O multiculturalismo
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 20

O Multiculturalismo PowerPoint PPT Presentation


  • 96 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Aquisição da linguagem 2º ano, 2º semestre. O Multiculturalismo. Raquel Santos Raquel Teixeira Tânia Bernardo. Palavras – chave. Multiculturalismo Escola Multicultural Pais Educador Integração. O que é o Multiculturalismo?.

Download Presentation

O Multiculturalismo

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


O multiculturalismo

Aquisição da linguagem 2º ano, 2º semestre

O Multiculturalismo

Raquel Santos

Raquel Teixeira

Tânia Bernardo


Palavras chave

Palavras – chave

  • Multiculturalismo

  • Escola Multicultural

  • Pais

  • Educador

  • Integração


O multiculturalismo

O que é o Multiculturalismo?

  • O multiculturalismo é um termo que descreve a existência de muitas culturas numa localidade, cidade ou país, sem que uma delas predomine.

  • Esta implica as minorias no país onde se encontram: negros, índios, ciganos, homossexuais, entre outras.

  • Implica diferentes níveis de mudanças envolvendo toda a educação básica e todos os alunos; combate o racismo e outras formas de discriminação nas escolas e na sociedade.


O multiculturalismo

Portugal e a tradição monocultural

  • Como área de estudo, a educação multicultural surgiu há duas décadas nos países com mais tradição multicultural: Estados Unidos da América, Canadá e Austrália;

  • Em Portugal, este conceito surgiu mais tarde, sobretudo devido à forte tradição monocultural reinante, assim como pela centralização do sistema educativo, que foi durante muitos anos, o reflexo da sociedade, também ela monocultural;

  • Nesta altura, a diversidade era encarada como geradora de problemas e não de enriquecimento.


O multiculturalismo

Educação e escola multicultural

  • A educação multicultural implica o respeito pelo desenvolvimento pessoal dos alunos, assim como a intervenção dos pais nos programas escolares e a utilização de materiais e recursos educativos;

  • A escola multicultural aceita e defende o pluralismo das famílias e das comunidades dos alunos e estrutura-se para acolher a diversidade dos seus alunos;

  • A sociedade portuguesa, à semelhança da maioria das sociedades desenvolvidas, caracteriza-se por uma crescente diversidade. A origem da educação multicultural está relacionada, em Portugal, com o facto de recebermos, a partir de determinado momento, grandes contingentes de povos de outros países, com diferentes costumes, tradições, religiões, crenças e, claro, línguas;


O multiculturalismo

Educação e escola multicultural – cont.

  • Deve prevenir deficientes interpretações culturais ou manifestações de racismo no contacto com as minorias;

  • Com o passar do tempo e devido a diversas acções de mudança, a multiculturalidade deixou de ser percepcionada como um problema para passar a ser entendida como um factor potenciador de um enriquecimento pessoal e social;

  • Em Portugal e no resto do mundo, começam a empreender-se novos processos de reforma educativa. Assim, discute-se a educação para os valores, para a igualdade de oportunidades, para a tolerância, para a paz, para a educação inter/multicultural, para a educação ambiental e anti-racista, muito embora estejamos ainda confrontados com manifestações de intolerância, preconceito, racismo e xenofobia. Estas demonstrações são igualmente visíveis no contexto escolar.


O multiculturalismo

Intervenção dos pais e da comunidade

  • A escola deve organizar-se de forma multicultural, envolvendo nos seus órgãos os pais dos alunos das minorias e criando projectos multiculturais que unam os esforços de todos os intervenientes do processo educativo;

  • Este tipo de educação implica a intervenção, para além da dos alunos e do professor , de outros agentes exteriores ao cenário da sala de aula, como os pais.

  • Implica, ainda, que o ambiente da escola seja favorável à diversidade e que os currículos, as interacções e as estratégias sejam ajustados a todos os alunos, proporcionando-lhes igualdade de oportunidades educativas.


O multiculturalismo

Multiculturalidade em contexto educativo

  • A multiculturalidade educativa deve:

  • proporcionar uma pluralidade de conhecimentos e de processos de ensino adequados à diversidade cultural, linguística e de estilos de aprendizagem;

  • ser anti-racista;

  • ser um ambiente físico, programas, estratégias e interacções que reflictam e acolham a diversidade da comunidade;

  • ter como referência a melhoria da situação dos menos favorecidos. Para isso, deve promover a qualidade das relações interculturais e dos processos de ensino, que devem ser adequados a todos os alunos;


O multiculturalismo

Multiculturalidade em contexto educativo –cont.

  • basear-se numa pedagogia crítica, que dá voz aos alunos e os envolve em processos de reflexão e de descoberta;

  • focar a mudança de atitudes;

  • ser um meio reflexivo de concretização da justiça social, devendo articular teoria, reflexão e prática.


O multiculturalismo

  • Educação Multicultural e a formação de professores

  • As pesquisas realizadas destacam como um dos desafios para a construção de uma proposta de educação multicultural a incorporação desta temática nos currículos das instituições destinadas à formação de professores;

  • Por isso a formação deve ajudar os professores a desenvolverem uma nova identidade, uma nova postura, assim como “novos saberes, novos objectivos, novos conteúdos, novas estratégias e novas formas de avaliação”;

  • Infelizmente é muito raro no espaço das salas de aula, os professores desafiarem os alunos a reflectir e investigar as questões relacionadas com a vida e a cultura dos grupos mais próximos do contexto local a que pertencem.


O multiculturalismo

  • Educação Multicultural e a formação de professores – cont.

  • A educação tem reservado momentos de exploração e negação das culturas, desejos e subjectividades destes grupos. Nesse sentido, uma formação multicultural deve voltar-se para o local de modo que os educadores possam romper com tais práticas possibilitando aos educandos “afirmar as suas tradições culturais e recuperar as suas histórias reprimidas”;

  • “A educação multicultural vem em auxílio do professor para melhor desempenhar sua tarefa de falar ao aluno concreto. Ela valoriza a perspectiva do aluno, abrindo o sistema escolar e construindo um currículo mais próximo da sua realidade cultural.”MoacirGadotti.


O multiculturalismo

  • Educação Multicultural e a formação de professores – cont.

  • Uma formação multicultural propõem superar o mero reconhecimento da existência de diferentes culturas, e deve instrumentalizar os professores com análises que lhes permita perceber criticamente “como a linguagem é muitas vezes utilizada para construir realidades ideológicas que encobrem o brutal racismo que desvaloriza, inválida e envenena outras identidades culturais”. Macedo

  • A linguagem nesse sentido tornasse um importante objecto de reflexão para a formação multicultural ao partimos da ideia de que possui uma relação muito próxima com a formação das identidades e legitimação de determinadas culturas.


O multiculturalismo

  • A importância do educador

  • O professor para a educação multicultural deve:

  • ter o espírito aberto e aceitar a complexidade;

  • ser imparcial e não ter preconceitos;

  • saber escutar e respeitar perspectivas distintas;

  • ter em atenção as alternativas existentes;

  • questionar-se quanto às possibilidades de erro e procurar razões para os problemas;

  • reflectir sobre a forma de melhorar o já existente.


O multiculturalismo

A importância do educador – cont.

Um bom professor deve desenvolver práticas pedagógicas que possam sensibilizar as crianças para a multiculturalidade e para a reflexão através da observação dos diferentes mundos culturais.


O multiculturalismo

Actividades com que podemos abordar o multiculturalismo na escola

  • Jogo

  • Antes de dar início ao jogo podemos conversar um pouco com as crianças para reflectirmos sobre a importância de ter e de ir à escola. É conveniente conduzir o diálogo no sentido de verem a escola como um meio familiar e habitual nas suas vidas.

  • Quando já se deram a conhecer as funções da escola, pode fazer-se uma pergunta e deixá-la no ar: como são as escolas das outras partes do mundo?

  • O jogo começa neste ponto. As crianças têm de imaginar como serão as outras escolas. Propomos as seguintes zonas: O Pólo Norte, onde faz muito frio e está tudo cheio de neve e de gelo; a selva, onde vivem os animais selvagens e a vegetação é densa; o deserto onde faz muito calor e só há dunas de areia fina; em África onde há poucas condições de vida; etc.

  • Desta maneira jogam teatralizando como seriam as aulas nestes ambientes, o soalho, o quadro de ardósia, as mesas e as cadeiras, os brinquedos, os livros, os professores e os alunos, as pinturas…


O multiculturalismo

Actividades com que podemos abordar o multiculturalismo na escola - cont.

  • Histórias

  • Estas são um instrumento de trabalho na educação intercultural se soubermos explorá-lo, recolhendo dele a maior vantagem para a sociedade plural que estamos a construir.

  • As histórias, até podem ser escritas por crianças da escola, sendo um ponto de partida para o diálogo educativo, um apelo ao respeito e desenvolvimento dos direitos humanos, um desafio a comportamentos sociais fundamentais na igualdade e na dignidade dos cidadãos e um convite à partilha constante dos valores que cada cultura traz consigo.


O multiculturalismo

Actividades com que podemos abordar o multiculturalismo na escola – cont.

  • Receitas tradicionais

  • Muitos são os pratos tradicionais de Portugal. Mas nem só no nosso país os há. E porque não confeccionar com as crianças uma receita tipicamente portuguesa e uma outra típica de outro país. Assim poderíamos dar-lhes a conhecer que não só existem receitas diferentes de região para região como de país para país, as quais fazem parte de um leque de costumes dessa região.


O multiculturalismo

Para pensar….

“Somos todos juntos um conjunto e não podemos fugir da nossa etnia. Índios, brancos, negros e ciganos, nada de errado nos seus princípios”.

Este excerto da canção de Chico Science & Nação Zumbi alerta para algo que os livros de história já apontavam há bastante tempo, o facto de que vivemos em sociedades multiculturais e que qualquer tentativa de definição de fronteiras rígidas entre uma cultura e outra não passa de um exercício inútil de tentar separar todos os ingredientes de um bolo depois de ele já estar pronto.


O multiculturalismo

Clique no ecrã preto para visualizar


  • Login