Normas t cnicas para trabalhos acad micos
Sponsored Links
This presentation is the property of its rightful owner.
1 / 20

Normas técnicas para trabalhos acadêmicos PowerPoint PPT Presentation


  • 154 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Normas técnicas para trabalhos acadêmicos. Algumas orientações. Formatação. Aspectos fundamentais: Margens (Superior e Esquerda: 3cm/ Inferior e Direita: 2cm) Fonte (Arial ou Times, tamanho 12) Espaçamento (entre linha 1,5cm) Alinhamento (justificado) Parágrafo (1,25cm)

Download Presentation

Normas técnicas para trabalhos acadêmicos

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Normas técnicas para trabalhos acadêmicos

Algumas orientações...


Formatação

  • Aspectos fundamentais:

  • Margens (Superior e Esquerda: 3cm/ Inferior e Direita: 2cm)

  • Fonte (Arial ou Times, tamanho 12)

  • Espaçamento (entre linha 1,5cm)

  • Alinhamento (justificado)

  • Parágrafo (1,25cm)

  • Numeração de páginas (a partir da segunda, à direita)


Passo-a-passo - ►Margens

  • Clique em ARQUIVO – CONFIGURAR PÁGINA


Clique em MARGEM, informe as medidas.


  • Clique em PAPEL, selecione A4 e clique em ok.


Passo-a-passo - ►Fonte

Clique em FORMATAR - FONTE


  • Selecione a fonte (Arial ou Times), normal, tamanho 12

  • e clique ok.


Passo-a-passo►Espaçamento - Alinhamento

  • Clique em FORMATAR – PARÁGRAFO e selecione 1,5cm. Selecione ALINHAMENTO justificado e clique em ok.


Passo-a-passo►Parágrafo

  • Clique em FORMATAR – PARÁGRAFO – TABULAÇÃO e marque 1,25cm. Clique em ok


Passo-a-passo►Numeração de Página

  • Clique em: INSERIR – NÚMEROS DE PÁGINAS.


  • Selecione a posição (início ou fim da página) e o alinhamento (direita). Clique ok.


Outros pontos importantes

  • Cabeçalho

  • Citações

  • Referências


Cabeçalho

  • Os alunos podem optar por duas maneiras de apresentar os dados fundamentais dos trabalhos que produzem.

  • A primeira opção é mais ‘escolarizada’, ou seja, está mais próxima daquilo que realizamos na escola. Este modelo se caracteriza basicamente pela apresentação de dados como: universidade, curso, disciplina, nome do professor, nome do aluno centralizados no início da página.

  • Exemplo:

    UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

    FACULDADE DE EDUCAÇÃO – FACED

    CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA – PEAD

    DISCIPLINA DE PSICOLOGIA DA VIDA ADULTA

    PROFESSOR(A): JAQUELINE

    ALUNO(A): FULANO DE TAL


  • A segunda opção assemelha-se ao modo como apresentamos artigos em eventos de natureza científica. Caracteriza-se pela apresentação do título do trabalho (centralizado) no início da página. Logo abaixo, o nome do autor e a instituição a que o aluno está vinculado (à direita). Pode-se ainda acrescentar o endereço de e-mail. As demais informações devem ser colocadas em nota de rodapé.

  • Exemplo:

    Educação e Tecnologia: uma aliança necessária*

    Fulano de Tal (UFRGS)

    fulanodetal@gmail.com

    ____________

    * Trabalho apresentado à disciplina de Seminário Integrador V , do curso de Pedagogia a distância da UFRGS, ministrada pelo professor Fulano de Tal em 2008/2.


citações

  • Devem conter sempre: sobrenome do autor, ano e página.

  • Vejamos alguns casos:

  • De acordo com Paulo Freire (1992, p. 11) as transformações são inspiradas na esperança “enquanto necessidade ontológica que precisa ancorar-se na prática”.

  • Estas incentivam a disseminação de “saber ingênuo, um saber de experiência feita, a que falta a rigorosidade metódica que caracteriza a curiosidade epistemológica do sujeito” (Freire, 1996, p. 43).


  • Citações curtas (até 3 linhas) devem ser feitas no corpo do texto. Se excederem esse tamanho, devem ser transcritas em tamanho 10, espaço simples e recuo de 4 cm. Vejamos o exemplo:

  • Há, portanto, relações sintagmáticas in absentia, o que significa dizer que qualquer palavra, situada numa série associativa, pode ser pensada numa relação sintagmática. Vejamos como isto é explicado nas palavras do próprio Bouquet:

    • ...assim como um item lexical é ligado a todos os outros itens lexicais de uma língua, ele está também em relação, de diversas maneiras, com todos os sintagmas virtuais em que pode entrar – ou seja, com toda a fala em que pode entrar. (2000, p. 280)


Quando quisermos citar uma citação de outra citação, usamos a expressão apud.

Conforme Dale(1994 apud PERONI, 2008 p. 9), “o que está envolvido não é tanto uma deslocação direta do público para o privado, mas um conjunto muito mais complexo de mudanças nos mecanismos institucionais...”

Isso significa que Dale (numa obra sua de 2008) citou uma frase de Peroni (escrita em 1994). Trata-se de uma citação indireta.

Quando tivermos várias citações do mesmo autor e da mesma obra não precisamos repetir as informações autor e ano o tempo todo. Nesses casos, usamos a expressão ibid (que significa no mesmo lugar).

Exemplo: O autor, ao distinguir oração e enunciado, reforça o caráter dialógico do enunciado ao dizer que: “... no contexto, a oração carece de capacidade de determinar resposta, ela ganha essa capacidade apenas no conjunto do enunciado” (ibid, p. 278).


Referências

  • As referências deverão ser digitadas em espaçamento simples, deixando uma linha em branco entre cada referência ordenada por ordem alfabética por sobrenome de autor.

  • Devem ser registradas apenas as referências bibliográficas citadas no texto.


  • (Livro inteiro)

  • FARACO, C. A. Linguagem & diálogo: as idéias lingüísticas do círculo de Bakhtin. Paraná: Criar, 2003.

  • (Capítulo de livro)

  • BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992. p. 261-306.

  • (Site da Internet)

  • LEMES, Sebastião de Souza. A organização do currículo e a escola democratizada: pistas históricas e perspectivas necessárias. Disponível em: https://sol.unesp.br/usuario/pdf/kuka_2.pdf Acesso em: 25 mar. 2007.


Material organizado por:Rosângela Leffa Behenck

rosangelaleffa@gmail.com

Setembro/2008


  • Login