APOCALIPSE
Download
1 / 29

APOCALIPSE - PowerPoint PPT Presentation


  • 111 Views
  • Uploaded on

APOCALIPSE. 12: Pérgamo é uma cidade da Ásia Menor, suas origens remontam ao tempo dos Seleucidas no ano de 283 mais ou menos a.C. a respeito de uma comunidade cristã em Pérgamo só temos menção no Apocalipse.

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' APOCALIPSE' - yuma


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript



  • 13: Alexandria do Egito. Desta cidade vem o pergaminho. Também foi desta maneira que o Cristo se apresentou na Introdução e se tem uma espada afiada é porque vai pronunciar um julgamento.Onde está o trono deSatanás: muito se discutiu sobre isso em Pérgamo: seria um templo, seria a cidade inteira. Trono de Satanás seria aquela parte da cidade hostil ao cristianismo. Em primeiro lugar os judeus.




  • 17: Igreja mista, se não houver conversão haverá um juízo, e juízo condenatório.“Ao vencedor” ao que superar esta tentação receberá uma alimento divino para continuar bem o seu caminho em direção à escatologia. “pedrinha branca”(cor da vitória e da alegria) aquele que se tornar alheio a tudo isso ao mesmo tempo que sofrerá as causas da sua alienação receberá um nome novo será uma nova criatura diante de Deus. E recebe um estatuto toda renovado.



  • Não era uma cidade muito grande, mas possuía uma indústria têxtil. E de Lídia nos Atos se diz que era fabricante de tendas e era de Tiatira. Fora isto não conhecemos mais nada a respeito de Tiatira. Mais uma vez o autor escolheu aqui como introdução uma das modalidades que o Cristo foi apresentado na Introdução.




  • 21: cede à tentação do paganismo. Não é fácil viver num mundo pagão, num mundo cheio de sincretismo.“dei-lhe um prazo para que se converta”. É possível que o próprio João tenha alertado como profeta contra essa doutrina dos Jesabelitas e Nicolaítas antes de ser lançado ao exílio.


  • 22: cede à tentação do paganismo. Não é fácil viver num mundo pagão, num mundo cheio de sincretismo.“eis que lançarei num leito”. Significa enviar uma enfermidade a alguém.



  • 24: É esse sincretismo. pecado menor, seja ela só uma simpatizante, e os filhos têm um pé lá e outro aqui para poderem sobreviver. Dirá o apocalipse que quem não tiver a marca da besta fica marginalizado da vida econômica da cidade.“Não vos imponho outro peso” Quem está impondo um peso insuportável é Satanás nos Jesabelitas e Nicolaitas.



  • 27-29: “ fala de todas as nações, mas apenas dos cidadãos da cidade.Estreladamanhã” a participação da ressurreição de Cristo. Estas Igrejas são a depositária de toda a mensagem do apocalipse e não se difere muito das nossas. São Igrejas mistas como algumas das nossas também.



  • Ainda faltam três Igrejas, o que é que será manifestado nelas? O Cristo ressuscitado não deseja que vivam na ignorância, mas deseja mostrar na fé o plano de Deus para que elas decidam na fé e na esperança e até mesmo estejam fortes nas tribulações que sobrevirão. Todo o apocalipse restante é dirigido a essas Igrejas aqui.


Cap tulo 3
Capítulo 3 nelas? O Cristo ressuscitado não deseja que vivam na ignorância, mas deseja mostrar na fé o plano de Deus para que elas decidam na fé e na esperança e até mesmo estejam fortes nas tribulações que sobrevirão. Todo o apocalipse restante é dirigido a essas Igrejas aqui.

  • 1: Sardes era uma metrópole, não essencialmente grande, que existia desde o tempo dos Persas. Esta Igreja só é conhecida pelo Apocalipse, nós não temos mais nenhuma informação de uma comunidade cristã de Sardes. Novamente uma menção de Cristo como apareceu na introdução, com os sete espíritos e as sete estrelas.


  • 2: Aqui, embora as indicações sejam muito lacunosas e muito significadas, é possível hipostatizar para Sardes uma comunidade cristã as voltas do paganismo e cedendo a tentações de compromisso com o mesmo; é a grande tentação presente em muitas outras Igrejas, fazer uma simbiose entre paganismo e cristianismo



  • 3: Esta firmação de Cristo está de acordo com algumas parábolas de vigilância que se encontram nos sinóticos, “se por acaso soubesses a que hora viria o ladrão, certamente vigiaria para que sua casa não fosse arrombada; vós também estais preparados, pois o Filho do Homem virá em dias que não cuidais e horas que não conheceis”.