1 introdu o sinais ca ticos
1 Introdução: sinais caóticos

  • Sinal s(n,s0) caótico

    • Determinístico

    • Aperiódico

    • Dependência sensível com as condições iniciais

  • Sistemas de tempo discreto unidimensionais

  • Exemplo - Mapa quadrático


Propriedades interessantes
Propriedades interessantes

  • Banda larga

  • Seqüência de autocorrelação impulsiva

  • Baixa correlação entre sinais com diferentes condições iniciais

  • Propriedades para spread spectrum

  • Modulações caóticas  desempenho ruim em termos de BER

  • Objetivo do artigo: explorar os motivos e perspectivas


  • T picos da apresenta o1
    Tópicos da apresentação

    • Introdução: sinais caóticos

    • Modelos em tempo discreto

    • CSK, DCSK e FM-DCSK

    • Desempenho em canal AWGN

    • Conclusões e perspectivas


    2 modelos em tempo discreto
    2 Modelos em tempo discreto

    • Modulações convencionais

    • Modulações caóticas


    T picos da apresenta o2
    Tópicos da apresentação

    • Introdução: sinais caóticos

    • Modelos em tempo discreto

    • CSK, DCSK e FM-DCSK

    • Desempenho em canal AWGN

    • Conclusões e perspectivas


    3 1 csk chaos shift keying
    3.1 CSK – Chaos Shift Keying

    • Símbolo transmitido como os coeficientes de uma combinação linear de sinais caóticos

    • Receptor coerente

    • Transmissor – Nb=1

    • Receptor não-coerente


    3 2 dcsk differential chaos shift keying
    3.2 DCSK – Differential Chaos Shift Keying

    • CSK com Nb=2 em que as seqüências de base consistem em segmentos de sinais caóticos repetidos

    • Modulador DCSK

    • Demodulador diferencial



    4 2 fm dcsk frequency modulated dcsk

    | 1 |

    Magnitude-ângulo para complexo

    4.2 FM-DCSK – Frequency Modulated DCSK

    • Modificação do DCSK – energia por símbolo constante

    • Antes da modulação insere-se o sinal caótico num modulador FM

    • Energia do sinal FM independe do sinal modulante

    Modulador em freqüência


    T picos da apresenta o3
    Tópicos da apresentação

    • Introdução: sinais caóticos

    • Modelos em tempo discreto

    • CSK, DCSK e FM-DCSK

    • Desempenho em canal AWGN

    • Conclusões e perspectivas


    4 1 receptor n o coerente
    4.1 Receptor não-coerente

    • Variável de observação

    • Limiar de decisão depende da potência do ruído

    • Afetado pela variabilidade da energia por símbolo

    • Não usa informações da dinâmica caótica


    4 2 receptor coerente
    4.2 Receptor coerente

    • Variável de observação

    • Limiar de decisão independe da potência do ruído

    • Qualidade da sincronização é crítica

    • Afetado pela variabilidade da energia por símbolo

    • Não usa informações da dinâmica caótica


    4 3 receptor diferencial
    4.3 Receptor diferencial

    • Variável de observação

    • Limiar de decisão independe da potência do ruído

    • Para FM-DCSK energia por bit é constante

    • Não usa informações da dinâmica caótica




    T picos da apresenta o4
    Tópicos da apresentação

    • Introdução: sinais caóticos

    • Modelos em tempo discreto

    • CSK, DCSK e FM-DCSK

    • Desempenho em canal AWGN

    • Conclusões e perspectivas


    5 conclus es
    5 Conclusões

    • Representação unificada em tempo discreto

      • mais conveniente para trabalhar com mapas

    • Melhor desempenho: FM-DCSK

      • Não usa informações da dinâmica do mapa na recepção

    • Conhecimento a priori do mapa

      • Sincronização (problemas de sensibilidade)

      • Estimação dos sinais que chegam ao receptor, melhorando SNR


    Obrigado!

    Agradecimento

    FAPESP – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

    Processo: 2007/04251-7


    ad