Mda model driven architecture
Download
1 / 31

MDA – Model Driven Architecture - PowerPoint PPT Presentation


  • 65 Views
  • Uploaded on

MDA – Model Driven Architecture. Jean Elder – RARCS (2013-1). Abordaremos. OMG MDA Conceitos Básicos Como é usado Transformações Prática ONTOLOGIA – possibilidades. Jean Elder – RARCS (2013-1). OMG – Object Management Group. Jean Elder – RARCS (2013-1).

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' MDA – Model Driven Architecture' - tuari


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript
Mda model driven architecture

MDA – Model Driven Architecture

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Abordaremos
Abordaremos

  • OMG

  • MDA

    • Conceitos Básicos

    • Como é usado

    • Transformações

    • Prática

  • ONTOLOGIA – possibilidades

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Omg object management group
OMG –Object Management Group

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Omg as especifica es do grupo
OMG – as especificações do grupo

http://www.omg.org/spec/index.htm

  • BUSINESS MODELING SPECIFICATIONS

  • MIDDLEWARE SPECIFICATIONS

    • CORBA/IIOP Specifications

    • Data Distribution Service (DDS) Specifications

    • Specialized CORBA Specifications

  • IDL LANGUAGE MAPPING SPECIFICATIONS

  • ISO ADOPTED SPECIFICATIONS

  • MODELING AND METADATA SPECIFICATIONS

    • UML, MOF, CWM, XMI Specifications

    • UML Profile Specifications

  • MODERNIZATION SPECIFICATIONS

  • PLATFORM INDEPENDENT MODEL (PIM), PLATFORM SPECIFIC MODEL (PSM)

    • CORBAservices Specifications

    • CORBAfacilities Specifications

  • CORBA EMBEDDED INTELLIGENCE SPECIFICATIONS

  • CORBA SECURITY SPECIFICATIONS

  • OMG DOMAIN SPECIFICATIONS

  • SIGNAL- AND IMAGE-PROCESSING

Especificações OMG

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Onde estamos
Onde estamos?

  • OMG

  • MDA

    • Conceitos Básicos

    • Como é usado

    • Transformações

    • Prática

  • ONTOLOGIA – possibilidades

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Sistemas:

é dependente de contexto, pode compreender: um programa, um sistema de computação único, uma combinação de parte de sistemas diversos ...

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Modelo:

é uma descrição ou uma especificação de sistema e seu ambiente para algum propósito.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Orientado a Modelo:

é uma abordagem de desenvolvimento de sistema na qual utiliza o potencial de representação de algum domínio.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Arquitetura:

é uma especificação das partes e conectores de um sistema, bem como as regras das interações entre as partes usando os conectores

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

Ponto de Vista:

é uma técnica de abstração usando um conjunto de conceitos arquiteturais e regras de estruturação.

A abstração é usada para suprimir detalhes e estabilizar a simplificação do modelo.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Visão:

é a representação de determinado sistema na perspectiva do ponto de vista escolhido.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Plataforma:

é um conjunto de subsistemas e tecnologias que provêm um conjunto coerente de funcionalidades através de interfaces e padrões utilizados.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Objetivos principais:

    • Portabilidade;

    • Interoperabilidade;

    • Reusabilidade.

  • Alguns Conceitos:

    • Sistemas;

    • Modelo;

    • Orientado a Modelo;

    • Arquitetura;

    • Ponto de Vista;

    • Visão;

    • Plataforma;

    • Aplicação.

Aplicação:

para a especificação MDA, é utilizado para referenciar uma funcionalidade que está sendo desenvolvida.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

  • Tipos –Plataforma:

    • Genéricas;

    • Especificas por Tecnologias;

    • Proprietárias.

  • Genéricas: Objeto | Lote | Fluxo de Dados;

  • Tecnologia: CORBA | Java 2 Enterprise Edition

  • Proprietário: CORBA: Iona Orbix | J2EE: IBMWebSphere

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

Abstração

  • Possui uma visão de alto nível, mais abrangente, mais ampla!

  • Níveis de abstração:

    • ESW: Linguagens de alto nível versus Assembly

    • BD: Modelagem Conceitual / Lógica / Física

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Onde estamos1
Onde estamos?

  • OMG

  • MDA

    • Conceitos Básicos

    • Como é usado

    • Transformações

    • Prática

  • ONTOLOGIA – possibilidades

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda pontos de vista
MDA - Pontos de Vista

PSM

CIM

PIM

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

Camadas

  • CIM:

    • Vinculada a domínio: Saúde / Educação / TI

    • Sem qualquer vinculo a tecnologia, seja hard || soft

  • PIM:

    • Independente de plataforma em latus senso

    • Possibilidade de Mapeamentos para diversas plataformas em stricto senso

  • PSM:

    • Incrementa detalhes acima da PIM vinculando a tecnologia especifica.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Onde estamos2
Onde estamos?

  • OMG

  • MDA

    • Conceitos Básicos

    • Como é usado

    • Transformações

    • Prática

  • ONTOLOGIA – possibilidades

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda transforma o de modelos
MDATransformação de Modelos

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda transforma es sucessivas
MDATransformações sucessivas

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda adicionando marcas marks
MDAAdicionando Marcas(MARKS)

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda transforma o pim psm
MDAtransformação PIM >> PSM

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda como s o feitas as marcas
MDAComo são feitas as “marcas”

  • Na UML:

    • Utilizando o recurso de estereótipos disponibilizado na linguagem.

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Onde estamos3
Onde estamos?

  • OMG

  • MDA

    • Conceitos Básicos

    • Como é usado

    • Transformações

    • Prática

  • ONTOLOGIA – possibilidades

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Mda pr tica
MDA Prática

Em linhas gerais, iremos trabalhar nas camadas PIM e PSM

  • Para modelagem UML:

    • Utilizaremos o Papyrus (plugin Eclipse)

      • http://www.eclipse.org/papyrus/

  • Para transformação MDA:

    • Utilizaremos o Acceleo (plugin Eclipse)

http://www.acceleo.org

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Acceleo:

is a code generator transforming models into code (MDA approach).

Gerador de código baseado na linguagem:

MOF Model To Text Transformation Language

http://www.omg.org/spec/MOFM2T/1.0/

Jean Elder – RARCS (2013-1)


Onde estamos4
Onde estamos?

  • OMG

  • MDA

    • Conceitos Básicos

    • Como é usado

    • Transformações

    • Prática

  • ONTOLOGIA – possibilidades

Jean Elder – RARCS (2013-1)


MDA & ONTOLOGIA

Casamento ?

SIM

OU

NÃO

Jean Elder – RARCS (2013-1)


ad