Caso cl nico
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 34

Caso clínico PowerPoint PPT Presentation


  • 50 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Caso clínico. I.D : D.M.S.G, fem. ,62 anos,parda, casada, natural e residente no RJ,professora aposentada Q.P : “vômitos alimentares”

Download Presentation

Caso clínico

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Caso cl nico

Caso clínico

  • I.D: D.M.S.G, fem. ,62 anos,parda, casada, natural e residente no RJ,professora aposentada

  • Q.P: “vômitos alimentares”

  • H.D.A: Há 4 meses esteve internada no HCFF,com desidratação e IRA, atribuída a possível colecistite aguda sendo tratada com ATB + HV. Perda ponderal de 10Kg, procurou o serviço de gastroenterologia com massa epigástrica.


Caso cl nico1

Caso clínico

  • H.P.P: HAS - Atenolol 25mg

    Anemia megaloblastica

    Obesidade

  • H.S: Nega tabagismo, etilismo.

  • H.G: GIV PII AII, menopausa, sem terapia de reposição hormonal

  • H.F: Pai falecido , causa ignorada

    Mãe falecida por CA uterino?


Caso cl nico2

Caso clínico

  • Exame físico:

    -RCR 2T BNF 150 x 90 mmHg

    -MVUA simétrico sem adventícios

    -Abdome: Globoso flácido indolor com massa palpável em epigástrio

    - Peso 84Kg


Caso cl nico3

Caso clínico

  • Conduta: - TC abdominal mostrando massa cística em corpo e calda pancreática.

    18/02/04 -EDA com coleta de material turvo e drenagem transgástrica com prótese ( TC de controle, em 19/02/04 mostrou prótese bem posicionada).

    - Amilase do líquido cístico 4831U/L.

    - CEA 2,36 Ng/ml ( referencia até 4 Ng/ml).

    - Nova TC abdominal mostrando cisto resolvido, visualizada a prótese e colecistolitiase.


Caso cl nico4

Caso clínico

  • Na cirurgia geral:- Realizada colecistectomia VL, sem intercorrências em 14/06/04.

    Alta hospitalar 24hs após a cirurgia


Pseudocisto pancre tico conceito

Pseudocisto PancreáticoConceito

- Cavidade cística , organizada em pseudocápsula fibrótica,contendo tecido

pancreático inflamado e suco pancreático

rico em amilase.Aparecendo normalmente

3 a 4 semanas após surto de pancreatite

aguda ou no curso de pancreatite crônica.


Pseudocisto pancre tico fisiopatologia

Pseudocisto PancreáticoFisiopatologia

Sandberg A.A-J.O.P 2004: 5 (1) 8-24


Pseudocisto pancre tico cl nica

Pseudocisto PancreáticoClínica

  • As manifestações clínicas mais comuns são:

    - Dor abdominal

    - Náuseas e vômitos

    - Icterícia

    *Ocorrem também de forma assintomática, esses com indicação de conduta expectante

Ferrari Jr A.P E.P.M 2000 SOBED


Pseudocisto pancre tico diagn stico

Pseudocisto PancreáticoDiagnóstico

  • Tomografia computadorizada:


Pseudocisto pancre tico classifica o

Pseudocisto PancreáticoClassificação

Bradley E.L. Arch Surg 1993 128:586-90

  • Coleção aguda de líquido:Ocorre no curso da pancreatite,próximo ou no tecido pancreático, sem organização em pseudocapsula e seu conteúdo é um exudato infamatório semelhante ao plasma

  • Pseudocisto agudo:Surge após pancreatite aguda ou trauma pancreático, organizado com tecido de granulação,contendo suco pancreático


Pseudocisto pancre tico classifica o1

Pseudocisto PancreáticoClassificação

Bradley E.L. Arch Surg 1993 128:586-90

  • Pseudocisto crônico:Sem antecedente de pancreatite aguda.Constituição semelhante ao agudo.

  • Abscesso pancreático:Coleção purulenta, no tecido pancreático e proximidades, após trauma pancreático,pancreatite aguda ou crônica


Pseudocisto pancre tico classifica o anat mica

Pseudocisto PancreáticoClassificação Anatômica

Nealon NH,Walser E,Ann Surg 2002 235.751-8

  • Tipo I: Não comunicante, com ducto normal

  • Tipo II: Comunicante, com ducto normal

  • Tipo III: Não comunicante, com ducto estenosado

  • Tipo IV: Comunicante, com ducto estenosado

  • Tipo V: Ducto rompido

  • Tipo VI: Não comunicante, pancreatite crônica

  • Tipo VII: Comunicante, pancreatite crônica


Pseudocisto pancre tico hist ria natural

Pseudocisto PancreáticoHistória Natural

  • Mecanismos de resolução espontânea :

    1)Drenagem pelos ductos pancreáticos

    2)Reabsorção peritoneal (Ascite)

Sandberg A.A-J.O.P 2004: 5 (1) 8-24


Pseudocisto pancre tico hist ria natural1

Pseudocisto PancreáticoHistória Natural

Resolução espontânea

Sandberg A.A-J.O.P 2004: 5 (1) 8-24


Pseudocisto pancre tico hist ria natural2

Pseudocisto PancreáticoHistória Natural

  • Risco de complicação: Aumenta com o tempo de evolução. Segundo Bradley E.L et all.

    -Até 6 semanas: 20%

    -7 a 12 semanas: 46%

    - Acima de 12 semanas: 75%

Sandberg A.A-JOP 2004 5(1) ; 8-24


Pseudocisto pancre tico hist ria natural3

Pseudocisto PancreáticoHistória Natural

  • Risco de complicação:Segundo Yeo C.J et all

    -Em 1 ano: 60% resolução completa

    -Em 1 ano: 37,3% estável ou redução

    -Em 1 ano: 2,7% complicação*

    *Hemorragia

Sandberg A.A-JOP 2004 5(1) ; 8-24


Pseudocisto pancre tico tratamento

Pseudocisto PancreáticoTratamento

  • Clínico:

    - NPT

    - Análogo de somatostatina

    - Drenagem percutânea

Ferrari Jr A.P E.P.M 2000 SOBED


Pseudocisto pancre tico tratamento1

Pseudocisto PancreáticoTratamento

  • Endoscópico: indicado quando há compressão da parede do estômago ou duodeno. Quando não, o ultra-som endoscópico auxilia na identificação do ponto de drenagem fugindo de vasos intramurais.

    -Drenagem pseudocistogastrica

    -Drenagem pseudocistoduodenal

    -Drenagem transpapilar,quando comunicante

Ferrari Jr A.P E.P.M 2000 SOBED


Pseudocisto pancre tico tratamento2

Pseudocisto PancreáticoTratamento

  • Cirúrgico: Drenagem interna

    -Pseudocistogastrostomia

    -Pseudocistoduodenostomia

    -Pseudocistojejunostomia


Pseudocisto pancre tico tratamento3

Pseudocisto PancreáticoTratamento

  • Cirúrgico: Drenagem externa

    - Quando há pseudocisto infectado

  • Videolaparoscópico.


Pseudocisto pancre tico laparoscopia

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia1

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia2

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia3

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia4

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia5

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia6

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Pseudocisto pancre tico laparoscopia7

Pseudocisto PancreáticoLaparoscopia


Hospital municipal cardoso fontes

Hospital Municipal Cardoso Fontes

Gráficos do Serviço de Cirurgia Geral


P a causas principais

P.A. Causas Principais

Experiência do serviço:1978-Fev2004


P a causas secund rias

P.A. Causas Secundárias

Experiência do serviço:1978-Fev2004


Total x pseudocistos

Total X Pseudocistos

Experiência do serviço:1978-Fev2004


  • Login