A criação de um ambiente favorável ao desenvolvimento dos micro e nano negócios:
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 15

André Urani Apresentação preparada para o Seminário Itaú de Microfinanças PowerPoint PPT Presentation


  • 46 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

A criação de um ambiente favorável ao desenvolvimento dos micro e nano negócios: uma oportunidade para o setor financeiro. André Urani Apresentação preparada para o Seminário Itaú de Microfinanças São Paulo, 27 de agosto de 2007. Pobreza no Brasil.

Download Presentation

André Urani Apresentação preparada para o Seminário Itaú de Microfinanças

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Andr urani apresenta o preparada para o semin rio ita de microfinan as

A criação de um ambiente favorável ao desenvolvimento dos micro e nano negócios: uma oportunidade para o setor financeiro

André Urani

Apresentação preparada para o Seminário Itaú de Microfinanças

São Paulo, 27 de agosto de 2007


Pobreza no brasil

Pobreza no Brasil

  • Embora a incidência seja maior no meio rural, tornou-se um fenômeno essencialmente urbano e, crescentemente, metropolitano

  • Maior parte dos pobres urbanos encontram-se em famílias chefiadas por pessoas que são nano - empreendedoras ou que trabalham em microempresas

  • Informal urbano não pode mais ser pensado como resíduo: não há crescimento econômico que seja capaz de fazer com que ele seja enxugado

  • Combate à pobreza passa pela melhora do ambiente de negócios para as micro e nano empresas nas grandes cidades


Ambiente de neg cios

Ambiente de negócios

  • Carga tributária

  • Burocracia

  • Violência

  • Acesso a serviços empresariais

    • Financeiros

      • Crédito

      • Seguros

      • ...

    • Não-financeiros

      • Capacitação (técnica e em gestão)

      • Assistência técnica, jurídica e contábil

      • Infra-estrutura (energia elétrica, telecomunicações,...)

      • ...


Alcance limitado das iniciativas isoladas

Alcance limitado das iniciativas isoladas

  • Exemplo: simplificação dos trâmites burocráticos ou redução da carga tributária são necessárias, mas insuficientes para melhorar a capacidade de geração de renda do conjunto dos micro e nano empreendedores

  • Necessidade de atuar, também, na democratização dos serviços empresariais

  • Por sua vez, não existe um destes serviços que, por si só, possa ser visto como “determinante em última instância” da produtividade das micro e nano empresas

  • Impactos modestos dos programas de capacitação, de universalização do acesso às novas tecnologias e de microcrédito

  • Convergência


Raz es para a busca da converg ncia

Razões para a busca da convergência

  • Demanda: aumento da produtividade das micro e nano empresas pressupõe acesso simultâneo a uma vasta e diversificada gama de serviços

  • Oferta: probabilidade de conquistar um novo cliente para um determinado tipo de serviços cresce na medida em que este novo cliente potencial aumenta o seu acesso a outros serviços


Sincroniza o das a es

Sincronização das ações

  • Diferentes instâncias de governo

  • Concessionárias privadas de serviços públicos (eletricidade, telecomunicações...)

  • Universidades e escolas técnicas

  • Bancos (públicos e privados) e financeiras

  • Redes de varejo

  • Empresas de logística

  • ONGs

  • ...

  • Só pode se dar no âmbito “local”, seja por conta da diferenciação do perfil da demanda pelos serviços, seja por causa da heterogeneidade dos atores que podem ofertar estes serviços

  • Não é à toa que SCMs têm expandido buscado expandir seus mercados em APLs


Compatibilidade com as id ias de prahalad

Compatibilidade com as idéias de Prahalad

  • Base da pirâmide: combate à pobreza, para ser efetivo e sustentável, precisa ser compatível com as estratégias de maximização de lucros das empresas

  • No quadro brasileiro atual, combate à pobreza passa pela melhora do ambiente de negócios para as micro e nano empresas

  • Melhora deste ambiente de negócios passa pela democratização do acesso aos serviços empresariais

  • Democratizar acesso a estes serviços significa ampliar os mercados dos ofertantes destes serviços para a população de baixa renda


A experi ncia em curso no rio de janeiro

A experiência em curso no Rio de Janeiro


Mobiliza o do setor privado para o desenvolvimento do rio de janeiro

Mobilização do setor privado para o desenvolvimento do Rio de Janeiro

  • Parceria ACRJ/IETS

  • Diagnóstico:

    • Dificuldade do Rio se reinventar

    • Burocracia sufocante + carga tributária suicida + acesso precário a serviços empresariais

    • Longa estagnação econômica

    • Desperdício da capacidade empreendedora dos cariocas

    • Aumento do desemprego e da informalidade

    • Incapacidade de registrar mesmos avanços que no resto do Brasil em termos de desigualdade e pobreza

    • Imobilidade social

    • Violência

  • Interlocução com Conselhos Empresariais

  • Foco: melhora do ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas da Região Metropolitana

  • Fórum Rio: Ambiente de negócios e a base de pirâmide


F rum rio

Fórum Rio

  • Objetivo: ampliar o acesso das micro e pequenas empresas da região metropolitana do Rio de Janeiro aos serviços produtivos, promovendo a convergência das ações dos ofertantes (de diferentes naturezas) de serviços empresariais

  • Composição: representantes (com capacidade de tomar decisões) de ofertantes (privados e públicos) destes serviços

  • Animação: IETS

  • Localização: ACRJ

  • Instalação: 5 de fevereiro de 2007

  • Encerramento: setembro de 2007


Participantes

Participantes

  • Concessionários privados de serviços públicos (Oi, Embratel, Light)

  • Correios

  • Redes de varejo (Ponto Frio)

  • Bancos comerciais (CEF, Unibanco)

  • Ponto de referência

  • OSCIPs de microcrédito (Vivacred)

  • SEBRAE-RJ


Linhas de atua o

Linhas de atuação

  • Cartão Rio empreendedor

  • Agências de Futuro


Cart o rio empreendedor

Cartão Rio Empreendedor

  • POS no empreendimento

  • Cartão co-branded para o micro e pequeno empreendedor

  • Redes multicompartilhadas e multisserviços

    • Clientes de diferentes bandeiras

    • Diferentes serviços (água, luz e telefone; cartões de celular pré-pago; cartões de transporte; consulta SERASA; cartões de crédito e de débito; outros serviços financeiros)

  • Benefícios para os empreendedores (separação das contas do negócio das contas pessoais; redução dos custos com boletos; melhora do controle contábil-financeiro; crédito para comprar no atacadista e distribuidor; novas fontes de receita; expansão das vendas;...)

  • Benefícios para as empresas participantes (redução da inadimplência; ampliação das linhas de crédito para os credenciados POS; maior penetração das telecomunicações; ...)


Para tudo na vida preciso ter ci ncia consci ncia e paci ncia

Para tudo na vida, é preciso ter ciência, consciência e paciência

Ditado popular de Mauriti

(Ceará)


Obrigado

Obrigado!

André Urani([email protected])


  • Login