Socializando o conhecimento
This presentation is the property of its rightful owner.
Sponsored Links
1 / 26

Socializando o Conhecimento PowerPoint PPT Presentation


  • 60 Views
  • Uploaded on
  • Presentation posted in: General

Socializando o Conhecimento. A História do CNPq e a Evolução da Ciência no Brasil. Roberto Muniz Barretto de Carvalho Centro de Memória - SEDOC/CNPq. Ouvi dizer que o lugar mais escuro é sempre debaixo da luz. Sergio Godinho – Compositor português.

Download Presentation

Socializando o Conhecimento

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation

Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author.While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Presentation Transcript


Socializando o conhecimento

Socializando o Conhecimento

A História do CNPq e a Evolução da Ciência no Brasil

Roberto Muniz Barretto de Carvalho

Centro de Memória - SEDOC/CNPq


Ouvi dizer que o lugar mais escuro sempre debaixo da luz

Ouvi dizer que o lugar mais escuro é sempre debaixo da luz ...

Sergio Godinho – Compositor português


Desenvolvimento e institucionaliza o da ci ncia

Desenvolvimento e Institucionalização da Ciência

  • “filosofo da natureza” x cientista

  • pesquisa individual/diletante x laboratórios e institutos

  • cientista/pesquisador x grupos de pesquisa/redes

  • “ciência amadora/espontânea” x apoio institucional/planejamento


Desenvolvimento e institucionaliza o da ci ncia1

Desenvolvimento e Institucionalização da Ciência

  • Academias de Ciência

  • Sociedades Científicas

  • Institutos de Pesquisa

  • Laboratórios (públicos e privados)

  • Fundações (públicas e privadas)

  • Agências de Fomento Estatais

  • Ministérios de C&T


Desenvolvimento e institucionaliza o da ci ncia2

Desenvolvimento e Institucionalização da Ciência

  • Primeiras Universidades:

  • Universidade de Bolonha - 1158

  • Universidade de Cambridge - 1209

  • Universidade de Paris - 1215

  • Universidade de Salamanca - 1220

  • Universidade de Erfurt - 1329

  • Universidade de Berlim - 1810


Desenvolvimento e institucionaliza o da ci ncia3

Desenvolvimento e Institucionalização da Ciência

  • Primeiras Instituições de apoio a Ciência:

  • Royal Society of London - 1660

  • Académie Royale des Sciences - 1666

  • American Academy of Arts and Science - 1780

  • Deutcher Naturforscher Versammlung - 1822

  • British Association for the Advancement of Science - 1831

  • American Association for the Advancement of Science - 1848

  • National Research Council - 1916

  • Department of Industrial and Scientific Research - 1916

  • Consiglio Nazionale de la Ricerca - 1923

  • Centre National de la Recherche Scientifique - 1939


Desenvolvimento e institucionaliza o da ci ncia4

Desenvolvimento e Institucionalização da Ciência

  • Primeiras Universidades nas Américas:

  • Universidad de Santo Domingo - 1538

  • Universidad de San Marcos de Lima - 1551

  • Universidad de Cordoba - 1621

  • Harvard University - 1639

  • Yale University - 1701

  • Universidade de São Paulo - 1934


O desenvolvimento da ci ncia no brasil

O Desenvolvimento da Ciência no Brasil

1º período: 1500 a 1808 - ausência de desenvolvimento científico e tecnológico


O desenvolvimento da ci ncia no brasil1

O Desenvolvimento da Ciência no Brasil

  • 2º período:1808 a 1889 - criação das primeiras instituições de ensino superior, museus, observatórios, bibliotecas, etc..


O desenvolvimento da ci ncia no brasil2

O Desenvolvimento da Ciência no Brasil

3º período: 1889 a 1945 - desenvolvimento de pesquisa voltadas para a saúde e agricultura - criação das primeiras universidades - fundação da ABC


O desenvolvimento da ci ncia no brasil3

O Desenvolvimento da Ciência no Brasil

4º período: 1945 a 1964 - Institucionalização da ciência e tecnologia - CNPq, Capes, FAPESP, SBPC


O desenvolvimento da ci ncia no brasil4

O Desenvolvimento da Ciência no Brasil

  • 5º período: 1964 a 1985 - ditadura militar - política e planejamento - abundância de recursos - tensão na comunidade científica


O desenvolvimento da ci ncia no brasil5

O Desenvolvimento da Ciência no Brasil

  • 6º período: 1985 - (...) - criação do MCT - redução de recursos, crise no planejamento e política de C&T; Fundos Setoriais, a era FHC; o governo Lula...


G nese do cnpq

Gênese do CNPq

  • Década de 20 - ABC propõe a criação de um Conselho Nacional de Pesquisa

  • 1936 - Getúlio Vargas propõe a criação de um Conselho de Pesquisas Experimentais - para atividades agrícolas

  • 1946 - Al. Álvaro Alberto propõe que a ABC interceda junto ao governo pela criação de um Conselho Nacional de Pesquisas

  • 1948 - Dep. José Pedroso Júnior apresenta projeto para a criação de um Conselho, mas este não é acolhido


G nese do cnpq1

Gênese do CNPq

  • 1949 - Criada uma comissão de 22 cientistas para redigir um projeto de lei instituindo um Conselho Nacional de Pesquisas


G nese do cnpq2

Gênese do CNPq

  • 1951 - 15 de janeiro - Dutra assina a lei de criação do CNPq

  • 17 de abril 1ª reunião do Conselho Deliberativo


Cnpq primeiros passos

Estrutura:

Presidência

Vice-presidência

Conselho Deliberativo - CD

Divisão Técnico-Científica - DCT

Divisão Administrativa - DA

Consultoria Jurídica

Comissões técnicas:

Setor matemática

Setor química

Setor física

Setor biologia

Setor geologia

Setor agronomia

Setor tecnologia

CNPq - Primeiros passos


Cnpq institutos

CNPq – Institutos

  • 1952 - criação do IMPA e do INPA

  • 1955 - Incorpora o MPEG

  • 1954 - criação do IBBD, mais tarde transformado em IBICT (1976)

  • 1957 - criação do IPR - transferido para o DNER (1971)

  • 1961 - criação da CNAE que se transforma em INPE (1971)

  • 1976 - Incorpora o ON e o CBPF

  • 1980 – Incorpora o CETEM e cria o LNCC

  • 1984 – criação LNLS e do CPCT - extinto em 1990

  • 1985 – criação do LNA e do MAST


Cnpq fases

CNPq - Fases

  • 1951 a 1956 - Fase inicial - estruturação - maior ênfase na energia nuclear, na física e nas ciências biológicas; luta pela criação da carreira de pesquisador e a coleta e a organização de informação técnico-científica.


Cnpq fases1

CNPq - Fases

  • 1956 a 1964 - queda do orçamento - de 1956 a 1961 o orçamento do CNPq cai de 0,28% para 0,11% do orçamento da união - apoio individual aos cientistas - “casa do cientista” - apoio a pesquisa aplicada;


Cnpq fases2

CNPq - Fases

  • 1964 a 1974 - Debate sobre o papel e lugar do CNPq - proposta de extinção ou vínculo ao MME - em 8/11/64 altera-se a lei de criação do CNPq ampliando sua área de atuação: formulação da política de C&T nacional. Cria-se o setor das ciências sociais. Em 1972 – Programas integrados: Trópico Úmido Doenças Endêmicas, Trópico Semi-Árido e o de Genética.


Cnpq fases3

CNPq - Fases

1974 a 1985 - Transformação para Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico:

  • - coordenação do SNDCT

  • - fim do CD e criação do CCT

  • - transferência da sede para Brasília - criação de agências regionais

  • - incorporação do CBPF e ON

  • - criados o MAST, o LNCC, o LNLS e o CETEM

  • - CA´s por áreas do conhecimento

  • – Participação na elaboração dos PBDCT

  • - PADCT.


Cnpq fases4

CNPq - Fases

  • 1985 a 2000 - Novo estatuto do CNPq - retorno do CD - criação do MCT - bolsas consomem cerca de 92,12% do orçamento do CNPq - CD passa a indicar os membros do CA’s

  • 2000 - (...) - Institutos de pesquisa vão para o MCT - Indução x balcão - recuperação do fomento - fundos setoriais


  • Login