Ministério do Meio Ambiente
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 38

Ministério do Meio Ambiente PowerPoint PPT Presentation


  • 43 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Ministério do Meio Ambiente. Oficina Temática 3 Tratamento de Resíduos Orgânicos. 21 de Agosto de 2014. Estrutura da Oficina 3. Apresentação do Plano Municipal de Coleta Seletiva – PMCS Aspectos relevantes da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS

Download Presentation

Ministério do Meio Ambiente

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Minist rio do meio ambiente

Ministério do Meio Ambiente


Oficina tem tica 3 tratamento de res duos org nicos 21 de agosto de 2014

Oficina Temática 3Tratamento de Resíduos Orgânicos.21 de Agosto de 2014


Minist rio do meio ambiente

Estrutura da Oficina 3

  • Apresentação do Plano Municipal de Coleta Seletiva – PMCS

  • Aspectos relevantes da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS

  • Tecnologias de Tratamento de Resíduos Orgânicos

  • Discussão sobre os temas.


Minist rio do meio ambiente

Quem Somos?

  • GTE – Grupo Técnico Executivo:

  • Secretaria Municipal de Habitação e Saneamento Ambiental – SMHSA

  • Companhia de Melhoramentos da Capital – COMCAP

  • Fundação Municipal do Meio Ambiente – FLORAM

  • Secretaria Municipal de Saúde – SMS – Vigilância em Saúde.

  • GTA – Grupo Técnico Ampliado;

  • Empresa - AMPLA Consultoria e Planejamento;

  • Comunidade.


Minist rio do meio ambiente

O Que Queremos?

Elaborar o Plano Municipal de Coleta Seletiva – PMCS de Florianópolis.


Minist rio do meio ambiente

Objetivo da Oficina 3

Obter contribuições da comunidade visando subsidiar a elaboração do PMCS no tema de tratamento de resíduos orgânicos.


Minist rio do meio ambiente

Além das oficinas, serão realizadas 2 audiências públicas:1ª- Para apresentação, discussão e validação dos estudos desenvolvidos na Meta 1 – Gestão Municipal dos Resíduos Sólidos para a Coleta Seletiva2ª- Para apresentação, discussão e validação da Meta 2 – Detalhamento do programa de Coleta Seletiva


Minist rio do meio ambiente

Para quê?

  • Elaborar um Diagnóstico da Situação Atual da Coleta Seletiva de Florianópolis;

  • Desenvolver instrumentos técnicos, de planejamento e gestão para definir o Sistema de Coleta Seletiva Municipal de acordo com a PNRS.

  • Atender as metas do Plano Nacional de Resíduos Sólidos (versão preliminar 2012).


Minist rio do meio ambiente

Aspectos Relevantes

OPMCS é parte integrante do Sistema de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos Urbanos Municipal;

É um item da Política Pública Municipal para o Gerenciamento de Resíduos Sólidos, com ênfase no Planejamento de Ações para a Coleta Seletiva.


Minist rio do meio ambiente

Aspectos Relevantes

  • OPMCS visa:

  • Planejar para atender às metas de desvio de resíduos recicláveis do Aterro Sanitário;

  • Viabilizar o aproveitamento de resíduos recicláveis orgânicos;

  • Tornar o serviço de coleta seletiva mais eficiente;

  • Diminuir os custos dos serviços;

  • Prestar os serviços com qualidade à população.


Minist rio do meio ambiente

  • O PMCS Lei Federal N° 12.305/2010

  • POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

  • (Decreto n° 7.404/2010; Decreto nº 7.405/2010)

A serem adotados pela União isoladamente

ou em parceria com Estados, Distrito Federal,

Municípios e Particulares.

REÚNE:

Princípios,

Objetivos,

Instrumentos,

Diretrizes, Metas

e Ações.

Visando:

A Gestão Integrada e o gerenciamento ambientalmente adequado dos Resíduos Sólidos


Minist rio do meio ambiente

Hierarquia da Gestão de Resíduos

  • Não Geração

  • Redução

  • Reutilização

  • Reciclagem

  • Tratamento de Resíduos

  • Disposição Final Ambientalmente Adequada


Minist rio do meio ambiente

Conceitos Importantes

Responsabilidade Compartilhada:


Minist rio do meio ambiente

Conceitos Importantes

Logística Reversa: Instrumento para coleta e restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial para reaproveitamento ou para destinação ambientalmente adequada. (Art. 33° - 12.305/10).

Acordo Setorial:Ações firmadas entre o Poder Público e os fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes para a responsabilidade compartilhada. (Item I, Art. 3° - 12.305/10).


Rela es entre a log stica reversa a responsabilidade compartilhada e os acordos setoriais

RELAÇÕES ENTRE A LOGÍSTICA REVERSA, A RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA E OS ACORDOS SETORIAIS

Responsabilidade compartilhada

Reutilização

Reciclagem

Tratamento

Disposição final

Logística reversa

Logística reversa

Reutilização

Reciclagem

Tratamento

Logística reversa

Responsabilidade

compartilhada

ACORDO SETORIAL


Minist rio do meio ambiente

Conceitos Importantes

Logística Reversa - Obrigatórios:


Minist rio do meio ambiente

Conceitos Importantes

Tratamento de resíduos sólidos: conjunto de métodos e operações para garantir o respeito às legislações existentes desde a sua produção até seu destino final com o intuito de diminuir os riscos a saúde humana e ambiental.


Minist rio do meio ambiente

Tratamento de Resíduos Sólidos


Minist rio do meio ambiente

Aterro Sanitário de Biguaçu/SC

  • Resíduos de Florianópolis e outros 24 municípios;

  • Quantidade diária recebimento: 1.000 t/dia  60% de Florianópolis;

  • Verão – alta temporada – aumento de 30 a 40%;

  • Operação 24 horas/dia.

  • Vida útil:

  • Com LAO emitida = 4 anos;

  • Mais 02 projetos em estudos que aumentariam a vida útil do aterro em mais 15 anos (imediações da área atual).


Minist rio do meio ambiente

Aterros Sanitários


Minist rio do meio ambiente

CARACTERIZAÇÃO FÍSICA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS EM FLORIANÓPOLIS


Minist rio do meio ambiente

Ações

  • Sistema de informações sobre Resíduos Sólidos no Município;

  • Incentivo ao tratamento descentralizados (iniciativas comunitárias);

  • Formação de redes de cooperação entre órgãos, entidades e comunidade;

  • Regularização das iniciativas descentralizadas;

  • Busca de novas tecnologias aplicáveis em nosso município


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM

  • MÉTODO NATURAL;

  • MÉTODO ACELERADO.


Minist rio do meio ambiente

TRATAMENTO BIOLÓGICO DE ORGÂNICO

  • COMCAP

  • APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS

  • DA LIMPEZA PÚBLICA – PODAS,

  • ROÇAGEM, PALHA, CAPIM, ETC...


Minist rio do meio ambiente

TRATAMENTO BIOLÓGICO DE ORGÂNICO


Minist rio do meio ambiente

TRATAMENTO BIOLÓGICO DE ORGÂNICO

  • COMCAP

  • RECEBIMENTO DE RESÍDUOS

  • ORGÂNICOS DE GRANDES

  • GERADORES / CONVÊNIOS.

  • Média de 120 ton/mês (2013)


Minist rio do meio ambiente

TRATAMENTO BIOLÓGICO DE ORGÂNICO


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM – Iniciativas no Município

Projeto Família Casca / FLORAM / UFSC – Parque Ecológico Córrego Grande - Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM – Iniciativas no Município

Projeto Família Casca / FLORAM / UFSC – Parque Ecológico Córrego Grande - Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM - Iniciativas no Município

Revolução dos Baldinhos / CEPAGRO / COMCAP – Bairro Monte Cristo - Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM - Iniciativas no Município

Revolução dos Baldinhos / CEPAGRO / COMCAP – Bairro Monte Cristo - Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM - Iniciativas no Município

Agroecológica – Bairro Cachoeira do Bom Jesus - Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM - Iniciativas no Município

UFSC/Associação Orgânica – Bairro Itacorubi - Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • COMPOSTAGEM – Iniciativas no Município

Nosso Lixo – Florianópolis


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • Digestão Anaeróbia

  • Pré-tratamento;

  • Digestão resíduos;

  • Recuperação Biogás;

  • Tratamento dos resíduos digeridos.

Exemplo de planta de reatores de digestão anaeróbia - Portugal

Fonte: Análise das Diversas tecnologias de Tratamento e Disposição Final de Resíduos Sólidos no Brasil, Europa, Estados Unidos e Japão. BNDES/FADE. BNDES FEP n° 02/2010 (2013).


Minist rio do meio ambiente

Tratamento Biológico

  • Outros sistemas de Biodigestão

Exemplo de planta de reatores de digestão anaeróbia - Portugal

Fonte: 2º Congresso Técnico Brasil - Alemanha, Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos Urbanos –Florianópolis (2014).


  • Login