Prof daiana pasquim lingu stica literatura jornalismo
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 27

SEMÂNTICA PowerPoint PPT Presentation


  • 95 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Prof. Daiana Pasquim Linguística, Literatura, Jornalismo. SEMÂNTICA. Como construímos o significado?. Brainstorming. Fazer a “associação de palavras” com “As ideias que fazemos do mundo” Isso é a “SIGNIFICAÇÃO”. Semântica estuda a significação. Significante: PARTE FÍSICA DO SIGNO.

Download Presentation

SEMÂNTICA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Prof daiana pasquim lingu stica literatura jornalismo

Prof. Daiana Pasquim

Linguística, Literatura, Jornalismo

SEMÂNTICA


Brainstorming

Como construímos o significado?

Brainstorming


Sem ntica estuda a significa o

Fazer a “associação de palavras”

com

“As ideias que fazemos do mundo”

Isso é a “SIGNIFICAÇÃO”

Semântica estuda a significação


O signo lingu stico

Significante:

PARTE FÍSICA DO SIGNO

Significado

CONCEITO, IDEIA, PARTE INTELEGÍVEL DO SÍGNO

  • AMPULHETA

  • /am/, /pu/, /lhe/, /ta/

O SIGNO LINGUÍSTICO


Significado x sentido

O significado já está no signo

Sentido é externo ao signo linguístico e é construído pelo falante (leitor) a partir de seu contexto de vida.

Meio, meia, quem sabe...

Significado x sentido


Aula 1 t picos de s m ntica

Signo linguístico

Significante

Significado

Estrutura frasal

SIGNIFICAÇÃO DE...

NOÇÕES DE ...

Polissemia

AULA 1: Tópicos de sêmântica


Aula 1 t picos de s m ntica1

SIGNIFICAÇÃO de:

Identidade

Acarretamento

Incompatibilidade

Duplicidade

Deslize

AULA 1: Tópicos de sêmântica


Aula 2 no es sem nticas de

Aula 2: noções semânticas de

  • Preposições e polissemia preposicional

  • Conjunções e polissemia conjuncional

  • Adição

  • Adversidade

  • Alternância

  • Conclusão

  • Explicação

  • Causa e Consequência

  • Comparação (metáforas)

  • Condição

  • Conformidade

  • Concessão

  • Finalidade

  • Tempo

  • Proporção

  • Polissemia conjuncional


Identidade de significa o

Sinonímia lexical

Sinonímia estrutural

ACARRETAMENTO

Hiponímia: rel. de uma palavra de sentido mais específico com outra de sentido mais genérico.

hiperônimo e hipômino

IDENTIDADE DE SIGNIFICAÇÃO


Significa o

Incompatibilidade

Ex. me inclua fora dessa

Duplicidade

(ambiguidade, palavras homógrafas e homófonas, polissemia)

significação


Polissemia

É a capacidade de um signo linguístico receber diferentes sentidos.

Exemplo “Trabalho”

Página 4 e 5 da Unidade 004

POLISSEMIA


Significa o1

Deslize:

é o uso indevido de uma significação dentro do contexto

Paronímia

Relação de semelhança na escrita e pronúncia

SIGNIFICAÇÃO


Aula 2 no es sem nticas

O “contexto” pode fazer com que preposições deem diferentes noções semânticas.

POLISSEMIA PREPOSICIONAL:

Ex: Saiu com o namorado (companhia)

Preparou o bolo com uma batedeira (instrumento)

Falava com calma. (modo)

Com a chuva, ninguém pôde sair. (causa)

AULA 2: Noções semânticas


Preposi es 2 tipos

1. Preposição essencial: sempre funciona como preposição. Exemplo: a, ante, de, por, com, em, sob, até...2. Preposição acidental: palavra que, além de preposição, pode assumir outras funções morfológicas. Exemplo: consoante, segundo, mediante, tirante, fora, malgrado...

PREPOSIÇÕES: 2 TIPOS


Locu o prepositiva

É o conjunto de duas ou mais palavras que têm o valor de uma preposição. A última palavra dessas locuções é sempre uma preposição.Exemplos: por causa de, ao lado de, em virtude de, apesar de, acima de, junto de, a respeito de...As preposições podem combinar-se com outras classes gramaticais.Exemplos: do (de + artigo o)                   no (em + artigo o)                    daqui (de + advérbio aqui)                   daquele (de + o pronome demonstrativo aquele)

Locução prepositiva


As preposi es podem vir unidas a outras palavras

CONTRAÇÃO

COMBINAÇÃO

  • Do (de + o)

  • Dum (de + um)

  • Desta (de + esta)

  • No (em + o) Neste (em + este)

  • Ao (a +o)

  • Aos (a + os)

  • Aonde (a + onde)

as preposições podem vir unidas a outras palavras


Sem ntica traduzida por conjun es

Semântica traduzida por conjunções

  • Noção de adição

  • Noção de adversidade

  • Noção de alternância

  • Noção de conclusão

  • Noção de explicação

  • Noção de causa

  • Noção de consequência

  • Noção de comparação

  • Noção de condição

  • Noção de conformidade

  • Noção de Concessão

  • Noção de Finalidade

  • Noção de tempo

  • Noção de proporção


Polissemia conjuncional

Como as preposições, as conjunções podem ser conectivos que traduzem noções de significado.

Exemplos na página 11

Fazia um mês que ele não nos visitava (tempo)

Entre, que sua mãe pôs a mesa (explicação)

Emanuel estudava mais que o irmão (comparação)

POLISSEMIA CONJUNCIONAL


Principais conjun es coordenativas

ClassificaçãoSentidoPrincipais conjunções

Aditivasadição, somae, nem, mas também

Adversativasoposição, contrastemas, porém, contudo, todavia, entretanto

Alternativasalternância, exclusãoou, ou...ou, ora...ora, já...já, quer...

Conclusivasconclusão explicaçãoquer logo, pois (posposto ao verbo), portanto, logo

Explicativasjustificativapois (anteposto verbo), porque, que, portanto

principais conjunções coordenativas


Principais conjun es subordinativas

  • ClassificaçãoSentidoPrincipais conjunções

  • Integrantessem valor semântico que, se

    específico, apenas

    ligam orações

  • Causaiscausa, motivoporque, como, já que, visto que

  • Condicionaiscondiçãose, caso, desde que, contanto que

  • Consecutivasconsequênciaque (precedido de tão, tal, tanto), de modo que

  • Comparativascomparaçãocomo, que (precedido de mais ou menos), assim como

Principais conjunções subordinativas


Principais conjun es subordinativas1

Principais conjunções subordinativas


Exerc cios da apostila

Grupo 1: Páginas 11 a 14 em sala

Grupo 2: páginas 15 a 17 em casa

EXERCÍCIOS DA APOSTILA


Exerc cios de sem ntica e estil stica

1. Indique o item em que o antônimo da palavra ou expressão em destaque está corretamente apontado.

a) duradouro sucesso - efêmero b) fama em ascendência - excelsa c) elegante região - carente d) sala lotada - desabitada

2. A palavra tráfico não dever ser confundida com tráfego, seu parônimo. Em que item a seguir o par de vocábulos é exemplo de homonímia e não de paronímia?

a) estrato / extrato b) flagrante / fragrante c) eminente / iminente d) inflação / infração e) cavaleiro / cavalheiro 

Exercícios DE SEMÂNTICA e Estilística


Sem ntica

3. Assinale a alternativa correta, considerando que à direita de cada palavra há um sinônimo.

a) emergir = vir à tona; imergir = mergulhar b) emigrar = entrar (no país); imigrar = sair (do país) c) delatar = expandir; dilatar = denunciar d) deferir = diferenciar; diferir = conceder e) dispensa = cômodo; despensa = desobrigação 

4. Indique a letra na qual as palavras completam, corretamente, os espaços das frases abaixo. Quem possui deficiência auditiva não consegue ______ os sons com nitidez. Hoje são muitos os governos que passaram a combater o ______ de entorpecentes com rigor. O diretor do presídio ______ pesado castigo aos prisioneiros revoltosos.

a) discriminar - tráfico - infligiu b) discriminar - tráfico - infringiu c) descriminar - tráfego - infringiu d) descriminar - tráfego - infligiu e) descriminar - tráfico – infringiu


Sem ntica

5. No ______ do violoncelista ______ havia muitas pessoas, pois era uma ______ beneficente.

a) conserto - eminente - sessão b) concerto - iminente - seção c) conserto - iminente - seção d) concerto - eminente - sessão 


Respostas

1- A. Antônimos são palavras de sentido oposto.2- A. Estrato e extrato possuem a mesma pronúncia, logo, não podem ser parônimas, mas sim homônimas.

3- A. Todas as significações dadas, exceto em a, estão invertidas.

4- A. Esta questão requer o domínio da significação das seguintes palavras parônimas: descriminar (inocentar) e discriminar (distinguir); tráfego (trânsito) e tráfico (comércio ilícito); infligir (aplicar pena) e infringir (transgredir).

5- D. Observe as significações das palavras: concerto (audição musical) e conserto (reparo); eminente (notável) e iminente (imediato, prestes a); seção (departamento) e sessão (reunião).

RESPOSTAS


Refer ncias

Exercícios de Semântica. Obtido em http://www.soportugues.com.br/secoes/exercicios.php?indice=4 acessado em 11 de março de 2013, às 14h52.

Ampulheta. Figura obtida em http://www.google.com.br/search?hl=en&site=imghp&tbm=isch&source=hp&biw=1280&bih=685&q=ampulheta&oq=ampulheta&gs_l=img.3...1144.4242.0.4428.17.8.2.7.0.1.491.2556.2 acessada em 11 de março de 2013, às 15h11.

Preposições. Obtido em http://www.brasilescola.com/gramatica/preposicao.htm acessado em 13 de março de 2013.

Conjunções. Obtido em http://educacao.uol.com.br/disciplinas/portugues/conjuncao-e-mas-ou-logo-pois-que-como-porque.htm acessado em 13 de março de 2013.

referências


  • Login