FÓSFORO
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 26

FÓSFORO PowerPoint PPT Presentation


  • 107 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

FÓSFORO. Remoção de P 2 O 5 pelas plantas. Cultura Algodão Arroz Feijão Milho Soja Trigo. Produção (t ha -1 ) 1,0 5,0 2,0 8,0 4,0 4,0. P extraído (Kg ha -1 ) 21 19 10 40 32 20. O P é importante para formação de sementes. Formas de P no solo. P-orgânico. P - solução.

Download Presentation

FÓSFORO

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


FÓSFORO


Remoção de P2O5 pelas plantas

Cultura

Algodão

Arroz

Feijão

Milho

Soja

Trigo

Produção

(t ha-1)

1,0

5,0

2,0

8,0

4,0

4,0

P extraído

(Kg ha-1)

21

19

10

40

32

20


O P é importante para formação de sementes


Formas de P no solo

P-orgânico

P - solução

P não-lábil

P - lábil


P na solução do solo

Representa menos que 0,1% do P do solo.

Formas de P em solução absorvido pelas plantas

H2PO4- e HPO42-


P orgânico

P orgânico representa aproximadamente 50% do total de P no solo.

Formas de P orgânico

Fosfato de inositol (10-50%)

Fosfolipídios (1-5%)

Ácidos nucleicos (0,2-2,5%)


Mineralização do P orgânico

Mineralização – conversão do P orgânico em P inorgânico.

Imobilização – conversão do P inorgânico em P orgânico


Fatores que afetam a mineralização

- Relação C/P

- Condições edafoclimáticas

- Intensidade de cultivo

- Adubação com P


P inorgânico

  • O P inorgânico no solo pode ser:

  • Absorvido pelas plantas

  • Imobilizado pelos microrganismos

  • Adsorvido pelas argilas e os óxidos de Fe e Al

  • Precipitado em formas de Fe-P, Al-P ou Ca-P


P Lábil

P adsorvido

Refere-se as reações de ligação do P com a superfície das argilas e óxidos e hidróxidos de Fe e Al.


P precipitado

Refere-se as reações de formação de compostos de Al-P e Fe-P ou Ca-P.

Ex.: Variscita e estrengita

Fluoroapatita e hidroxiapatita


P não-Lábil

Refere-se ao processo de fixação do P pelo solo, em forma indisponível.


Fatores que afetam a retenção de P

  • Quantidade e tipo de argila

  • pH do solo

  • Saturação de P no solo

  • Tempo de exposição do P


Fertilizantes com P.

Conversão de %P para %P2O5

%P = %P2O5 x 0,43

%P2O5 = %P x 2,29


Fertilizantes fosfatados

Alta solubilidade em água

Superfosfato simples

Superfosfato triplo

Fosfato monoamônico (MAP)

Fosfato diamônico (DAP)


Fertilizantes fosfatados

Baixa solubilidade ou insolúveis em água

Fosfatos naturais

(Araxá, Catalão)

Fosfatos parcialmente solubilizados


Fertilizantes fosfatados

%P2O5

25-40

18

44

48

45

Fosfato de rocha

Superfosfato simples

Superfosfato triplo

MAP

DAP


Extratores usados para P no Brasil

  • P – Mehlich 1

  • Uso de ácidos fracos extraem quantidades diferentes de P-adsorvido (P-lábil), dependendo do tipo de argila.

  • Os níveis críticos para P podem ser diferentes para solos com diferentes quantidades de argila.

  • P – Resina de troca

  • A resina trocadora extrai P (semelhante a planta) e não leva em consideração a quantidade de argila.


Interpretação dos resultados de análise de solo para P

Mehlich-1

(Região dos Cerrados)

Argila

(%)

<15

16 a 35

36 a 60

>60

Mbaixo

0 a 6,0

0 a 5,0

0 a 3,0

0 a 2,0

Baixo

6,1 a 12,0

5,1 a 10,0

3,1 a 5,0

3,1 a 4,0

Médio

12,1 a 18,0

10,1 a 15,0

5,1 a 8,0

3,1 a 4,0

Adequado

18,1 a 25,0

15,1 a 20,0

8,1 a 12,0

4,1 a 6,0

-----------------P (mg dm-3) ------------------


P-Resina (estado de São Paulo)

P – mg dm-3

Classe

MB

B

M

A

MA

Culturas anuais

0 a 6

7 a 15

16 a 40

41 a 80

> 80

Hortaliças

0 a 10

11 a 25

26 a 60

61 a 120

>120


Adubação fosfatada

- Adubação corretiva

- Adubação de manutenção


Ex.:

Recomendação de adubação corretiva - P

(Região dos Cerrados)


Ex.:

Recomendação de adubação manutenção - P

(Região dos Cerrados)


  • Manejo da adubação fosfatada

  • Porcentagem de P2O5 solúvel em relação ao teor de P2O5 total

  • Fontes de alta eficiência – fosfatos solúveis

  • Fontes de média eficiência – fosfatos naturais de alta reatividade (apresentam alto efeito residual).

  • Fontes de baixa eficiência – fosfatos naturais (Araxá, Patos, etc), apresentam baixa eficiência inicial.


  • Manejo da adubação fosfatada

  • b) Fertilizantes fosfatados solúveis

  • Apresentam eficiência quando são aplicados:

  • após calagem adequada

  • na forma granulada

  • de maneira localizada (linhas)


  • Manejo da adubação fosfatada

  • c) Fosfatos naturais

  • Apresentam maior eficiência quando são:

  • Incorporados ao solo (aplicação a lanço) associada a aração e gradagem.

  • Aplicados com antecedência e em solo com acidez (pH 5,5)

  • Utilizados para culturas perenes ou florestais.

  • Utilizados conjuntamente com fosfatos solúveis.


  • Login