T cnicas de manuseamento de uma bureta
Download
1 / 10

Técnicas de manuseamento de uma bureta - PowerPoint PPT Presentation


  • 81 Views
  • Uploaded on

Técnicas de manuseamento de uma bureta. Bureta – material de vidro utilizado para adicionar, de forma regular, pequenos volumes da solução – o titulante – à solução contida num matraz – o titulado, até atingir o ponto final da titulação. Como manusear uma bureta

loader
I am the owner, or an agent authorized to act on behalf of the owner, of the copyrighted work described.
capcha
Download Presentation

PowerPoint Slideshow about ' Técnicas de manuseamento de uma bureta' - telma


An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  • Bureta – material de vidro utilizado para adicionar, de forma regular, pequenos volumes da solução – o titulante – à solução contida num matraz – o titulado, até atingir o ponto final da titulação.

  • Como manusear uma bureta

  • Deve utilizar-se uma bureta lavada e passada pela solução titulante e rejeitar esta solução de lavagem para um frasco devidamente rotulado (resíduos).

  • A bureta deve ser colocada num suporte apropriado.

  • Para encher a bureta, fechar a torneira e colocar um funil no topo do tubo.

  • Transferir o titulado do frasco onde está contido, cuidadosamente, até encher a bureta. (Figura 1)


Figura 1 forma regular, pequenos volumes da solução – o titulante – à solução contida num matraz – o titulado, até atingir o ponto final da titulação.


Verificar se a torneira est a vedar bem e se n o ficam retidas bolhas de ar junto da mesma figura 2
Verificar se a torneira está a vedar bem e se não ficam retidas bolhas de ar junto da mesma (Figura 2).

Figura 2


Deixar correr a solução até eliminar qualquer bolha de ar: a sua presença, durante a titulação pode provocar um erro de leitura no volume de titulante adicionado (Figura 3)

Figura 3


Limpar o bico da bureta com água, de um esguicho e em seguida secar bem (Figura 4 e 5).

Figura 4

Figura 5


Aguardar cerca de um minuto para verificar se a bureta está a vedar bem. Após esta verificação pode iniciar-se o processo de titulação. Sendo necessário, acabar de encher a bureta com o titulante. Não é necessário encher até ao valor 0,00 mL (conseguem-se resultados mais reprodutíveis se o volume inicial não for 0,00 mL ( figura 6).

Figura 6


Para efectuar uma leitura do nível do líquido na bureta deve:

Fazer-se a leitura pela tangente à parte inferior do menisco, colocando os olhos a esse nível, para evitar erros de paralaxe.

Utilizar-se um cartão branco para ajudar a leitura (Figura 7).

Registar a leitura do volume com os algarismos significativos apropriados à escala existente na bureta.

Figura 7


Abrir a torneira e começar então a adição de solução ao titulado, com uma certa “rapidez”, até próximo do ponto final (Figura 8).

Figura 8


Próximo do ponto final, a adição de titulante deve ser feita gota a gota (Figura 9). Utilizar um esguicho para arrastar a gota suspensa no bico da bureta, bem como qualquer gota que tenha escorrido pelas paredes da matraz. Poderá ser necessário adicionar apenas parte de uma gota para atingir o ponto final com ajuda do esguicho (Figura 10).

Figura 9

Figura 10


ad