Capital
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 12

Capital Social Origem do Conceito: Confiança - E. Hanifan (1916). PowerPoint PPT Presentation


  • 57 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Capital Social Origem do Conceito: Confiança - E. Hanifan (1916). Tocqueville- EUA - capacidade de criar associações voluntárias. 1964 - Almond e Verba (atributos culturais para a manutenção da estabilidade política) Cultura Política:

Download Presentation

Capital Social Origem do Conceito: Confiança - E. Hanifan (1916).

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • CapitalSocial

  • Origem do Conceito:

  • Confiança - E. Hanifan (1916).

  • Tocqueville- EUA - capacidade de criar associações voluntárias.

  • 1964 - Almond e Verba (atributos culturais para a manutenção da estabilidade política)

  • Cultura Política:

  • Poliarquia e estabilidade política não se confirma (anos 90).

  • Putnan: estudos na Itália: desempenho.

    valores culturais e eficiência das instituições democráticas.

    Itália: Norte mais capital social: desenvolvida.

    Sul menos capital social.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • 4ª Perspectiva teórica:

  • 1ªPerspectivautilitarista – James Coliman: Dilema do prisioneiro Francis Fukuyama; escolha racional; escolha coletiva é teoricamente irracional.

  • Relação binário entre duas pessoas;

  • Maximização das preferências – conflito;

  • Escolha racional: escravidão positiva melhor escravo do que morrer.

  • Ex: Espártacos:

  • Instituições x Democracia

  • Maximização das preferências.

  • Ação altruísta gera outra ação altruísta (ajuda o vizinho esperando que lhe ajude depois).


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • 2ªPerspectivaetilista: Bourdieu (capital social)

    Trabalho Conceito Residual

    Capital Cultural

    Redes sociais de conexões;

    Hábitus: práticas tradicionais;

    Relações sociais do sujeito;

    Realações multivariadas.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • 3ª Característicaanalítica: Putnam resgate dos resíduos culturais para explicar o declínio da democracia nos EUA.

  • Putnam = neo-tocquevilian

  • 1ª critica: saudosismo de Tocqueville

  • CONFIANÇA é importante para legitimar as instituições políticas.

  • 2ª crítica: confiança é recíproca negativa; MÁFIA, Nazismo.

  • 4ª neo-institucionalismo: Peter Evans

    Ex: no Ceará: agentes de saúde – promoção de práticas educativas; sinergia entre Estado e sociedade civil.

  • Como se nega o capital social?/ Critica ao capital social/ mas como deve ser feito?/ Gabriel Salazar/ memória empírica/ América Latina.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • =>Gabriel Salazar experiência empírica do cidadão com a política/ quando o cidadão precisou das instituições políticas ele teve suas demandas, expectativas negadas.

  • Empoderamento Fernando Yustamante

    Gareton

  • 3ª Crítica Ideológica:

  • Contradição interna: capital x exploração

  • Capital investimento: num valor intangível eqüitativa para todos.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • Regresso a Tocqueville: a teoria do capital social

  • como sintoma e desafio.

  • Emílio Luque

  • Como funciona a democracia? A resposta parece estar na obra de Putnam (1193) Making Democracy Work.

  • Objetivo do Livro: “Explorar empiricamente se o êxito de um governo democrático depende do grau em que seu entorno se aproxima do ideal de uma comunidade cívica”.

  • O autor pesquisou em 2001 na base de dados da Sociological Abstracts, com as palavras “social capital” e “capital social” e encontrou uma lista de 695 entradas distintas.

  • Quatro grandes fazes do trabalho de Putnam:

    1ª. Descrição dos efeitos que a descentralização de parte das funções do governo na Itália fazia em suas regiões.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

2ª. Construção de um indicador composto para avaliar o rendimento institucional (o bem e o mau governo).

  • Ideal de Comunidade Cívica

  • Igualdade política;

  • Solidariedade;

  • confiança e tolerância;

  • Compromisso cívico;

  • Associações.

  • Tocqueville (1831): “Americanos de todas as idades, condições, e todas as disposições se hallam permanentemente formando associações...”


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • Teóricos que tratam o tema Capital Social no Brasil

  • Leonardo Monastério;

  • Pedro Silveira Bandeira;

  • Marcelo Baquero;

  • Maria Celina D’Araujo;

  • Augusto de Frando;

  • Henrique Rattner;

  • Lígia Helena Hahn Lüchmann;

  • José Murilo de Carvalho;

  • Jowdat Abu-el, Jowdat;

  • Silvio Salej Higgins;

  • Bruno Pinheiro W. reis;

  • Silvio Markus de Souza Correa;

  • Dinizar Becker;


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • Mário Riedl;

  • Olgário Paulo Vogt;

  • João Pedro Schmigt;

  • Washington Luís de S. Bonfim;

  • Irismar Nascimento da Silva;

  • Jorge Renato de Souza V. Filho;

  • Railissa Peluti Alencar;

  • Jorge luiz Amaral de Moraes;

  • Sérgio G. Lazzarini;

  • Fábio R. Chaddad;

  • Marcos F. Neves;

  • Lucio R. Renó;

  • Mário Fucks;


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • Ednaldo Aparecido Ribeiro;

  • Renato Monseff Perissinotto;

  • Maria Alice Nunes Costa;

  • Jussara Reis Prá;

  • Klaus Frey;

  • Jorge Renato de Souza- ver Schoore Filho;

  • Benedito Tadeu Cesar;

  • Celso Acosa Espinosa;

  • Vanderley Guilherme dos Santos;

  • Sônia Draibe;

  • Carlos Milani.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • Obra: “Capital Social”

  • Augusto de Franco

  • Fundamentos do Conceito:

  • Os supostos políticos de Tocqueville.

  • Fenomenologia sociológica de Jane Jacobs.

  • Implicações cívicas de Putnam.

  • Explicações recentes de Fukuyamam (pressupostos antropobiológicos, antropológicos ou biológico mesmo).

  • Sociedade em rede de Castells.

  • teoria da cooperação de Maturana.

  • Democracia em tempos real de Pierre Lévy.


Capital social origem do conceito confian a e hanifan 1916

  • Democracia da democracia de Giddens, Bobbio, Bovero.

  • A favor da horizontalidade e contra a hierarquia

  • O autor afirma que, quanto menos hierarquia e quanto menos autocracia incidirem numa coletividade humana, mais condições essa coletividade terá de construir-se como comunidade – produzindo, acumulando e reproduzindo capital social. p22.

  • Putnam já havia acrescentado para este estado: “Como bem percebeu Putnam, o clientelismo (como exemplo da relação vertical) e a violência (como regulação autocrática) são os grandes exterminadores de capital social. p 23

  • Cooperação é igual capital social: “Ora, a ampliação social da cooperação é justamente, o que se chama de capital social”.p23.


  • Login