Introdu o a farmacologia
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 22

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA PowerPoint PPT Presentation


  • 332 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA. Disciplina de Farmacologia Básica Curso de Medicina Veterinária Universidade Castelo Branco UCB. Prof. Ms.Marcos Pires. INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA. FARMACOLOGIA Etimologia Phármakon (grego = fármaco, droga ou medicamento) lógos (grego = estudo, tratado).

Download Presentation

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Introdu o a farmacologia

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

Disciplina de Farmacologia Básica

Curso de Medicina Veterinária

Universidade Castelo Branco

UCB

Prof. Ms.Marcos Pires


Introdu o a farmacologia1

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Etimologia

    Phármakon (grego = fármaco, droga ou medicamento) lógos (grego = estudo, tratado)


Introdu o a farmacologia2

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Definição:

  • “É a ciência que estuda a ação de substâncias químicas em um organismo vivo.”


Introdu o a farmacologia3

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA


Introdu o a farmacologia4

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Histórico-Papiro de Ébers (Egito 1550 a.c.) utilização terapêutica de várias substâncias químicas.

  • Dioscórides (séc I e II ac ) “Pai da Farmácia” escreveu obra descrevendo 600 plantas medicinais

  • Galeno (131 – 201) “Pai da Fisiologia Experimental” escreveu cerca de 400 tratados sobre Medicina, indicando o uso de extratos de plantas e outros produtos naturais.


Introdu o a farmacologia5

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Histórico

  • Avicena (980- 1037) filósofo e médico árabe introduziu o uso da cânfora e da noz-vômica

  • Paracelso (1493-1541) introduziu novos medicamentos e defendeu o uso de poucos ingredientes em suas formulações

  • Samuel Hahnemann (1755- 1843) médico Alemão criador da homeopatia terapia que considera que os semelhantes curam-se com semelhantes”.

  • François Magendie (1783-1855) introduziu o conceito de investigação sistemática da ação das drogas.


Introdu o a farmacologia6

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Etimologia

  • Fármaco x droga x medicamento

  • Droga (holandês) = droog = seco, substância dessecada. Refere-se a qualquer substância química (que não atue como alimento) que possa agir sobre um organismo vivo, produzindo alterações (maléficas ou benéficas).

  • Medicamento (latim) = medicamentum / medicare = curar. Qualquer substância química empregada em um organismo vivo, visando obter efeitos benéficos. São substâncias químicas destinadas a curar, diminuir prevenir e/ou diagnosticar as enfermidades. (Todo medicamento é uma droga, porém nem toda droga é um medicamento).

  • Remédio (latim) remedium ( re = inteiramente / mederi = curar). Tudo aquilo que cura, alivia ou evita uma enfermidade. Abrange não só os agentes químicos (medicamentos) como os agentes físicos (duchas, massagens).

  • Fármaco qualquer agente químico que afeta os processos da vida. É empregado como sinônimo de droga ou medicamento.


Introdu o a farmacologia7

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

Inclui o conhecimento da história, origem, propriedades físico-químicas, composição, absorção, distribuição, mecanismo de ação, biotransformação e eliminação dos fármacos.


Introdu o a farmacologia8

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Farmacodinâmica (grego dýnamis = força) estuda os mecanismos de ação fármacos. Utiliza os conceitos básicos e as técnicas experimentais da fisiologia, bioquímica, biologia celular e molecular, microbiologia imunologia, genética e patologia.

  • Farmacocinética (grego kinetós = móvel) estuda o caminho percorrido pelo fármaco no organismo animal.


Introdu o a farmacologia9

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Farmacotécnica relacionada ao preparo, purificação e conservação dos medicamentos com a finalidade de promover um melhor aproveitamento no organismo.

  • Farmacognosia (grego) = gnôsis = conhecimento obtenção identificação e isolamento dos princípios ativos (matérias-primas naturais encontrada nos reinos) passíveis de uso terapêutico.

  • Farmacologia Clínica compatibiliza as informações obtidas no laboratório (em animais saudáveis), com aquelas obtidas no animal-alvo (enfermo).


Introdu o a farmacologia10

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Farmacoterapêutica refere-se ao uso de medicamentos para o tratamento das enfermidades. Terapêutica não só o uso de medicamentos mas também outros meios para a prevenção, tratamento e diagnóstico das doenças (cirurgias, radioterapia).

  • Imunofarmacologia relacionado com a ação terapêutica de algumas substâncias (vacinas, medicamentos) que podem estimular ou deprimir o sistema imune e também com determinadas condições (deficiências nutricionais / stress) que podem alterar a resposta imune.

  • Toxicologia-

    Ciência que estuda os agentes tóxicos sendo que estes são quaisquer substâncias químicas ou agentes físicos (radiação) capazes de produzir efeito nocivo em um ser vivo.


Introdu o a farmacologia11

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Dose quantidade do medicamento necessária para promover a resposta terapêutica.

  • Dosagem inclui a dose, a freqüência de administração e a duração do tratamento.

  • Posologia (grego = pósos = quanto, mais / lógos= estudo) é o estudo das dosagens do medicamento com fins terapêuticos.


Introdu o a farmacologia12

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Relações com outras ciências

  • Química, biologia, bioquímica, matemática, fisiologia, genética, microbiologia entre outras.

  • Profissões da área da saúde

  • Saúde pública poluição ambiental, aditivos alimentares, fluoração, fumo.

  • Ponto de vista sociológico – abuso de drogas

  • Na prática médica faz melhor quem compreende a base científica do que esta fazendo


Introdu o a farmacologia13

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Variação Biológica

  • Cada paciente é um caso diferente.

  • Idade, fatores genéticos, estados fisiológicos, patologias e interações medicamentosas,

  • Reações idiossincrásicas (diferenças genéticas e/ou imunológicas).

  • Na farmacologia humana, ainda devemos considerar os componentes psíquicos e culturais do paciente (influência dos medicamentos e placebo)


Introdu o a farmacologia14

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Farmacologia e terapêutica

    Terapêutica – “É a ciência e arte de tratar o doente, aliviar seu sofrimento, quando possível curá-lo e sempre confortá-lo”.

  • Sistemas Terapêuticos

    I-Tratamento específico

  • Diagnóstico específico


Introdu o a farmacologia15

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

  • Sistemas Terapêuticos

    II-Tratamento de suporte

    Medicação sintomática, alimentação, repouso, controle do ambiente e outras medidas.


Introdu o a farmacologia16

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

Sistemas Terapêuticos

III Placeboterapia

  • Palavra de origem latina (“agradar”). Em farmacoterapia, refere-se à ação do medicamento que não é decorrente de sua ação famacológica.


Introdu o a farmacologia17

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Placebo puro é representado por uma substância química inerte, mas na qual o paciente acredita.

  • Uso clínico:

  • Controla os ensaios clínicos, destacando os efeitos verdadeiros das drogas, da cirurgia e de outros processos terapêuticos.

  • Elimina a tendenciosidade humana do paciente e do médico, de modo que os reatores e não reatores possam ser estudados como um grupo controle em relação à ação da droga.

  • O placebo pode ser utilizado como instrumento psicológico no controle de sintomas de origem emocional

  • Como medida provisória antes de se estabelecer um diagnóstico preciso.


Introdu o a farmacologia18

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • IV-Teste terapêutico

  • Chega-se ao diagnóstico através da terapêutica


Introdu o a farmacologia19

INTRODUÇÃO A FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Objetivos do ensino da Farmacologia:

  • Informativo, formativo, cultural e social


  • Login