Forma o de pre os em servi os cont beis
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 20

FORMAÇÃO DE PREÇOS EM SERVIÇOS CONTÁBEIS PowerPoint PPT Presentation


  • 40 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

FORMAÇÃO DE PREÇOS EM SERVIÇOS CONTÁBEIS. Vilson Wegener Vice-Presidente CRC/SC. Aviltamento de preços Formação de preço Diferenciais competitivos Oportunidades de negócio. AVILTAMENTO - CEPC. CAPÍTULO II DOS DEVERES E DAS PROIBIÇÕES Art. 2º São deveres do contabilista:

Download Presentation

FORMAÇÃO DE PREÇOS EM SERVIÇOS CONTÁBEIS

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Forma o de pre os em servi os cont beis

FORMAÇÃO DE PREÇOS EM SERVIÇOS CONTÁBEIS

Vilson Wegener

Vice-Presidente CRC/SC


Forma o de pre os em servi os cont beis

Aviltamento de preços

Formação de preço

Diferenciais competitivos

Oportunidades de negócio


Aviltamento cepc

AVILTAMENTO - CEPC

CAPÍTULO II

DOS DEVERES E DAS PROIBIÇÕES

Art. 2º São deveres do contabilista:

I – exercer a profissão com zelo, diligência e honestidade, observada a legislação vigente e resguardados os interesses de seus clientes e/ou empregadores, sem prejuízo da dignidade e independência profissionais;

.

IX – ser solidário com os movimentos de defesa da dignidade profissional, seja propugnando por remuneração condigna, seja zelando por condições de trabalho compatíveis com o exercício ético-profissional da Contabilidade e seu aprimoramento técnico.

Art. 11 O Contabilista deve, com relação à classe, observar as seguintes normas de conduta: 

.

IV - acatar as resoluções votada pela classe contábil, inclusive quanto a honorários profissionais; 


Aviltamento

AVILTAMENTO

Caracteriza o Aviltamento: Cobrança de honorário em valor inferior ao anteriormente praticado com execução insuficiente dos trabalhos obrigatórios.


Aviltamento penalidades

Aviltamento - Penalidades

  • Inexecução dos serviços previstos em contrato: Suspensão de 6 meses a um ano + advertência reservada, censura reservada ou censura pública;

  • Inexecução dos serviços obrigatórios: multa de uma a 10 anuidades + advertência reservada, censura reservada ou censura pública;


Aviltamento recomenda es

AVILTAMENTO - Recomendações

  • Estabelecimento do contrato de prestação de serviços, contendo todos os direitos e obrigações de contratado e contratante;

  • Preenchimento do Termo de Transferência de Responsabilidade Profissional;

  • Solicitação de todos os documentos necessários ao início de atividades e notificação dos faltantes


Forma o de pre o

Formação de Preço

  • Custos – São valores correspondentes aos elementos necessários à composição de um produto ou serviço.

  • Despesas – São diversos elementos, que embora não integrando o custo final do produto, são necessários para que este seja colocado a disposição do consumidor.


Os custos e despesas podem ser

Os custos e despesas podem ser:

  • Fixos – são parcelas que se mantém constantes, independente dos volumes produzidos

  • Variáveis – são parcelas que apresentam variabilidade de acordo com o volume de produção


Principais custos

Principais Custos

  • Salários

  • Encargos – Em torno de 50% para empresas do Simples e 85% para empresas normais

  • Material de expediente

  • Energia elétrica

  • Telefonia


Principais custos1

Principais Custos

  • Suporte de informática

  • Consultoria

  • Serviços de terceiros

  • Benefícios

  • Outros...


Crit rios de forma o de pre os

CRITÉRIOS DE FORMAÇÃO DE PREÇOS

  • Custo pelo volume de trabalho: número de funcionários, número de lançamentos contábeis e fiscais

  • Custo pelas horas consumidas: estabelecer controles de forma a monitorar a quantidade de horas gastas com cada cliente


Crit rios para forma o de pre os

CRITÉRIOS PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS

  • Transformar salário em horas produtivas;

  • Quantificar as folhas de pagamento elaboradas pelo RH e transformar este número em horas;

  • Conhecer a quantidade de horas gastas para cada cliente nos departamentos fiscal e contábil


Crit rios para forma o de pre os1

CRITÉRIOS PARA FORMAÇÃO DE PREÇOS

  • TRANSFORMAR GASTOS FIXOS E VARIÁVEIS EM VALOR HORA;

  • DETERMINAR A MARGEM DE LUCRO DESEJADA;

  • NÃO ESQUECER DE INCLUIR OS IMPOSTOS INCIDENTES SOBRE A RECEITA.


Diferenciais competitivos

DIFERENCIAIS COMPETITIVOS

  • Bom sistema de informática (informação);

  • Metodologia de backup;

  • Proteção contra vírus e invasores;

  • Acompanhamento das obrigações fiscais;

  • Protocolo de todos os documentos enviados (recebidos?);


Diferenciais competitivos1

DIFERENCIAIS COMPETITIVOS

  • Equipe preparada e treinada;

  • Comunicação permanente com o cliente;

  • Padronização de procedimentos (manual);

  • Programa de qualidade;

  • Sistema de arquivo eficiente;

  • Capacitar os colaboradores.


Servi os em extin o

SERVIÇOS EM EXTINÇÃO

Serviços de Relacionamento com o e-gov

→ Certidões negativas;

→ Obtenção de licenças;

→ Atividades de despachante.

Escrituração Fiscal Digital

→ Tendência de perda até dezembro de 2010

→ Impacto nos maiores clientes do escritório

▪ aquisição de novos sistemas ERPs

▪ integração com a NF-e

▪ integração com as NF-e de ENTRADA


Novas oportunidades

NOVAS OPORTUNIDADES

Consultoria Fiscal;

• Auditoria de procedimentos fiscais;

• Ajudar o cliente a reorganizar a empresa como um

todo;

• Ajudar os clientes a diminuir os impactos fiscais de

suas operações, tendo em vista as informações mais

analíticas em poder do fisco;

• Melhorar no cliente, a qualidade das informações

contábeis;

• Fazer do seu DP um RH buscando mão-de-obra

qualificada para os setores administrativos do cliente.


Novas oportunidades1

NOVAS OPORTUNIDADES

Terceirização para emissão de NF-e dos clientes:

→ Podemos emitir as Nf-e (o talão de NF não precisa ficar no

cliente);

→ Emitir boletos para cobrança;

Cuidar do Contas a Pagar e a Receber dos clientes:

→ Agendar pagamentos ou recebimentos no Internet Banking

na conta do cliente;

→ Administrar uma empresa como se fosse um condomínio

→ Administração TOTAL Financeira para empresas PMEs

→ Cuidamos de tudo, o cliente só vende

Posso fazer tudo isso:→ Usando o ERP do cliente ou um MEU


Novos modelos

NOVOS MODELOS

OPÇÃO 1: Continuo fazendo o que sempre fiz:

• Importo os dados do cliente pelas NF-es;

• Faço a apuração e ajustes;

• Entrego relatórios e obrigações.

OPÇÃO 2: Faço minhas operações no sistema ERP do cliente:

• ajustes de créditos e débitos;

• gero as informações e entrego o relatório para diretoria;

Incluo os serviços de manutenção das tabelas de produtos e

tributos no sistema ERP do cliente, verificando:

• Alíquotas II, IPI, ICMS e etc.;


Muito obrigado

MUITO OBRIGADO

  • Email: [email protected]

  • Fones: (47) 3145-9999


  • Login